escala de trabalho flexível

Escala de trabalho flexível: Como fazer controle de horas?

O controle de horas das jornadas flexíveis se tornou um assunto que desperta muitas dúvidas aos gestores e profissionais de RH desde que a Reforma Trabalhista foi aprovada. 

Por esse motivo, conhecer os tipos de jornadas e como fazer o controle de horas delas de forma precisa são fatores essenciais para que o orçamento corporativo e a empresa fiquem blindados.

Neste artigo, vamos conhecer as jornadas flexíveis e as maneiras de contabilizar as horas corretamente. Acompanhe!

Possibilidades do trabalho flexível

Mesmo com a chegada de diversas possibilidades de trabalho flexível proporcionadas pela Reforma Trabalhista, os colaboradores não podem ultrapassar o limite diário de oito horas de trabalho (com a possibilidade de duas horas extras).

A novidade são as novas modalidades para a contratação de colaboradores. Agora as empresas podem contratar colaboradores nas seguintes escalas de trabalho flexíveis:

planilha Controle de Horas e Folha de Ponto

1. Jornada parcial

A jornada parcial se refere ao trabalho feito em meio-período. De acordo com os parágrafos 1º e 2º do Art. 58-A, o parágrafo 4º do Art. 59 e o Art. 130-A da CLT, a jornada parcial é de até 26 horas semanais e a realização de até seis horas extras.

2. Jornada 12×36

Neste tipo de escala, o colaborador trabalha 12 horas seguidas e descansa nas próximas 36 horas.

3. Trabalho intermitente

A modalidade trabalho intermitente é uma das grandes novidades da Reforma Trabalhista. Ela foi criada para formalizar os colaboradores que realizam trabalhos esporádicos: trabalhos aos finais de semana ou períodos de alta sazonalidade, são exemplos.

A principais características do trabalho intermitente são, exatamente, a não permanência diária do colaborador no local de trabalho e a eventualidade que realiza suas funções.

Vale ressaltar que, durante o período em que estiver trabalhando, o colaborador terá direito às férias, FGTS e outros benefícios.

4. Modalidade Home Office ou Teletrabalho

Essa modalidade também foi uma das mais esperadas na Reforma Trabalhista. O trabalho home office é uma realidade e um tendência mundial devido ao importante papel que a tecnologia desempenha em nossas vidas.

Como fazer o controle de horas do trabalho flexível?

Com a chegada das novas modalidades de trabalho, novas formas de fazer o controle de horas foram se tornando necessárias. Afinal de contas, como fazer esse controle de um colaborador que trabalha fora do escritório e longe dos olhos do gestor ou do profissional de RH?

Por esse motivo, com as portarias 1510 e 373 do Ministério do Trabalho e Emprego, os registros de pontos alternativos que são feitos eletronicamente passaram a integrar a rotina das empresas.

As pesquisas e avanços constantes da tecnologia tornaram possível que todos as modalidades de jornadas de trabalho, inclusive as jornadas de trabalho flexível, pudessem ser acompanhadas em tempo real.

Oitchau é um aplicativo criado para realizar o controle de registro de ponto em tempo real, proporcionando uma relação de transparência entre as partes. 

O aplicativo é baixado no smartphone do colaborador e, a cada registro, a identidade, horário e localização são verificados por sistemas antifraudes que garantem a veracidade das informações.

Esse procedimento se repete todas as vezes que o registro de ponto for realizado. Por esse motivo, tanto o gestor como o colaborador trabalham tranquilamente sabendo que as horas estão sendo contabilizadas corretamente.

A qualquer momento, colaborador e gestor podem entrar no sistema do Oitchau e verificar todos os registros de pontos. Dessa forma, todos já sabem o quanto será pago ao final do mês. É o fim das surpresas desagradáveis.

Outra funcionalidade importante do Oitchau é o controle de jornada. O gestor pode criar jornadas diferentes, de acordo com as demandas da empresa e necessidades de cada colaborador, mantendo a produtividade em alta e o fluxo constante de trabalho.

Os colaboradores podem, ainda, enviar solicitações de afastamento, férias, troca de plantões, entre outros, via aplicativo. O gestor é notificado na hora para aprovação.

Ao final do mês, um relatório de controle de horas é disponibilizado com todos os registros para a composição da folha de pagamento, desburocratizando a rotina do RH.

Aproveite a facilidade que a tecnologia oferece para manter o ambiente de trabalho mais organizado e fluido.

Cuidados no controle de horas feito à distância

São diversos os cuidados que são exigidos no controle de jornada dos empregados, independentemente do local em que ela é realizada. Mesmo quando em home Office ou à distância, o controle de ponto deve ser feito de modo cuidadoso.

A empresa garante o correto pagamento de horas extras, assim como a realização de descontos.

Confira algumas dicas para auxiliar no controle de horas à distância.

1.      Disponibilize um sistema digital de ponto

É necessário que o colaborador tenha à disposição uma ferramenta que realmente seja eficiente ao controlar a sua jornada.

Para isso existem diversos sistemas digitais de ponto, que consistem na integração do relógio de ponto físico, presente na entrada da empresa, com outros softwares. Esses, então, não só auxiliam na concentração de dados relativos à jornada em um só lugar, como permitem que o controle de horas da jornada seja realizado à distância.

Esses softwares permitem que o colaborador realize a anotação de sua jornada, por exemplo, apenas com um celular em mãos, por meio de um aplicativo.

Alguns aplicativos modernos, como o da Oitchau, oferecem até mesmo a possibilidade de que a marcação seja realizada por imagem facial, por biometria da face. Abaixo falaremos mais sobre esses sistemas e o porquê apostar nessas ferramentas.

2.      Estipule a forma de comunicação

O controle de horas é indispensável, porém não é a única forma de manter o controle da jornada flexível ou prestada remotamente.

Assim, uma ótima forma de manter o controle conjuntamente ao sistema digital de ponto, é apostando em uma ferramenta eficiente de comunicação remota.

Para que essa escolha se mostre efetiva, considere o número de empregados, os horários de trabalho e a necessidade de realização de reuniões periódicas mesmo que à distância.

Com esses dados é possível estipular uma ferramenta que seja condizente às suas necessidades. Diversos aplicativos e programas atualmente concentram inúmeras possibilidades que incluem a possibilidade de videoconferências, mensagens de voz e escritas e compartilhamento de arquivos diversos.

3.      Mantenha a política de feedbacks

Antes de conhecermos melhor o sistema digital Oitchau, é necessário indicar que mesmo que esse controle de ponto seja feito pela marcação de jornada, ele se torna mais efetivo quando a política de feedbacks é colocada em prática.

O colaborador se torna mais engajado. Note que a marcação de jornada nem sempre garante a concentração e produtividade do colaborador naquele momento.

Ao se deparar com feedbacks constantes e perceber que suas atividades são observadas e controladas mesmo que à distância, o engajamento tende a se intensificar.

Novamente, vale lembrar que o uso dessa política somente é efetivo quando colocado em prática em conjunto com um sistema digital de controle de horas.

Abaixo, confira as principais vantagens em se adotar um desses sistemas e como eles funcionam, na prática, tanto em favor da empresa e do setor de RH quanto em prol do próprio empregado.

Veja também: Trabalho remoto: Como zelar pela saúde dos colaboradores?

Gostou das dicas sobre o trabalho remoto? Deixe o seu comentário e compartilhe estas dicas em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau