Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas
Marcação de ponto QR

Marcação por QR ponto e o problema de fraude de ponto nas empresas

O QR ponto, ou ponto eletrônico por código QR, foi idealizado para garantir que os registros das jornadas mais flexíveis fossem realizados de maneira segura.

Porém, talvez seja um dos métodos menos seguros para bater ponto na sua empresa! Entenda por quê.

 

Como funciona o registro por QR ponto

O processo é simples e rápido: cada colaborador tem seu próprio código QR, que é único e intransferível. De posse de seu QR code, o colaborador pode registrar o seu ponto de um único aparelho, ou seja, o ponto será sempre registrado neste aparelho.

O aparelho utilizado para o registro pode ser o computador ou até o smartphone do próprio colaborador, desde que tenham câmera e um aplicativo ou software para leitura, sobretudo para aqueles que trabalham na modalidade home office. O código QR também pode ser lido por um equipamento, como um tablet, instalado na própria empresa.

O colaborador aponta o QR code para o leitor e o sistema registra dia e horário, além de tirar uma foto do colaborador para envio ao gestor ou ao RH.

 

Vantagens e desvantagens do ponto eletrônico por QR code

A vantagem principal do ponto eletrônico por QR ponto é a flexibilidade. O sistema é capaz de atender às necessidades das empresas, inclusive para os colaboradores que trabalham sem horário fixo e na modalidade home office.

Vale ressaltar que o ponto eletrônico por QR code está de acordo com as novas leis trabalhistas – Portaria 1510/09 do Ministério do Trabalho e Emprego, cumprindo as especificações do Artigo 2º:

Art. 2º O SREP deve registrar fielmente as marcações efetuadas, não sendo permitida qualquer ação que desvirtue os fins legais a que se destina, tais como:

I – restrições de horário à marcação do ponto;

II – marcação automática do ponto, utilizando-se horários predeterminados ou o horário contratual;

III – exigência, por parte do sistema, de autorização prévia para marcação de sobrejornada; e

IV – existência de qualquer dispositivo que permita a alteração dos dados registrados pelo empregado.

Fraude de ponto

No entanto, o QR code também apresenta desvantagens. A principal está relacionada à facilidade de fraude no registro de ponto!

Nada impede, por exemplo, que o colaborador aja de má fé, imprima o QR Code e registre seu ponto de outro lugar, sem que necessariamente esteja trabalhando.

Sob este aspecto, o ponto eletrônico fica atrás de aplicativos, que registram os dados de cada colaborador e permitem o acompanhamento da jornada de trabalho em tempo real.

Essa característica é fundamental para evitar a fraude no registro feitos em pontos eletrônicos!

 

A promessa de maior segurança no registro de ponto

Devido a reincidência de fraudes, os criadores dos pontos eletrônicos por QR code decidiram criar outras medidas de segurança para garantir a veracidade dos dados registrados.

Atualmente, já se cogita o envio de uma selfie no momento do registro de ponto para ser enviada como prova do comparecimento do colaborador em sua estação de trabalho. Mesmo assim, o registro por QR code é um sistema que necessita de atualização constante para que funcione corretamente e garanta a precisão dos registros.

Para o colaborador, a transparência desses sistemas é fundamental para que acompanhem suas jornadas e saibam exatamente quanto receberão ao final de cada período.

Podemos concluir que, apesar de o QR ponto ser uma das opções disponíveis no mercado, não é a melhor escolha no quesito eficiência e, principalmente, segurança.