O que é offboarding e como executá-lo da melhor maneira?

Saiba o que é offboarding, para o que serve, como funciona e como pode infuenciar no clima organizacional e na imagem da sua empresa.

O offboarding é todo o processo que envolve a demissão de um trabalhador, é um momento delicado que pode ser iniciado pela empresa ou pelo colaborador.

Nos últimos dias do colaborador na empresa, precisam ter os mesmos cuidados e serem delicados assim com os dias iniciais que são chamados de onboarding. Porque é importante que a contratação seja encerrada sem conflitos.


É uma opção humanizada, para trazer mais conforto e menos relutância em ambas as partes. Tornando visível a preocupação da empresa em encerrar um ciclo de maneira amigável.

Separamos esses principais assuntos sobre o assunto:

  • O que é offboarding?
  • Para o que serve?
  • Onboarding x Offboarding.
  • Como aplicá-lo na sua empresa da melhor maneira?
  • Quais os pontos positivos e negativos?

Boa leitura!

O que é offboarding?

É todo o processo ligado ao desligamento de um colaborador, em que passa por algumas etapas como exame demissional e outras partes burocráticas, mas é tudo levado com muita cautela e com tratamento amigável.

É um processo que vai além de uma demissão, a empresa precisa ter uma boa gestão de pessoas e também gestão de conflitos , para que o colaborador deixe o quadro de funcionários com uma boa impressão da empresa.

É o momento crucial, para a empresa deixar um bom contentamento externo além do interno, independente do motivo da demissão é importante que todos estejam de acordo com as condições de desligamento.


Precisa estar dentro dos quesitos de leis trabalhistas, e também pode ser utilizada práticas de um RH humanizado ou até mesmo maneiras de demonstrar um agradecimento ao colaborador por ter feito parte da equipe.

Para o que serve o offboarding?


O onboarding é mais voltado para empresas que possuem colaboradores fixos, mas que também podem se estender para temporários e até mesmo freelancers.

Afinal, são pessoas que passaram pela sua contratação, e é isso que torna o crescimento e desenvolvimento de uma empresa maior, as pessoas. Quanto melhor a impressão delas, mais o nome da empresa vai longe.

Serve para levar significado e contribuir para que o colaborador, tenha os últimos dias na empresa mais agradáveis, seja cumprindo um aviso prévio ou por acabar de receber uma demissão com ou sem justa causa.

É um momento que pode ter uma troca de feedbacks, mensagens de boa sorte na nova jornada profissional, passar um reconhecimento pelo trabalho prestado, informar  como funciona a rescisão e também tirar dúvidas.

Onboarding x Offboarding

Os dois são processos bastante decisórios na carreira de um colaborador, pois um está presente no início de uma nova jornada e o outro no final.

O onboarding é o primeiro contato do colaborador com a equipe, neste momento tem a apresentação aos demais colegas de trabalho, aos supervisores e também com as tarefas.

É o momento em que é passado treinamentos, citam a cultura organizacional e fazem um acompanhamento inicial para auxiliar o novo colaborador

Já no offboarding, parte da análise de clima organizacional, pois é importante entender se as necessidades do funcionário foram atendidas durante o tempo de empresa, uma ótima opção para ser usada no feedback, inclusive.


Também é pensado em quem assumirá as tarefas desse ex-colaborador, enquanto não realizam uma nova contratação, para que as entregas continuem sendo feitas no prazo.

Como aplicá-lo na sua empresa da melhor maneira?


Além de pensar no clima organizacional, trouxemos as principais dicas, para aplicar o offboarding com as melhores práticas dentro da sua empresa:

  • Conversa demissional: o momento mais importante do offboarding, em que pode realizar troca de feedbacks, e o aviso da demissão;
  • Comunicado à equipe: avisar a equipe que o colaborador em questão está em aviso prévio ou que acaba de ser desligado do quadro de funcionários;
  • Repassar tarefas: delegar as atividades do colaborador para o restante da equipe, para cumprirem até a contratação de um novo funcionário;
  • Remoção dos dados: excluir os dados de login do colaborador, para não ter mais acesso ao sistema da empresa;
  • Entrega de itens pessoais: o colaborador deve levar para casa, qualquer item pessoal que esteja no escritório;
  • Devolução de equipamentos: em caso de home office, a empresa precisa combinar uma maneira de retirar computadores, fones e qualquer objeto fornecido pela firma;
  • Listar pagamentos: banco de horas, horas extras e outros direitos trabalhistas, como fgts, inss, 13º em alguns casos e chave de entrada para o seguro desemprego;
  • Assinar documentos: os documentos de devolução de objetos, de desligamento da empresa, recebimento dos pagamentos e baixa na carteira de trabalho;
  • Solicitar indicações: dar abertura para os funcionários indicarem profissionais, com as qualificações e habilidades solicitadas, para ocupar a nova vaga;
  • Ou abrir processo seletivo: se não optar pela indicação, o RH precisará iniciar u processo de recrutamento e seleção, com perfil da vaga, análise de currículos e agendamento de entrevistas.


Essas são as principais práticas para aplicação correta do offboarding na sua empresa, é um processo simples porém cauteloso, por isso é importante seguir uma estrutura adequada.

De acordo com um estudo da Abeeden realizado em abril, cerca de 29% das empresas, utilizam processos de offboarding, ao realizá-lo a empresa pode encontrar um diferencial na tratativa de funcionários.

Quais os pontos positivos e negativos?

Em relação aos benefícios  pontos negativos do offboarding está totalmente ligado à maneira que é aplicado e também na análise dos resultados.

Os pontos positivos estão ligados a tudo que a empresa tem a ganhar, seguindo o passo a passo que passamos ou uma estruturação própria, porque terá:

  • Contribui para o RH ter melhorias para evitar rotatividade de funcionários;
  • Um bom relacionamento de desligamento, permite que o ex-colaborador retorne futuramente;
  • Fortalece o employer branding;
  • Na troca de feedbacks, consegue saber o que pensam em relação ao salário, benefício, funções, lideranças, as metas e plano de carreira
  • Redução de tempo no desligamento dos funcionários;
  • Consegue evitar possíveis multas e processos trabalhistas;
  • Processo mais claro e objetivo.

A empresa só tem a ganhar ao aplicar o off boarding, além de manter a segurança e procedimento amigável, pode receber aquele profissional de volta futuramente ou até mesmo receber indicações dele.

Os pontos negativos, é não aplicá-lo e assim não conseguir reduzir o turnover e deixar a empresa com uma má impressão diante do profissional, que pode replicá-la no mercado de trabalho.

É uma maneira de cuidar da imagem, destacar a empresa e proteger suas informações internas, e ter em mente o momento ideal para a entrevista de desligamento que deve ser feita no momento da demissão ou aviso prévio.

Veja também: Competências profissionais, o que são e como selecionar candidatos por elas?

Gostou do nosso conteúdo? Acesse o Blog da Oitchau e acompanhe novos artigos.

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau