Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

A importância de dar autonomia aos colaboradores!

Muitos gestores ainda hesitam em dar autonomia ao colaborador por que possuem uma ideia errada do que isto significa.

Dar autonomia não é o mesmo que permitir que os colaboradores façam o que bem desejarem no ambiente de trabalho. A autonomia ao colaborador está relacionada a incentivar o colaborador a pensar fora da caixa e inovar, muitas vezes, fazendo as mesmas coisas de forma diferente.

O colaborador que pode usar a criatividade no seu dia a dia é mais produtivo e comprometido com a empresa, pois se sente valorizado e parte integrante de algo maior e melhor.

No artigo de hoje, falaremos sobre a importância de dar autonomia para os colaboradores e o que pode ser feito para incentivar isso. Acompanhe!

 

Autonomia ao colaborador: o que significa?

Apesar de ser a autoridade máxima dentro do ambiente de trabalho, o gestor não precisa – e nem deve – tentar controlar tudo o que acontece. Na maior parte das vezes, a tentativa de controlar tudo resulta em um desgaste enorme que pode até comprometer sua atuação e, assim, surtir o efeito contrário ao esperado.

Se você se identifica com o que colocamos acima, é preciso compreender que o funcionamento de uma empresa é bem semelhante ao funcionamento de um órgão do corpo, que é composto por uma infinidade de células. Cada uma delas tem o seu papel dentro do todo e elas sabem exatamente o que fazer.

Quando uma célula tenta controlar o que as outras fazem, acontece o desequilíbrio, ou seja, a doença daquele órgão.

Pois é isso que acontece com a empresa. Cada colaborador tem o seu papel dentro de um todo, inclusive o gestor. Neste caso, o papel do gestor é deixar que cada célula (colaborador) tenha autonomia para entregar o resultado esperado. Isso é autonomia.

O modo como cada trabalhador desenvolve seu trabalho é único, pois cada indivíduo é único. Assim, o gestor observa os resultados que suas equipes entregam, dando autonomia para que alcancem tais resultados com criatividade.

Outro ponto que é preciso levar em consideração é que, o colaborador foi escolhido por meio de um processo de seleção e por ter sido considerado o que estava mais bem alinhado às necessidades da empresa naquele momento.

Está aí mais um motivo para que o gestor dê autonomia ao colaborador: confiança em suas capacidades e habilidades. Afinal de contas, aquela pessoa não ocupa uma vaga na sua empresa à toa, certo?

 

Como dar autonomia ao colaborador?

O gestor precisa, em primeiro lugar, confiar em sua própria liderança. Se as equipes estão formadas por colaboradores que possuem habilidades técnicas e experiência, por que não permitir que eles mostrem o que são capazes de fazer?

Na teoria pode até parecer algo simples, mas para alguns gestores, não é. Portanto, listamos abaixo algumas dicas para incentivar a autonomia ao colaborador. Confira!

 

Comunique claramente as metas a serem alcançadas

A comunicação clara e transparente é uma ferramenta poderosa no ambiente de trabalho. Dessa forma, a primeira coisa que o gestor deve fazer é comunicar claramente aos seus colaboradores as metas que deverão ser alcançadas e a expectativa de prazo para que os resultados sejam entregues.

Fazer com que os colaboradores trabalhem no escuro, sem que tenham ideia do que é esperado deles e em quanto tempo devem entregar os resultados, é atitude de quem não confia na equipe que escolheu.

Ao nortear o trabalho e estipular um prazo para que seja realizado, o colaborador pode encontrar maneiras criativas e otimizadas de entregar o melhor em menor tempo, surpreendendo pela sua capacidade de inovação.

 

Nem tudo deve ser controlado

Como mencionado no início deste artigo, nem tudo deve ser controlado.

Se você, como gestor e líder, comunicou claramente as metas a serem alcançadas e o prazo médio para que isso ocorra, permita que cada colaborador encontre a melhor maneira de desenvolver o trabalho e chegar ao objetivo pelas próprias pernas.

Desde que sigam os indicadores de qualidade de trabalho, deixe que cada colaborador mostre o que faz de melhor.

 

Mostre confiança para que tenham confiança em você

O líder sabe que para ganhar confiança e respeito de suas equipes, precisa mostrar o mesmo.

Ao dar autonomia para o funcionário, o gestor mostra que respeita, confia e valoriza o trabalho de cada um. Isto reverterá em admiração as suas capacidades de liderança e o resultado refletirá em equipes de alta performance altamente integradas e trabalhando em harmonia.

 

A autonomia dos colaboradores é importante para fortalecer o comprometimento das equipes com a empresa. Uma equipe sincronizada está em vantagem competitiva no mercado e poderá conseguir resultados melhores.