linguagem corporal

Linguagem corporal para avaliar os candidatos: como usar?

A linguagem corporal é uma forma de comunicação cujos sinais podem dizer muito sobre um candidato a uma vaga. Por isso, ela deve ser conhecida pelos recrutadores e fazer parte da gestão de pessoas.

Mas como ela influencia e como utilizá-la ou reconhecer seus sinais? No texto de hoje você encontra tudo sobre como essa linguagem pode ajudar a sua empresa no dia a dia e na localização dos melhores profissionais para suas vagas!

O que é linguagem corporal?

linguagem corporal

A linguagem corporal é uma das formas que temos de nos comunicar. Embora as formas de comunicação mais conhecidas sejam a escrita e a falada, saiba: nosso corpo também fala.

A forma como reagimos, nossos movimentos, gestos e postura dizem muito sobre nós e nossa personalidade. Portanto, não basta a comunicação verbal. Ela pode ou não corresponder com o que se diz e, com isso, dar muitas informações.

É importante ressaltar que isso não é uma leitura de mentes e nem que é infalível. Contudo, a linguagem do corpo dá bastantes indícios que devem ser tratados como tais: como sinais. 

Por que usar a linguagem corporal para avaliar candidatos?

Porque como dito acima ela dá sinais e indícios sobre a personalidade de alguém e sobre os comportamentos. Mas não é só isso. Também demonstra habilidades – especialmente das Soft Skills, das quais já falamos aqui – capacidades e outras informações.

E o que mais é o sistema de seleção e recrutamento que não uma forma de conhecer candidatos para avaliá-los? Ele busca saber mais sobre os candidatos para que haja a melhor escolha para as vagas em aberto.

Da mesma maneira, uma de suas fases, a entrevista, busca conhecer o candidato e como ele se porta, bem como obter mais informações. Ela seria dispensável, então, caso bastasse o currículo e não fosse importante saber quem realmente o candidato é.

Nesse sentido, então, conhecer e saber como avaliar a linguagem corporal é uma maneira de colher ainda mais informações durante a entrevista. Com isso é possível conhecer de forma mais profunda o candidato.

Note que não raro há mentiras em entrevistas. Por exemplo, alguém que jura trabalhar bem em grupo quando na verdade possui traços de comportamento autoritário e dificuldade de trabalho em equipe.

Pois saiba que a linguagem corporal dá indícios sobre essas questões, de forma que é possível saber além do que o candidato fala. Isto é, ultrapassar a barreira do que ele admite e saber mais da realidade.

Ao considerar os sinais dessa linguagem, somando-o aos demais quesitos de seleção, então, é possível encontrar os melhores candidatos. Afinal, é possível buscar por um perfil que falta na equipe, por exemplo. Ou, então, evitar comportamentos que seriam nocivos à saúde organizacional.

E, ao contratar melhor, você também garante várias outras vantagens, tais como:

  • Diminuição da rotatividade;
  • Fortalecimento das equipes;
  • Melhoria do clima organizacional;
  • Diminuição de custos com contratações e rescisões;
  • Aumento da produtividade.

Como avaliar a linguagem corporal? Conheça alguns sinais!

linguagem corporal

Você pode usar a linguagem corporal com auxílio de algumas dicas que podem colher informações e indícios sobre os candidatos às vagas na sua empresa.

Dentre os tipos de movimentos que nos relevam a linguagem do corpo temos:

  • Gestos com as mãos;
  • Contato visual;
  • Postura;
  • Aperto de mão;
  • Pernas e pés inquietos;
  • Espelhismo (repetição de gestos do outro interlocutor de forma involuntária e inconsciente).

Conheça, abaixo, alguns deles em detalhes. Com isso, saiba o que cada tipo de gesto pode significar e conheça melhor os profissionais que se candidataram às vagas na sua empresa.

Linguagem corporal do rosto e dos olhos

A posição e gestos feitos com a cabeça, bem como o movimento e foco do olhar dão sinais, sim. Veja alguns deles:

  • Contato visual: demonstra interesse na conversa, bem como autoconfiança do candidato;
  • Desvio de olhar: preocupação, desinteresse ou ansiedade;
  • Sorrisos: sorrisos que reflitam as linhas de expressão (considerados como os que refletem em todo o rosto) são aqueles que se mostram genuínos; os que não vão além dos dentes geralmente não demonstram veracidade. Contudo, em eras de botox isso pode enganar;
  • Inclinação da cabeça: demonstra interesse na conversa e empatia.

Postura do corpo

A postura também dá indícios sobre como o candidato se sente no momento da entrevista. Contudo, mas uma vez é necessário lembrar que esse sinal pode enganar, principalmente em razão de posturas incorretas no dia a dia.

Em geral, contudo, veja como se diferenciam em relação aos sinais a postura ereta e curvada para fins de linguagem corporal:

  • Ereta: o dorso reto com peito aberto indica confiança, bem como bem-estar naquele local;
  • Curvada: por outro lado, essa postura indica ansiedade, bem como atitude defensiva e fechada.

Braços e mãos

Os braços e as mãos estão entre os principais produtores de sinais e “falas” corporais.  Afinal, eles estão em constante movimento e não raro são elementos que complementam o que queremos falar. Por isso, é claro, não ficaria de fora da nossa lista de indícios da linguagem corporal.

Veja alguns dos sinais e situações:

  • Braços cruzados: indicam desconforto, bem como falta de interesse;
  • Braços abertos: entende-se que eles indicam abertura ao novo, bem como conforto;
  • Dedos inquietos: movimentos intensos com os dedos, como batê-los em uma mesa ou passá-los constantemente pelo cabelo, por exemplo, indica, falta de confiança, desconforto com a situação ou local e até mesmo timidez;
  • Gestos (no geral): podem tanto demonstrar expressividade, como dramaticidade ou autoridade. Movimentos mais leves são expressivos e complementam; outros, mais agressivos (como apontar os dedos) indicam postura autoritária;
  • Aperto de mão: quando firme, indica confiança (de preferência deve ser combinado com o encontro dos olhares); Por outro lado, quando é sem firmeza, demonstra que o candidato não está à vontade;

Pernas e pés

Embora sejam os elementos mais difíceis de se observar durante uma entrevista (presencial ou online) eles também trazem sinais da linguagem corporal. Veja os principais:

  • Pés apontando para frente (em direção a pessoa com quem se conversa): indicam interesse no assunto.
  • Pés afastados apontados para direções opostas: sinalizam o desejo de se retirar do local;
  • Pernas cruzadas: indicam defensiva, embora devam ser consideradas situações que envolvem, por exemplo, mulheres utilizando vestidos ou saias, quando geralmente essa é a posição mais confortável;
  • Pés ou pernas inquietas: indicam ansiedade e estresse.

Dessa forma, é possível avaliar mais cuidadosamente o que os sinais corporais querem dizer no momento da entrevista para a empresa.

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau