controle de ponto nas fábricas

Controle de ponto nas fábricas e indústrias: como fazer?

A escolha de um sistema eficiente para controle de ponto nas fábricas e indústrias é muito importante para o desenvolvimento do setor.

O registro dessas informações garante maior transparência nas relações de trabalho, não somente para a empresa, mas também para o próprios profissionais.

Os horários de trabalho em fábricas costumam ser separados por diferentes turnos, mas algumas áreas possuem rotinas particulares, que não seguem as mesmas regras dos demais.

Neste artigo, vamos apresentar as modalidades de controle de ponto que melhor se encaixam nesse tipo de organização e outras questões sobre o assunto. Acompanhe!

Como funciona o controle de ponto nas fábricas e em indústrias?

O controle de ponto em fábricas e indústrias é um grande desafio, por conta das particularidades de cada setor, e diferente de outros segmentos, as fábricas e indústrias trabalham com escalas e horários variados, incluindo a madrugada.

planilha Controle de Horas e Folha de Ponto
controle de ponto

E por esse motivo, é necessário ter uma gestão de ponto adequada, para contemplar as marcações de banco de horas, horas extras, e as jornadas de trabalho praticadas.

Cada indústria tem a sua própria rotina, quantidade de setores diferentes e, em grande parte dos casos, pelo menos uma centena de colaboradores. Entenda a seguir por que ter um controle de ponto eficiente para realizar a gestão do ponto dos colaboradores.

Por que fábricas e indústrias precisam de um controle de ponto?

Por ter uma rotina diferenciada, e em alguns casos, em esquema de rodízio e escala, é necessário que exista um controle da jornada praticada, para que os colaboradores e para a empresa sigam corretamente as determinações oriundas da CLT.

Veja os principais motivos!

Cálculo da carga horária e intervalos dos colaboradores

Por meio do registro de ponto, é possível gerir as horas trabalhadas, se houve horas extras ou se o colaborador ficou devendo horas naquele dia.

Ao investir em dispositivos que permitem um controle mais sofisticado, a organização tem a certeza de que esses dados serão computados corretamente. Eliminando eventuais erros manuais causados pela falta de um controle de ponto eficaz.

Proporciona mais segurança aos trabalhadores

Os profissionais não têm um registro paralelo das horas trabalhadas para conferir se a empresa está pagando o que deve de maneira correta, principalmente quando a prática de  horas extras é comum, ou ainda, quando existe um acordo para se trabalhar em regime de home office, também conhecido como teletrabalho.

Com as horas computadas de forma automática, a marcação de ponto por métodos não manuais evita que alguém insira o horário errado por algum engano, lesando esses trabalhadores.

O empregador conta com a confirmação de que serão pagas somente as horas trabalhadas, bem como as horas extras e outros cálculos importantes para emitir a folha de pagamento.

Além de seguir o que prescreve a lei, o controle de ponto é importante para assegurar a ambas as partes, empregador e empregado, que o registro das horas trabalhadas está sendo feito da maneira certa.

Protege a corporação contra processos trabalhistas

Pensando em um cenário no qual um funcionário é demitido da empresa por qualquer motivo e, por não gostar da situação, pode decidir entrar com uma ação trabalhista de forma arbitrária.

Ao ter um controle de carga horária eficiente, o empregador comprove a carga horária praticada, bem como todos os registros realizados.

controle de ponto

Outro ponto de atenção sobre as causas judiciais, é que em caso de qualquer reclamação trabalhista, por exemplo, sob acusação de que houve extrapolação das horas trabalhadas, a empresa é obrigada a apresentar algum tipo de registro de entrada e saída do respectivo funcionário.

A ausência dessas informações dá a vantagem ao profissional, podendo fazer com que a organização seja penalizada por não conseguir provar que agiu dentro da lei.

Como escolher o melhor modelo de controle de ponto nas fábricas?

O primeiro passo antes de decidir qual é o método de registro de ponto ideal para a empresa, é considerar diversas características ligadas ao negócio. São elas:

  • Quantidade de trabalhadores;
  • Quais são as escalas de trabalho praticadas pela empresa;
  • Se existe equipes que trabalham externas ou remotas;
  • Qual é o tamanho das instalações físicas da corporação;
  • Como é a cultura do trabalhadores da fábrica;
  • Se existe uma movimentação de clientes e fornecedores dentro da empresa —  caso a resposta seja positiva, pode ser necessário investir em um controle de acesso integrado ao ponto, por exemplo;
  • Quais as reais necessidades da organização em relação ao ponto;
  • Como funciona o fluxo de profissionais e quais são os horários mais críticos;
  • Como está a agilidade e o fluxo de trabalho no sistema de Recursos Humanos da empresa;

Os outros pontos também devem ser considerados, caso já exista um controle de ponto atualmente:

controle de ponto
  • Ter mais de um equipamento para o controle de ponto;
  • Se o sistema de controle de ponto atual satisfaz as necessidades;
  • se o fornecedor do sistema de controle de ponto atual atende as demandas específicas da empresa;
  • Qual é o nível de segurança do sistema de controle de ponto atual e como ele age para melhorar os processos internos da organização;
  • Como funciona o fluxo físico de pessoal nos momentos de entrada e saída;
  • Custo x benefício.

Após responder a todas essas perguntas, é possível ter um panorama de como escolher a ferramenta de ponto que vai ajudar o dia a dia da fábrica a ser mais otimizado.

Qual é o melhor método de controle de ponto?

O sistema de gestão de ponto digital está entre os tipos de registro de ponto mais seguros e modernos, além de fácil de usar. O próprio colaborador faz suas marcações diárias utilizando os dispositivos digitais que estiverem a seu alcance, como smartphones, tablets ou via computador.

controle de ponto oitchau

Como o sistema é automatizado, as chances de ocorrerem erros no registro das horas trabalhadas, horas faltantes, horas extras e ausências é muito menor. E para evitar que o colaborador se esqueça de fazer o registro, bem como se a jornada de trabalho estiver incompleta, ele recebe notificações.

Esse tipo de plataforma não oferece desvantagens, já que facilita a vida tanto dos profissionais quanto da empresa. Por este motivo, é possível que as grandes organizações prefiram soluções personalizadas para seu cenário, em vez de optar por opções mais engessadas.

E se a organização possuir colaboradores deslocados, em viagens ou em teletrabalho, o ponto pode ser marcado normalmente, através do aplicativo diretamente no telefone do colaborador.

Para fazer o controle de ponto nas fábricas, o sistema é configurado com os horários dos funcionários e ele precisa registrar a entrada e saída para automaticamente ter registrado as horas extras, o saldo de horas, a produtividade e muito mais.

O controle de ponto é a melhor forma de gerir os horários praticados na organização, reduzir custos e ainda promover uma cultura organizacional moderna e prática!


PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau