Horas trabalhadas na empresa: por que fazer esse controle?

O registro das horas trabalhadas pelos colaboradores é mais um quesito que foi impactado pelas mudanças tecnológicas atuais no ambiente de trabalho. Afinal, todos querem aproveitar as facilidades que a internet e as tecnologias da informação trazem, inclusive na marcação de ponto e anotação da jornada de trabalho

Tendo isso em mente, neste artigo, vamos apontar mais aspectos sobre por que ter um controle da jornada trabalhada pelos profissionais é indispensável para as empresas e qual é a melhor maneira de se fazer esse registro. Acompanhe a seguir!

Qual é a importância de fazer a gestão das horas trabalhadas pelos colaboradores?

A boa gestão das jornadas de trabalho em uma empresa vai muito além de um simples registro. Ela é mais uma garantia de segurança para os empregadores e seus contratados, assumindo um papel de protagonismo nessa relação. Rastrear o tempo de produtividade é uma forma consistente de verificar faltas e atrasos. Estabelecer o controle do cálculo preciso desses expedientes faz com que o tempo gasto em ajustes necessários para o fechamento da folha de pagamento, por exemplo, sejam transformados em mais horas produtivas no departamento pessoal das organizações

Neste sentido, se o registro de entrada e saída é obrigatório para todas as empresas com mais de 20 colaboradores, a sincronização adequada entre os dados revela os níveis de produtividade coletiva e os individuais, importantíssimos para os processos de tomada de decisões.

Ao acompanhar o desempenho das horas trabalhadas, é possível potencializar os pontos positivos. E o contrário também é válido: utilizando o software certo para isso, líderes, supervisores e diretores conseguem visualizar com precisão onde estão as falhas, efetuando as correções de maneira ágil e eficiente.

Identificar problemas pontuais,  como os atrasos, por exemplo, é de extrema importância. Quando a empresa descobre o motivo para que isso esteja acontecendo, pode tomar medidas adequadas para solucionar essas questões.

A opção ideal para realizar esse controle

Aderir a sistemas online para ter o conhecimento da rotina trabalhista facilita a consolidação dos registros, a geração de relatórios e a importação dos dados para a folha de pagamento, conferindo mais agilidade aos processos do departamento pessoal.

Isso porque as opções mais modernas de sistemas de controle de ponto digital já vêm com funções para agilizar essas marcações de ponto, como módulos de autoatendimento, por exemplo, nos quais os colaboradores inserem o seu tempo de trabalho, para que os seus gestores configurarem os devidos parâmetros.

Em linhas mais simples, cada profissional consegue registrar seus horários de acordo com as regras pré definidas pela empresa. Todo acompanhamento da equipe pode ser feito pelo gestor direto (aprovações e justificativas) de forma que, ao final do mês, os relatórios já saiam com todos os cálculos do que foi trabalhado.

Como a ferramenta acompanha e registra cada expediente, por meio das batidas dos profissionais, o cálculo é feito automaticamente de horas trabalhadas e/ou extraordinárias.

Ao término de cada mês, a análise e contabilização dessas horas é feita de forma facilitada pelo departamento pessoal da empresa. E, caso haja suspeita de fraude ou as informações não se relacionem aos registros do relógio ponto, é possível que o controle retorne ao colaborador para correção. Somente depois da aprovação é que as horas são liberadas para pagamento.

Como o controle de ponto digital favorece a segurança dos profissionais?

O sistema de ponto eletrônico online é uma evolução dos sistemas eletrônicos que foram regulamentados pela Portaria 1510 do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), com o objetivo de eliminar brechas de segurança na marcação.

Um controle de ponto online é uma solução alternativa que funciona por meio da internet. É o caso do Oitchau, um aplicativo de controle de ponto que pode ser usado até na gestão de equipes externas, além de conferir mais praticidade na rotina do registro de ponto da empresa.

Esse tipo de tecnologia, que é regulamentada pela Portaria 373 do MTE, faz registro automático das marcações de ponto e não permite qualquer adulteração. Assim, os colaboradores não têm motivos para desconfiar quanto aos valores recebidos e eventuais informações referentes às horas trabalhadas durante sua jornada de trabalho.

Vale ressaltar que, se as tecnologias mais antigas criavam um cenário de descrédito mútuo, o controle de ponto online reverte essa situação para ambas as partes. A segurança do sistema também garante ao empregador que nenhum colaborador seja capaz de burlar o registro do banco de horas em benefício próprio.

Por que se preocupar com a segurança do colaborador?

A utilização do ponto online torna a relação entre o empregador e seus colaboradores mais transparente. Sem a possibilidade de qualquer alteração nas marcações, os profissionais se sentem confiantes de que não serão lesados de alguma forma.

Como consequência, seu envolvimento com a empresa se intensifica e a motivação para fazer o seu trabalho também. Nesse cenário, não só os resultados do negócio, como o retorno sobre o investimento no ponto eletrônico, tendem a melhorar, como a ocorrência de ações decorrentes processos trabalhistas diminui.

Em linhas mais simples, a ligação entre o controle de ponto online e a segurança do colaborador resulta em vantagens significativas para a corporação, sendo um diferencial a favor do sucesso.

Os ganhos com a boa execução da gestão de horas trabalhadas são expandidos para todo o negócio

Mais do que calcular a folha de pagamento e medir a produtividade dos colaboradores, como vimos ao longo deste artigo, a gestão de horas trabalhadas também é fundamental para colaborar com o trabalho de áreas estratégicas da empresa.

Ao identificar problemas que atrasam a conclusão de projetos e disponibilizar o detalhamento de cada processo para que os próprios colaboradores possam complementar com as informações desejadas, os responsáveis por essas ações podem realizar planejamentos cada vez mais eficazes, de maneira rápida e segura.

A margem de erro diminui enquanto aumentam as possibilidades de entregar produtos ou serviços. O que pode ser bastante relevante para negócios que trabalham com processos logísticos, por exemplo.

A grande questão é que o uso correto da força de trabalho é um importante elemento para o sucesso de uma organização. As informações obtidas por meio do controle de ponto trazem uma segurança a mais não só no cumprimento da legislação, mas também para o planejamento estratégico da empresa.

Se há mudanças na produtividade, é preciso investigar os motivos. Ou seja, a gestão do trabalho surge, então, como uma janela que permite uma visão ampla e nítida dessas questões por meio de dados seguros e relevantes.

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau