Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
Talent Mobility

Talent Mobility: Como essa técnica pode ajudar sua empresa!

Dentre as técnicas que são utilizadas pelas empresas para melhorar seu quadro interno de colaboradores e associar engajamento à produtividade, está a de Talent Mobility.

Seu sucesso se deve, justamente, aos resultados que promove internamente às instituições e por não demandar muitas complicações para sua aplicação.

Entenda, exatamente, o que significa o Talent Mobility e como aplicá-lo na sua empresa.

Talent Mobility é focado na retenção de talentos

Esse termo é utilizado popularmente em sua inscrição em inglês, cuja tradição significa, literalmente, mobilidade de talentos.

O Talent Mobility se baseia na criação, pela empresa, de uma série de permissões que levem à mobilidade dos profissionais em cargos e áreas com base nos seus interesses e competências.

Isso é interessante principalmente para aqueles profissionais que apresentem uma série de competências e de interesses e disposição para se desenvolver em várias funções.

Isso possibilita, na prática, que o indivíduo identifique qual é a atividade mais indicada para ele e também lhe confere maior satisfação profissional.

A prática do Talent Mobility, leva ao aumento do engajamento dos colaboradores, uma vez que diversos talentos demonstram interesse ao encarar isso como uma oportunidade de crescimento e mesmo de se enquadrar em uma função que lhe desperte mais interesse e prazer.

Outras questões relacionadas à flexibilidade diária são essenciais ao programa oferecido por essa prática.

Também desperta maior competitividade interna saudável, de forma que os colaboradores tendem a procurar se especializar em maior grau ou, mesmo, mostrar maiores resultados do que o comumente realizado.

A empresa ganha com a retenção de talentos, assim como pelo aumento do interesse deles pelo próprio funcionamento empresarial.

Mas o que exatamente significa essa retenção de talentos e por que ela faz do Talent Mobility importante? É o que esclarecemos abaixo, junto a algumas dicas para implementar os princípios dessa prática à realidade da sua empresa, obtendo bons resultados.

Importância de investir em estratégias como o Talent Mobility

Com certeza sua empresa está amparada por profissionais que são vistos como essenciais ou, ainda, que produzem conforme o esperado após certo tempo de prática e aprendizado interno, correto? Isso demonstra que manter esses empregados é importante.

Diminuir a rotatividade dos colaboradores, ou seja, novas contratações em razão de rompimento de contrato, é importante por diversos motivos, aliás.

Além da manutenção daqueles empregados que já cumprem seu serviço com qualidade e possuem conhecimento quanto às operações em que estão inseridos, técnicas como o Talent Mobility também levam à economia dos gastos inerentes à contratação de novos empregados.

Em um primeiro momento, pode-se acreditar que esses gastos não são altos. Contudo, considere que a contratação de novos candidatos requer que funcionários percam tempo com a divulgação da vaga e seleção de currículos, entrevistas e aplicações de testes, assim como para treinar o novo empregado.

Enquanto ele está aprendendo também não obtém todo o rendimento esperado, o que depende da obtenção de conhecimento sobre as atividades e ambientação.

Não só a contratação, mas também o final do contrato, seja por pedido de demissão ou dispensa pelo empregador, gera gastos. Dentre eles está a multa do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), e valores proporcionais de férias, aviso prévio e décimo terceiro salário.

Além disso, a evasão de empregados da sua empresa com certa frequência também causa o resultado negativo referente à imagem e ao desempenho da empresa.

Some-se tudo isso ao fato de que o uso de técnicas que valorizem o empregado internamente, como o Talent Mobility, na medida em que demonstram o investimento neles, também tende a aumentar o engajamento dos colaboradores.

Eles passam a se sentir parte da empresa ao mesmo tempo em que enxergam as oportunidades oferecidas.

Essa técnica que envolve mobilidade interna se torna um potencial à empresa mediante a concorrência, assim como permite que ela obtenha os melhores profissionais que, por sua vez, oferecem o máximo de sua capacidade.

Como aplicar o Talent Mobility na sua empresa?

Além da rotatividade entre cargos e possibilidade de conhecimento do colaborador em outras áreas, existem outras técnicas que compõem o Talent Mobility e auxiliam na sua implementação pelas empresas. Veja quais são abaixo.

Tenha horários flexíveis

A mobilidade, conforme citado acima, não ocorre apenas em relação aos cargos. Ela também está intimamente conectada à possibilidade de flexibilidade e de autonomia do profissional.

Isso compõe um dos principais anseios das novas gerações que agora tomam o mercado de trabalho. A facilidade oferecida pela mobilidade de horários é um grande atrativo, portanto, aos profissionais.

Além disso, permite que o profissional aplique de forma concentrada e exclusiva seu tempo dentro da empresa ao seu trabalho, evitando momentos ociosos e distração.

Essa flexibilidade na lógica do Talent Mobility é importante na medida em que o trabalho do empregado passa a ser medido pela sua produção e não, necessariamente, pelo tempo em que está disponível na sede da empresa. Contudo, essa flexibilização depende do empenho do empregado e de sua responsabilidade em relação às atividades.

Possibilite o trabalho Home Office

O Home Office tem se tornado cada vez mais uma realidade no mercado de trabalho brasileiro, principalmente em tempos de pandemia de Coronavírus e de revisão das relações de trabalho.

O Talent Mobility, também se utiliza da prestação de trabalho remoto, até mesmo porque isso se relaciona com a flexibilização dos horários acima citada.

Permitir que o trabalhador realize o seu serviço em casa, com maior ou menor frequência, evita o estresse causado pelo trânsito, por exemplo, assim como minimiza os gastos da empresa com o consumo de energia e mesmo o vale transporte, dentre outras coisas.

O sucesso do home Office depende, necessariamente, do estabelecimento prévio de regras referentes a prazos e à comunicação com a equipe e com clientes.

Fomente a busca por conhecimento com bolsas de estudos

Estimular o aprendizado do colaborador, assim como a expansão de suas capacidades e o desenvolvimento são fatores interligados ao engajamento do empregado, de forma que também são fomentados pelo Talent Mobility.

Dessa maneira, investir em parcerias com instituições de ensino ou, ainda, destinar bolsas de estudo integrais ou parciais aos seus colaboradores pode gerar grandes ganhos à própria empresa.

Isso leva ao desenvolvimento de mais conhecimento pelo colaborador que, por outro lado, volta o conhecimento adquirido à empresa e às atividades laborais diárias.

O ideal é que as bolsas de estudo ou cursos oferecidos sejam referentes a capacitações que se comuniquem com os tipos de atividades prestados pelo empregado. Ou para atividades existentes na empresa e que podem capacitar o empregado para uma nova função.

Para além dos cursos de administração e finanças, ou de outras áreas da empresa, cursos como os de inteligência emocional têm ganho cada vez mais adeptos, eis que seus ensinamentos refletem diretamente no trato social e resolução de problemas diários.

Dentre os tipos de cursos que podem ser oferecidos estão os de graduação, pós-graduação e MBA, além de cursos de menor tempo de duração e que auxiliem o colaborador na prática laboral.

Forneça uma perspectiva de crescimento

Outra forma de engajar os seus colaboradores é demonstrando que existe perspectiva de crescimento. Contudo, somente a existência dela não é suficiente, sendo indicada a elaboração de um plano de cargos interno, de forma que o empregado tenha conhecimento do que é exigido dele para que cresça na instituição.

Além disso, esse plano que compõe o Talent Mobility também tende a ser mais democrático, uma vez que a igualdade e justiça das promoções passam a ser esclarecidas.

O engajamento, portanto, tende a aumentar, assim como os empregados conseguem enxergar na prática a valorização dos colaboradores pela empresa que opta por integrantes das equipes para promoções ao invés de profissionais externos à empresa.

Promova benefícios além dos tradicionais

Por fim, outra forma de aplicar o Talent Mobility na sua empresa é por meio da elaboração de planos de benefícios que vão além dos tradicionais planos de saúde, por exemplo.

Uma forma de realizá-lo, por exemplo, é por meio da estipulação de prêmios relacionados a metas que podem ser de produção ou mesmo de respeito às regras internas.

Veja também: Mulheres na tecnologia: Como está o mercado de startups?

Gostou das dicas sobre Talent Mobility? Deixe o seu comentário e compartilhe estas dicas em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau