home office

Home Office: Como ele está mudando as rotinas de trabalho?

O home Office, que já vinha encontrando cada vez mais um lugar no mercado de trabalho brasileiro, tornou-se a realidade de diversas empresas neste ano em razão da pandemia de Coronavírus.

Ele corresponde à prestação de serviços pelo trabalhador de sua própria casa e não na sede da empresa, conferindo maior mobilidade e flexibilidade das relações de trabalho.

A tendência é que a flexibilização dessa relação seja uma tendência cada vez maior em razão da popularização do home Office.

Abaixo, confira como o trabalho remoto está mudando as rotinas de trabalho e o que esperar do mercado de emprego para um futuro próximo.

Como funciona a jornada de trabalho em home office?

home office 

Em primeiro lugar o trabalho prestado de forma remota é por si só diferente daquele realizado na sede empresarial, mesmo quando as atividades realizadas são as mesmas.

Isso se deve principalmente ao fato de que o ambiente residencial geralmente é livre de barulhos e distrações típicos de um ambiente empresarial.

Por outro lado, a prestação de atividades laborais em casa enfrenta outros tipos de dificuldades e de fatores que podem causar a distração do trabalhador.

A prestação desse tipo de trabalho se dá pela realização de atividades de trabalho pelo empregado de sua casa, sem necessidade de deslocamento diário até a sede da empresa.

Para que isso seja possível o trabalhador deve estar em posse de aparelhos com conexão à internet pelos quais podem manter comunicação com a equipe e gestor e ter acesso aos dados necessários à execução das atividades laborais.

A instituição desse trabalho remoto em home Office depende de um acordo individual que deve ser firmado entre empresa e empregador.

Caso o empregado seja contratado diretamente para laborar em casa, isso deverá constar no seu contrato de trabalho.

Cabe às partes instituir de quem é a responsabilidade pela cessão dos aparelhos utilizados para a prestação de trabalho, sua manutenção e outras questões que dizem respeito ao funcionamento diário da prestação de labor.

Qualidades do trabalho em home Office

Uma vez que o trabalho remoto se tornou uma realidade cada vez mais presente no dia a dia das empresas. 

Principalmente em situações necessárias como a da atual pandemia, é de responsabilidade das instituições buscar soluções para esse trabalho remoto.

Ao que tudo indica aquelas empresas que ignorarem as possibilidades de home office poderão se tornar obsoletas e enfrentar problemas futuros de não acompanhamento da modernização das relações e das possibilidades de economia e flexibilidade trazidos por ela.

Além das qualidades que o trabalho de forma remota causa às próprias empresas, que podem economizar com:

  • gastos de manutenção de ambiente para os colaboradores,
  • energia elétrica,
  • vale transporte,
  • aluguel.

há indicações de que essas formas de prestação de labor são benéficas para a sociedade em geral.

Isso porque existem índices sendo divulgados que indicam que a poluição foi limitada durante a expansão do trabalho em home Office em meio à pandemia.

É latente a possibilidade de aumento da felicidade e satisfação do próprio trabalhador, que perde menos tempo no trânsito e possui mais horas que podem ser dedicadas ao seu bem estar e à companhia de sua família.

Mudanças causadas pela expansão do trabalho em home Office

São diversas as qualidades do trabalho remoto e suas diferenças em relação ao labor tradicionalmente prestado perante as sedes das empresas.

A consolidação do home Office se dá por esses inúmeros benefícios trazidos ao trabalhador, à empresa e à sociedade.

 A entrada de novas gerações no mercado de trabalho é um fator que beneficia a instituição de home Office.

Isso se deve ao fato de que as novas gerações procuram utilizar as tecnologias disponibilizadas para realmente facilitar o dia a dia, assim como revolucionar as relações de trabalho.

Flexibilidade é um dos principais pontos buscados pelos novos trabalhadores que hoje ocupam vagas de trabalho em empresas de naturezas diversas.

O Home Office é uma ótima opção por permitir que haja a prestação de atividades sem que para isso haja o deslocamento do trabalhador e até mesmo sua exposição a fatores típicos de grandes centros urbanos, como a violência.

É inegável que o trabalho remoto seja uma grande tendência que está alterando definitivamente as relações de labor existentes no Brasil.

Outro fator que influencia em grande parte a guinada do labor em home Office é a possibilidade de aumento da própria produtividade do empregado que se vê livre de distrações que possam afetar a realização de suas atividades.

Ligações e reuniões desnecessárias, conversas paralelas e barulhos urbanos são apenas alguns desses fatores de distração.

O trabalho em Home Office se consolida como tendência que irá alterar definitivamente as relações.

Pelo fato de que diariamente surgem diversas novas plataformas que permitem que haja a prestação de atividades de forma remota sem que para isso o trabalho perca a qualidade.

Porém, o sucesso do trabalho remoto e a consolidação dele como uma tendência natural do mercado de trabalho depende de que uma série de fatores seja observada.

Caso contrário é possível que isso apenas tenha um aumento temporário com o retorno das atividades tradicionais, na sede da empresa, posteriormente.

Confira abaixo algumas dicas que podem garantir o sucesso do trabalho remoto.

Quais são os cuidados da empresa com o home office? 

home office

O home office não é mais uma tendência, e já virou rotina nas grandes empresas, que adaptaram suas rotinas para vivenciar o novo normal, e possibilitar uma maior qualidade de vida para seus colaboradores. 

Contudo, é necessário que a empresa tenha alguns cuidados, principalmente em relação à prestação de serviços e acompanhamento do colaborador, para que ele não se sinta desamparado pela companhia. 

Definição de metas claras

A definição de metas deve ser clara para todos os colaboradores.

Ou seja, a empresa precisa definir e informar o que ela está esperando de cada um dos seus colaboradores, em relação à desempenho e produtividade, quanto em comunicação. 

Isso serve para os colaboradores que foram contratados para home Office quanto para quem atua na sede. 

Mas que passarão a trabalhar em casa (temporariamente ou não) devem ser comunicados claramente quanto às metas e forma de trabalho desejado.

Independentemente do controle de jornada (que é dispensado no trabalho remoto, mas indicado para quem for prestá-lo apenas de maneira temporária, como em razão da pandemia) o trabalhador deve ter conhecimento do que se espera dele nos serviços prestados a partir de sua casa.

Invista em treinamentos

Treinamento sobre o uso da ferramenta aplicada pelo home Office e sobre o acesso aos dados e outros membros da equipe são interessantes para a instituição segura do trabalho remoto.

A concessão de contatos indicados em situações de problemas com o sistema ou de acesso é outra forma que pode evitar “dor de cabeça” aos gestores.

Comunicação

Finalmente, o sucesso do home Office depende de uma política clara acerca da comunicação que deve ser feita pelos trabalhadores.

Essa diz respeito tanto àquela realizada entre membros da equipe, gestores e trabalhadores e colaboradores e clientes da empresa.

Horários para comunicação, mensagens e informações padrões que devem ser dados aos clientes, assim como forma de comunicação (ligação, mensagem escrita, videoconferência) devem ser definidos de forma clara.

É possível padronizar a forma de contato ao mesmo tempo em que são evitadas eventuais interrupções do trabalho que possam diminuir sua produtividade.

Isso permite que o empregado se organize diante de suas atividades e de possíveis reuniões ou contatos on-line pré-estabelecidos.

Uma vez que o Home Office se apresenta como uma tendência que irá modificar definitivamente a noção que se tem da prestação de labor é importante que haja, por outro lado, o devido cuidado com sua implementação.

Os três passos acima citados servem para a empresa testar a qualidade de suas operações remotas assim como para controlar as atividades que são realizadas e garantir a qualidade delas.

A mera instituição do trabalho remoto não é suficiente.

Por isso se faz indispensável a atenção a esses passos que podem tornar melhor o trabalho remoto e permitir que a empresa invista cada vez mais em home Office e diminua gastos típicos da manutenção dos empregados na sede empresarial.

Quais são os tipos de home office?

pessoa estudando sobre as melhores ferramentas para home office para 2022

Até pouco tempo atrás havia uma grande confusão sobre o que realmente seria o home office e se ele estaria previsto na lei.

Explica-se: o trabalho remoto pode se dar de várias formas, sendo fixo ou de forma revezada com o trabalho presencial.

Por isso, entendia-se que o artigo da CLT para o teletrabalho não servia para o home office.

Contudo, neste ano houve a publicação de uma medida provisória que colocou que ajustou “as pontas que estavam soltas”.

Com ela a diferenciação se tornou mais clara, bem como passou-se a ter a previsão sobre o trabalho home office em casa. Veja, abaixo, como ficou.

Teletrabalho

O teletrabalho é um dos tipos de trabalho remoto. Ele se refere à prestação de serviços fora da sede empresarial de maneira fixa. Ou seja, aqui não há revezamento entre o trabalho presencial e o à distância.

Embora até o início do ano a lei previsse a desnecessidade de controle de jornada nesse caso, isso não mais se aplica.

Isto é, agora é obrigatório que empresas com mais de 20 funcionários façam o controle de horas desses trabalhadores.

Além disso, a ida eventual à empresa não descaracteriza o trabalho remoto. Ele continua sendo caracterizado assim, conforme previsão expressa da lei.

Home office por atividade

Outro tipo de home office é o por atividade.

Aqui temos a prestação de serviços que se reveza entre a sede empresarial e a casa do trabalhador (ou outro local que lhe apeteça).

No caso da contratação por atividade não há controle de jornada. Afinal, não se exige um número mínimo de horas do trabalhador. Ele é contratado para realizar algumas atribuições específicas.

Desse modo, aqui não há horas extras. O trabalhador também não se depara com qualquer obrigação de prestar serviços em um horário fixo, não importando em que momento ele faz suas atividades.

Home office por jornada

Por fim, também existe o home office por jornada.

Ele se destaca pelo fato de que exige controle de jornada e garante ao trabalhador o recebimento de horas extras, quando elas existirem.

Portanto, é obrigação das empresas com mais de 20 funcionários realizarem o controel de horas, bem como o pagamento do labor extraordinário. Para isso, a lei permite o uso de controle de ponto digital e à distância.

O Oitchau, então, pode ser uma ótima aliada da sua empresa nesse caso.

Afinal, permite o controle de ponto remoto, de maneira moderna e automatizada. Assim que o trabalhador faz o registro o sistema o identifica e já o adiciona em suas informações.

Ao fazê-lo ele também faz o cálculo de horas extras, atualiza banco de horas e organiza todas as informações.

Portanto, é de grande ajuda, além de garantir sempre a segurança dos dados e impedir manipulações.

Nesse caso o contrato é por jornada.

Ou seja, o trabalhador deve prestar serviços em dado horário e trabalhar um número de horas mínimo por dia, não bastando entregar a atividade, pois seu contrato não foi com base nela.

Oitchau - Registro de ponto por reconhecimento facial
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau