Pessoa colocando o dedo indicador de uma de suas mãos no compartimento de leitura de de biometria em um relógio de ponto eletrônico.

Tipos de controle de ponto: confira os formatos de bater ponto que são permitidos por lei em 2023

Se você está abrindo uma empresa em 2023, ou está adequando a sua marca às leis de trabalho vigentes, é fundamental saber quais são os tipos de controle de ponto, as especificidades de cada um deles e qual é o mais indicado.

Pensando nisso, elaboramos esse conteúdo, para que você saiba quais são os modelos de controle de ponto permitidos por lei no Brasil e como escolher o melhor serviço. Boa leitura!

O que é o controle de ponto?

Antes de apresentarmos os tipos de controle de ponto, é importante que você saiba corretamente o que é essa prática.

New call-to-action

O controle de ponto é uma atividade implementada nas empresas por seu setor de Recursos Humanos a fim de controlar a jornada de trabalho dos colaboradores, registrando os seus horários de entrada e saída, intervalos, faltas, atrasos e possíveis horas extras.

A partir do controle de ponto é feita a contagem do salário devido ao trabalhador durante o mês transcorrido.

Sou obrigado a fazer o controle de ponto?

No Brasil, segundo a CLT – Consolidação das Leis do Trabalho, o controle de ponto é obrigatório para empresas que contam com mais 20 colaboradores registrados, conforme exposto no segundo inciso do artigo 74:

“Para os estabelecimentos com mais de 20 (vinte) trabalhadores será obrigatória a anotação da hora de entrada e de saída, em registro manual, mecânico ou eletrônico, conforme instruções expedidas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, permitida a pré-assinalação do período de repouso.”

Por tanto, se você tem mais de 20 colaboradores em sua empresa, você deve fazer o registro de ponto, correndo risco de sofrer sanções legais caso descumpra a medida.       

Quais são as diferentes formas de controle de ponto permitidas por lei em 2023?

Agora que você já sabe o que é o registro de ponto e quando ele é obrigatório, confira quais são as suas formas, inclusive os tipos de controle de ponto para pequenas empresas.

Para o ano de 2023, as regras seguem as mesmas previstas na CLT, sendo as diferentes formas de controle de ponto englobadas em 4 grupos: manual, mecânico, eletrônico e digital.

Controle de ponto manual

O primeiro dentre os sistemas de controle de ponto é o manual, através dele, é possível fazer o registro de entradas e saída dos funcionários da maneira mais fácil.

Existem duas formas principais de se fazer o controle de ponto manual:

Livro de ponto

O livro de ponto é o mais indicado entre os tipos de controle de ponto para pequenas empresas, para usá-lo basta contar com um caderno já pautado que apresenta as seguintes divisões:

  • Nome do colaborador;
  • Horário de entrada e saída;
  • Assinatura do colaborador;
  • Espaço para anotações do RH.

A maior vantagem desse tipo de controle de ponto é o seu baixo custo.

Cartão de ponto

Ainda dentro do controle de ponto manual, temos o cartão de ponto, que funciona de maneira similar ao livro, porém, nesse caso, cada colaborador tem o seu próprio cartão, onde escreve o seu horário de entrada e saída.

A maior desvantagem do controle de ponto manual é a gigantesca brecha para fraudes, que aumenta conforme o número de trabalhadores da empresa.

Por tanto, o sistema manual é indicado apenas para empresas que possuem um número realmente diminuto de colaboradores.

Controle de ponto mecânico

O segundo dentre os modelos de controle de ponto é o mecânico, também chamado de cartográfico.

Nesse sistema cada colaborador utiliza uma máquina para marcar ou furar o seu cartão conforme o horário mostrado no relógio.

Apesar de o profissional não ter controle sobre o horário que irá constar em seu cartão, o controle de ponto mecânico ainda é inseguro, já que os papéis estão sujeitos a rasuras e extravios.

Assim como o sistema manual, o cartográfico também exige que o setor de RH faça o cálculo manual do salário devido ao colaborador e as horas extras trabalhadas, representando um risco de erro humano e problemas para a empresa.

Controle de ponto eletrônico

Ainda alocado no espaço da empresa, temos o controle de ponto eletrônico, que funciona através de um aparelho que registrar os horários dos colaboradores quando os mesmos realizam a leitura biométrica ou de seu crachá no local indicado pela máquina.

Os dados coletados por esse sistema podem ser exportados dele posteriormente, ou enviado diretamente do RH a depender do modelo escolhido pela empresa.

Apesar de representar um avanço com relação ao controle manual e mecânico, principalmente quando falamos de segurança dos dados, o controle eletrônico só pode ser feito na empresa e nos relógios específicos dispostos em sua estrutura.

Controle de ponto digital

O controle de ponto digital é um desdobramento do eletrônico, onde os colaboradores também podem utilizar a biometria, reconhecimento facial ou leitura de QR Codes para bater o seu ponto. Porém, o sistema digital não precisa estar alocado fisicamente na empresa.

New call-to-action

Por meio de aplicativos ou na própria web, o colaborador pode fazer o seu registro onde quer que esteja, eliminando os custos para a empresa, que antes tinha de gastar com aparelhos específicos para fazer o controle de jornada.

No Brasil, algumas leis como a portaria 671, que entrou em vigor em 2022, delimita como esses sistemas devem funcionar, garantindo a maior segurança de dados possíveis para a empresa e os seus profissionais, eliminando as chances de fraude.

Com relação a praticidade, o setor de Recursos Humanos tem muito a ganhar com essa opção, já que o trabalho de calcular as horas de cada trabalho passa a ser feito de forma automática pelo sistema.

Representando um melhor custo benefício para a empresa, que passa a contar com informações apuradas e precisas para fazer a sua folha de pagamento e permite que o RH foque em tarefas estratégicas.

Qual o melhor tipo de controle de ponto?

O melhor entre os tipos de controle de ponto é o digital, por apresentar uma possibilidade de uso flexível, maior segurança dos dados, impossibilidade de fraude, automatização do trabalho do RH e um melhor custo benefício para a empresa que o utiliza.

Como escolher o melhor tipo de controle de ponto digital?

Como você viu, o sistema de controle de ponto digital é o mais indicado para empresas que desejam otimizar o seu processo de gestão de pessoas, mas, antes de contar com uma ferramenta dessa, é necessário saber escolher dentre elas.

Os melhores serviços entregam as seguintes funcionalidades:

  • Armazenamento de dados em nuvem;
  • Banco de horas;
  • Acompanhamento remoto;
  • Marcação de ponto por biometria e reconhecimento facial;
  • Acesso via web e aplicativos;
  • Elaboração detalhada de relatórios;
  • Integração com outros softwares;
  • Sistema de gestão de horas e produtividade através de planilhas automatizadas de Timesheets.

New call-to-action

Se você quer contar com um sistema que entrega todas essas funcionalidades, a Oitchau está pronta para te atender. Conheça nosso sistema de controle de ponto pelo celular!

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 120/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau