Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

As diferenças entre um chefe e um grande líder

Há pouco mais de uma década, acreditava-se que o chefe era a autoridade máxima dentro de uma empresa, não pela sua capacidade de liderar um negócio, mas simplesmente por estar em uma posição acima de outros colaboradores.

Em linhas gerais, ainda hoje, as pequenas empresas são comandadas por seus proprietários, mas isso não quer dizer que estes chefes sejam líderes.

Isto ocorre porque com o passar do tempo, percebeu-se a importância das relações humanas dentro do ambiente de trabalho e, assim, chefiar distanciou-se de liderar.

Infelizmente, nem todo chefe é um líder. A boa notícia é que ele poderá vir a sê-lo.

No artigo de hoje, vamos abordar as principais diferenças entre um chefe e um líder para que você possa identificar o caminho que precisa percorrer para se transformar no líder que a sua empresa precisa. Confira!

 

A autoridade é conquistada, não imposta

A primeira grande diferença entre um chefe e um líder está na questão sobre a autoridade. Normalmente, o chefe é quem manda. Porém, a autoridade que ele exerce não costuma ser algo que ele conquistou, e sim, impôs por sua posição.

Os colaboradores obedecem ao chefe mais por medo do que por respeito e admiração. Por isso, sua palavra é ordem, mesmo que seja uma ordem que não tenha surgido como estratégia de mercado, mas por puro capricho.

Já os líderes, como mencionado, é aquele que conquista o respeito dos colegas, porque ele simplesmente não manda e os colaboradores obedecem. Sua influência (positiva) no ambiente de trabalho acontece pelo seu exemplo: ele é o primeiro a testar suas estratégias e propor melhorias, se isso for preciso.

Além disso, o líder sabe que o sucesso de uma empresa depende do conjunto. Por esse motivo, suas decisões são tomadas depois de muito diálogo e troca de ideias com os colaboradores, pois ele compreende o papel de cada um dentro da empresa.

Enquanto que para o chefe, os colaboradores são apenas subordinados, para o líder, os colaboradores são peças essenciais dentro de um contexto maior e que, juntos, poderão conquistar tudo o que se proporem a fazer.

 

Decisões devem ser tomadas pensando no todo

Mais uma vez, o que diferencia o chefe do líder envolve a concentração de poder.

O chefe acredita que ele é o responsável pelas boas ideias e pelo sucesso da empresa. Seus colaboradores são apenas peças que reproduzem suas ordens. Se a meta foi atingida, o mérito é exclusivamente dele.

Vaidoso, o chefe gosta de enaltecer a si mesmo por sua boa sorte e boas ideias, afinal, para si mesmo, ele é o único capaz de levar a empresa ao sucesso.

O líder, por sua vez, envolve a todos os colaboradores (ou líderes dos departamentos em empresas maiores) em suas estratégias de mercado.

Para ele, se tem uma boa ideia, ela pode se tornar ainda melhor com as contribuições de outros, afinal ele conhece o que cada um tem de melhor e como a diversidade pode ser o segredo para ser bem-sucedido em todas as questões.

Para o líder, comandar uma empresa significa compartilhar a responsabilidade de levá-la a alcançar suas metas, já que todos estão no mesmo barco. Por esse motivo, entende que o sucesso (ou o fracasso) de um é o sucesso (ou o fracasso) de todos.

 

Descentralização do poder é atitude dos grandes líderes

Enquanto que os chefes se sentem poderosos ao centralizar todo o poder da empresa sobre si mesmos, os líderes se sentem mais fortes e preparados ao descentralizar o poder.

Isso significa que as inúmeras responsabilidades do ambiente de trabalho são compartilhadas, motivando cada colaborador a dar o melhor e entregando os louros da vitória a cada responsável por ela.

Mesmo que o chefe aparentemente delegue responsabilidades aos seus “subordinados”, isto é apenas uma cortina de fumaça: eles continuam decidindo pelos outros nos bastidores e colhendo os méritos das conquistas.

O líder delega, permite que os colaboradores tenham autonomia para tentar e fazer, e dá todo o mérito a quem executou a tarefa.

 

Compartilhando informações

Informação significa poder e, por isso, dificilmente o chefe passa para a frente as informações que chegam até ele. Isso ocorre, primeiramente, porque acreditam que os demais não têm patente para ficarem por dentro do que foi lhe confiado, mas também porque, no fundo, o chefe tem medo de ser passado para trás. Afinal de contas, é o que ele possivelmente faria no lugar do outro.

Já o líder tem um filtro para as informações que recebe: retém o que é de responsabilidade dele e passa adiante as informações que poderão ser mais bem utilizadas pelos colaboradores.

Como mencionado, o líder conhece bem o papel de cada um de seus colaboradores dentro da empresa e como a informação pode ajudá-los a se desenvolverem pessoal e profissionalmente.

 

Como notou, há um grande abismo de diferenças entre chefes e líderes. Em qual perfil você se encaixa?