Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
RH

RH e departamento pessoal: Qual é a diferença?

As empresas costumam possuir diversos setores e cada um deles é responsável por atividades específicas que possuem demanda empresarial, dentre esses departamentos estão o RH (recursos humanos) e o departamento pessoal.

Que apesar dos nomes semelhantes não são sinônimos e prestam serviços diferenciados dentro da instituição.

Saber a diferença entre cada um dos departamentos é importante para que o correto direcionamento de atividades e demandas seja realizado. Conheça abaixo as diferenças entre esses setores de uma empresa e quais são as principais atividades de cada um deles.

Departamento Pessoal x RH: Qual é a diferença?

Com nomes muito semelhantes esses dois setores de uma empresa podem facilmente causar confusão. É possível diferenciá-los com algumas dicas simples que são relacionadas à natureza das atividades prestadas por cada um desses departamentos que lidam com os colaboradores que prestam serviços à empresa.

O departamento pessoal é responsável pelas partes burocráticas relacionadas à empresa. Ele é responsável por garantir o cumprimento das leis trabalhistas e por desenvolver os procedimentos administrativos e burocráticos relacionados a todos os empregados.

Suas atividades envolvem o controle de horas trabalhadas, a gestão e concessão de férias e o contato com órgãos públicos de fiscalização.

Já o departamento de recursos humanos lida com os colaboradores em ações mais específicas que não são consideradas burocráticas. Ele se dedica à gestão de pessoas e ao desenvolvimento de programas internos que buscam aumentar a produtividade e o engajamento dos colaboradores nas suas atividades diárias.

A função do setor de recursos humanos tem viés estratégico e visa avaliar a empresa e os setores e buscar soluções que sejam favoráveis a todos os envolvidos.

Departamento Pessoal: Conheça as atividades

1.      Admissão de colaboradores

Como responsável pelas questões burocráticas concernentes aos empregados o setor de departamento pessoal é quem processa a admissão de um novo funcionário.

O processo de seleção é realizado pelo RH e o departamento pessoal apenas finaliza a contratação em relação à documentação necessária e prazos para sua entrega.

2.      Elaboração da folha de pagamento

Essa é considerada a atividade mais importante que é de responsabilidade desse setor e diz respeito à elaboração do documento em que serão listadas todas as verbas que serão pagas ao empregado e os descontos que eventualmente são promovidos.

Para o desenvolvimento da folha de pagamento esse departamento de uma empresa precisa considerar diversos aspectos cruciais para que o procedimento atenda às previsões legais e seja efetivo.

Retenção do imposto de renda, pagamento de férias, descontos de horas faltantes, pagamento de labor extraordinário, recolhimentos previdenciários e de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço estão dentre esses pontos que devem ser observados atenciosamente.

3.      Controle de jornada e do banco de horas

O controle de jornada está diretamente relacionado ao desenvolvimento da folha de pagamento e ele deve ser efetivo e seguro.

Os cuidados relacionados ao controle de ponto dos empregados são exercidos pelo departamento pessoal.

Para auxiliar nessas tarefas e desburocratizar essa atividade, aumentando a produtividade, é indicado que a empresa adote um sistema de ponto digital como o oferecido pelo OiTchau que permite o desenvolvimento automático e informatizado dessas documentações.

4.      Controle de férias

O controle de férias, o pagamento e a concessão desse período são atividades cuja responsabilidade para ao departamento pessoal.

Departamento RH: aprenda o que faz

1.      Recrutamento e seleção de novos colaboradores

É verdade que quem finaliza o procedimento de contratação de novos colaboradores é o departamento pessoal, que o faz apenas depois do setor de recursos humanos ter realizado todo o processo seletivo da empresa.

O processo seletivo varia conforme a natureza da empresa e das atividades que serão prestadas pelo novo empregado. Pode incluir prova, atividades em grupo, entrevistas e testes psicológicos. Todas essas atividades são coordenadas pelo departamento de recursos humanos com base em estratégias previamente definidas.

2.      Integração de novos empregados

A integração é chamada de onboarding e corresponde ao auxílio que é oferecido por uma empresa para a adaptação do empregado na organização. O RH é o responsável e o faz pela apresentação aos novos colegas, ao espaço empresarial, às atividades prestadas e ao esclarecimento das políticas internas.

3.      Avaliação de desempenho

Uma empresa depende em larga escala dos serviços que são desenvolvidos pelos colaboradores. Isso significa que a produtividade dos empregados e a qualidade das atividades prestadas por eles são importantes e devem ser observadas.

O departamento de recursos humanos é quem realiza essas avaliações. Ele não se limita apenas a avaliar o empregado e seu desenvolvimento perante a organização. O procedimento de avaliar é possibilitado ao colaborador em relação à empresa e às críticas e elogios que ele tem em relação à instituição.

4.      Treinamento e desenvolvimento

É importante que os trabalhadores desenvolvam seus conhecimentos práticos e teóricos referentes às atividades laborais que prestam. Para isso ao departamento de recursos humanos cabe desenvolver treinamentos e programas de desenvolvimento dos colaboradores.

Isso pode ser colocado em prática por meio de workshops, cursos, seminários e mesmo por materiais informativos enviados para os empregados.

5.      Retenção de talentos

O departamento de recursos humanos desenvolve estratégias para o desenvolvimento do colaborador dentro da empresa e o crescimento tanto da organização quanto do próprio empregado.

A retenção de talentos faz parte das atividades de responsabilidade do RH. Isso significa que ele trabalha de modo a evitar rescisões e necessidades constantes de novos processos seletivos, que são dispendiosos temporalmente e financeiramente.

É evitada a necessidade de buscar novos profissionais qualificados no mercado e a organização garante que possui colaboradores que conhecem as atividades a fundo e que a prestam com qualidade.

6.      Desenvolvimento de planos de cargos e salários

Os colaboradores de recursos humanos desenvolvem para a empresa políticas internas que podem ser aplicadas para aumentar a produtividade, melhorar o clima organizacional e garantir a retenção de talentos.

Um dos principais diz respeito aos planos de cargos e salários. Ele corresponde às previsões quanto aos requisitos necessários para obter uma promoção e quais são os caminhos que são disponibilizados para os colaboradores dentro da organização.

Outro tipo de plano que pode ser colocado em prática pelo RH é o de horas extras e jornada. Estipulam-se o número de horas extras permitidas mensalmente, em quais situações elas podem ser realizadas e se há necessidade ou não de autorização prévia para que a jornada seja extrapolada.

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau