Pesquisa de satisfação de funcionários: por que e como fazer?

Saiba quando deve realizar uma pesquisa de satisfação e como ela deve ser aplicada.

É importante que a empresa sempre realize uma checagem, em relação aos que os colaboradores pensam sobre determinados pontos e áreas, para haver melhorias, por isso é feita a pesquisa de satisfação dos funcionários.

Uma ferramenta de gestão que contribui para a empresa alcançar os objetivos, ter mais crescimento e melhorar a produtividade de sua equipe.

Separamos alguns pontos para você desenvolverá pesquisa da melhor maneira possível e colher bons resultados:

  • O que é pesquisa de satisfação?
  • Para que serve a pesquisa de satisfação?
  • Por que realizar a pesquisa de satisfação?
  • Como fazer a pesquisa de satisfação na sua empresa?
  • Quais os benefícios na aplicação da pesquisa?

Boa leitura!

O que é pesquisa de satisfação?

É uma das maneiras mais aplicadas de avaliação do clima organizacional de uma empresa, que define quais são as principais preocupações, críticas, elogios e sugestões por parte dos colaboradores.

São respondidas de acordo com as vivências do dia a dia, podem ser identificadas ou estabeleceram anonimato a fim de obter mais sinceridade na pesquisa e não correr o risco dos colaboradores terem receio de represálias.

O foco da pesquisa de satisfação dos funcionários está em analisar a percepção deles e focar em possíveis melhorias, para contribuir com o desempenho da performance diária.


Para que serve a pesquisa de satisfação?

Serve como uma maneira de prevenção a atritos e aumento de problemas, que pode ser utilizado como parte de uma  gestão de conflito

Para realizar um bom acompanhamento baseado em dados reais, é preciso aplicar a pesquisa, pois estará avaliando diretamente de quem vivencia a prática das ações definidas no dia a dia.

Os resultados ajudam a definir novas ações de melhorias, na criação de um planejamento e a análise de alguns pontos, que são:

  • Se a atuação dos líderes está sendo aplicada de maneira correta;
  • Para saber se algum processo causa desmotivação e baixa produtividade;
  • Auxiliar no crescimento periódico da empresa;
  • Se os valores da empresa estão sendo aplicados;
  • Se ocorreu algum incidente que não levou ao RH.

É um momento crucial para encaminhar todas as informações coletadas a um senso comum, pois algumas respostas podem ser semelhantes e indicarem que há uma recorrência no assunto indicado.


Além disso, também pode ser usado como base para comparativos a novas e antigas pesquisas, para ver se alguns pontos já foram resolvidos ou continuam persistindo.

Por que realizar a pesquisa de satisfação?

Porque não dá para identificar todos os acontecimentos da empresa somente de olhar e ao fazer acompanhamentos, existem muitas questões que fazem o colaborador preferir se privar de levar certos pontos aos superiores  por não se sentirem à vontade.

Ela pode ser disponibilizada fora de programação do RH identifique:

  • Possíveis problemas no clima organizacional;
  • Redução de produtividade;
  • Aumento de ausências e faltas dos colaboradores;
  • Quando ocorre muitos retrabalhados;

Aumento de reclamações por parte dos funcionários.

A pesquisa de satisfação traz a possibilidade aos colaboradores de expor o que realmente pensam, dar as notas e apontamentos que desejar. 

Em sua maioria as pesquisas colhem resultados anônimos, apenas identificando o número de respostas como base de todos responderem. 

Como fazer a pesquisa de satisfação na sua empresa?

Inicialmente devem ser definidos períodos para a pesquisa ser feita, ela pode ser disponibilizada fora desse cronograma caso o RH identifique que o clima organizacional está sendo muito afetado e conflitos estão surgindo.

Primeiro é preciso escolher o meio que será feita essa pesquisa, pode ser ferramentas online, formulários, urna e um papel com as perguntas escritas, poder ser feita através de gamificação.

É importante que as perguntas sejam objetivas, claras e diretas.  Podem dar alternativas a serem selecionadas ou deixar uma mesclagem com respostas curtas em aberto.

A criação das perguntas da pesquisa de satisfação dos funcionários, precisam estar alinhadas ao clima organizacional da empresa e também à cultura organizacional da empresa.

As perguntadas também precisam estar alinhadas aos acontecimentos e mudanças recentes, para poder ter dados mais atualizados e concretos na hora da análise e comparativos.

Seguem duas maneiras mais utilizadas nas pesquisas de satisfação dos funcionários, que podem ser utilizadas em cada questionamento, junto a outros modelos.

Exemplo 1: Em uma escala de 0 a 5, o quão satisfeito está com as mudanças do seu setor? (Sendo de 0 a 2 insatisfação, 3 regular, 4 bom e 5 ótimo)

Exemplo 2: Assinale com um X as opções que te deixam insatisfeito. (podem assinalar mais de uma opção) 


( ) Falta de treinamentos

( ) Benefícios oferecidos

( ) Relacionamento com os colegas de trabalho

( ) Relacionamento com o líder
( ) Programa de metas
( ) Plano de carreira

( ) Remuneração

É importante definir um prazo para a entrega da pesquisa, pedir um demonstrativo de confirmação do preenchimento e deixá-lo no formato anônimo. E todos da empresa devem participar dos colaboradores.

Após coletar todas as respostas é o momento da análise de dados, que vai reunir quais perguntas tiveram a maior quantidade de resposta, a fim de encontrar um ponto comum nos resultados.

E ao compilar os dados, vai encontrar estratégias e maneiras de propor melhorias, para enfim colocá-las em prática e recuperar a satisfação dos seus funcionários a ponto que ela se torne maior do que antes de responder a pesquisa.

Quais os benefícios na aplicação da pesquisa?


Quando a aplicação da pesquisa é feita da maneira correta, os dados são mensuráveis e analisados com cautelas, as estratégias certas surgem para realizar as devidas ações, assim é possível colher benefícios como:

  • Fortalecimento da conexão dos colaboradores com a cultura organizacional;
  • Incentivo aos feedbacks;
  • Propor novos treinamentos de acordo com cada setor;
  • Colocar em prática uma nova gestão de conflitos.
  • Aumento da produtividade e motivação da equipe;
  • O colaborador se sentirá mais valorizado;
  • Retenção de talentos;
  • Redução do turnover;
  • Impulsiona a comunicação interna;
  • Atualizar as estratégias da empresa;
  • Deixar um canal aberto para os colaboradores fazerem sugestões.

É evidente que independente da quantidade de respostas positivas ou negativas a empresa só tende a ganhar, pois estará sempre se atualizando a partir desses resultados.

A cada nova implantação de processos, é preciso realizar uma nova pesquisa de satisfação de funcionários para coletar os dados se estão mais satisfeitos ou se ainda não estão satisfeitos com a solução aplicada.

Veja também: Como lidar com conflitos entre funcionários na empresa

Gostou das dicas para evitar a procrastinação? Deixe o seu comentário e compartilhe em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau