Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
papel do CEO

Qual é o papel do CEO na gestão de pessoas?

O papel do CEO nas empresas é bastante importante. Ele é o porta-voz empresarial, representa a corporação e se responsabiliza por tomadas de decisões bastante complexas que na maioria das vezes inclui riscos.

Esse profissional também assume um papel perante a gestão de pessoas. É essencial que ele trabalhe junto ao RH e saiba como sua figura é influente e importante diante do gerenciamento humano.

Conheça, hoje, mais sobre o assunto.

Qual é o papel do CEO em uma empresa?

CEO é a sigla que corresponde a “Chief Executive Officer” que em bom português nada mais é do que o Diretor-Executivo da corporação. Esse é o mais alto grau na hierarquia de uma empresa.

papel do CEO

Esse profissional é responsável por uma série de questões. Por ele passam, dentre outras atividades e responsabilidades:

  • Decisões estratégicas e que muitas vezes envolvem risco;
  • Gerenciamento e destino dos recursos financeiros e humanos;
  • Comunicação interna, entre a área operacional e a administração;
  • Representar os gestores e os colaboradores, enquanto grupo, perante conselhos de acionistas;
  • Refletir a imagem da empresa.

Veja que são várias atividades e todas elas com alto grau de responsabilidade. E não é só isso. Atualmente o papel dom CEO passa por mudanças que são causadas principalmente pelo novo olhar que se dá às empresas.

A valorização do capital humano e da importância dele para as corporações faz com que o CEO se aproxime da gestão de pessoas. Isso não significa que ele estará no dia a dia do RH e sim que ele passa a ter conhecimento e influencia nessa gestão.

Veja o que diz Eduardo Machiori, CEO da Mercer no Brasil, que resume bem esse novo papel do Diretor-Executivo mediante os colaboradores da empresa:

“(…) meu objetivo hoje continua sendo o mesmo: alinhar incentivos, colocar as pessoas certas nos lugares certos e destravar os nós para que o negócio prospere”.

Note que essa declaração já revela muito sobre como a gestão de pessoas está entrando nas responsabilidades do CEO e como o radar desse profissional deve se voltar para os colaboradores e as políticas que lhes envolvem.

Continue lendo para ver mais sobre o papel que o CEO de uma empresa assume perante a gestão de pessoas e como isso pode ser positivo para a empresa e para o desenvolvimento da imagem e cultura organizacional dela.

Papel do CEO junto à gestão de pessoas

Como falamos brevemente, hoje o CEO deve se envolver com questões que vão além da tomada de decisões estratégicas e do gerenciamento de recursos. Como alguém que representa a imagem empresarial, ele deve usá-la internamente também.

Isso é possível nos casos em que ele utiliza, realmente, sua influência. Demonstra comportamentos em frente aos colaboradores como inteligência emocional para a resolução de conflitos.

papel do CEO

Outros exemplos são a forma de comunicação, a abertura para conversar e para ouvir novas ideias. Nesse mesmo sentido, ele deve se preocupar com seus colaboradores de forma a buscar a melhor experiência para ele.

Ao ser questionado sobre a influência do CEO na área de gestão de pessoas, Machiori destaca a importância da relação entre esse profissional e essas atividades justamente nesse sentido:

“É meu principal assunto atualmente. E o que torna maior meu desafio é que nosso público interno é muito crítico e exige uma postura diferente de mim e de nosso RH. Então preciso ficar atento para ter, dentro de casa, a mesma excelência do que entrego a meu cliente.

Veja abaixo como é o papel do CEO na gestão de pessoas.

Apoio e fomento às atividades do RH

Um RH forte e capaz de tomar decisões para estratégias de gestão de pessoas é importante dentro das empresas. Para isso ele precisa de ferramentas tecnológicas e de autonomia para agir (de acordo com objetivos pré-estabelecidos, é claro).

O RH precisa ter recursos para melhorar a gestão dos colaboradores. Isso é possível pela automatização de algumas atividades e pela captação de informações em tempo real. Um bom exemplo disso é o controle de ponto digital.

Eles evitam que o RH tenha que fechar manualmente, ao final do mês, o cartão ponto, o banco de horas e os cálculos de pagamentos de horas extras. Isso dá mais tempo ao departamento e causa menos estresse.

E onde o CEO entra aqui? Ele é quem dá essa liberdade para o RH agir. Ele também deve acompanhar o setor, conhecer as falhas e os pontos positivos do setor e da própria gestão de pessoas e ajudar nas soluções.

Conhecer quais são os entraves que suas equipes encaram permite que o CEO se aproxime delas e da equipe de gestão. Veja o que diz Daiane Andognini, CEO da Hug:

 “A transformação vem das pessoas e elas são cruciais nesse momento de virada para as empresas, em que é preciso se reinventar de forma rápida e constante para se manter relevante e competitiva, sob o risco de não sobreviver a este cenário. As lideranças, aliadas a um time de gestão de pessoas atento aos desafios e mudanças necessárias nos últimos meses, serão responsáveis por redefinir rotas e apontar novos caminhos para o negócio”.

Exemplo de conduta

A conduta dos colaboradores é muito importante. E de nada serve visar uma cultura organizacional se os líderes não a respeitam. O papel do CEO, aqui, é influenciar positivamente e ser exemplo de condutas.

Resolução de conflitos

A inteligência emocional é uma vantagem que ganha a cada dia mais holofotes. Ela é uma das grandes capacidades que serão essenciais ao profissional do futuro. E ela deve estar presente no trabalho do CEO.

papel do CEO

Como ele toma decisões importantes e estratégicas, deve ter pleno controle para resolver imprevistos e problemas sem que isso saia do controle. A mesma coisa ocorre em relação à resolução de conflitos internos.

O papel do CEO na gestão é demonstrar como utilizar a razão mesmo quando a situação está saindo do controle.

Política de Feedbacks

O CEO pode se envolver na gestão em relação à adoção de políticas de feedback. Ele deve ter noções de como os colaboradores estão se saindo, quem são os destaques de cada equipe e quais são as dificuldades dos líderes.

A partir disso ele deve auxiliar no desenvolvimento de uma política de gestão que resolva esses problemas, contorne os obstáculos nas atividades diárias e fomente os colaboradores.


Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau