Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
gestores em home office

Gestores em home Office: como liderar com desempenho?

Os gestores em home office lidam com uma grande pressão e uma novidade que lhes foi imposta sem aviso prévio: liderar remotamente. Isso não é tão fácil quanto parece e nem todos estavam preparados para o que estava por vir.

Com a adoção do home office quase que obrigatoriamente em todas as empresas por causa da pandemia de Covid-19, as equipes se viram deslocadas do dia para a noite. Veja como gerir de forma que as mudanças não afetem o desempenho da equipe.

O que muda para o gestor com o home office?

gestores em home office

O home Office é o trabalho remoto que o colaborador presta a partir de sua casa. Ele já existia antes de 2020 e vinha crescendo exponencialmente. O que acontece é que ano passado a sua adoção se tornou crucial e imediata.

E isso não deu tempo para inúmeras empresas se programarem quanto à melhor forma de praticar esse tipo de trabalho. Os gestores em home office encontraram inúmeros obstáculos.

Eles não são exclusivos a quem aderiu ao home Office ano passado, atingindo também quem ainda irá utilizá-lo. É importante conhecer as principais dificuldades como uma forma de prever as soluções e se precaver aos problemas.

Veja quais são as principais dificuldades que se impõem ao home Office e à liderança remota:

  • Dificuldade de colaboração;
  • Falta de comunicação clara e efetiva;
  • Sentimento de isolamento;
  • Problemas com reuniões em videochamada;
  • Existência de distrações no home office;
  • Dificuldade de desconectar-se ao final do dia;
  • Problemas com a estrutura necessária ao home office e dificuldades técnicas.

Como os gestores em home Office podem liderar de forma efetiva e mantendo o desempenho?

gestores em home office

Separamos abaixo algumas dicas essenciais de como os gestores podem liderar remotamente sem que haja a queda da produção e da qualidade das atividades das equipes. Continue lendo e as confira e veja como colocar em prática!

Caso seja possível permita que cada colaborador determine sua escala de trabalho

A nossa primeira dica é dar aos colaboradores liberdade para definir suas escalas de trabalho. Considere que a mudança para os colaboradores também foi brusca. E a casa deles nem sempre é o ambiente ideal para a prestação de serviços.

Nesse caso é necessário considerar:

  • A divisão de espaços dentro de casa, com outras pessoas;
  • Horários de melhor produtividade;
  • Momentos em que ao colaborador se faz possível realmente focar sem distrações de terceiros.

Considere que essas distrações podem ocorrer por conta de outras pessoas no mesmo ambiente. Ou mesmo por barulhos de trânsito ou construções que aconteçam, durante o dia, próximos à residência do colaborador.

Nesse sentido, obrigá-lo a manter seus serviços em horário comercial quando ele não trabalha diretamente com o público será algo negativo, eis que não contará com toda a atenção dele.

O gestor em home office precisa praticar a empatia em relação aos seus colaboradores e entender que a adaptação para ele pode sofrer com inúmeras distrações em casa e responsabilidades no lar.

Diante de tudo isso, considerar permitir que os colaboradores definam suas escalas, com manutenção da jornada contratual (número de horas) é uma boa estratégia. Isso, é claro, para as empresas que realmente consigam aplicá-la.

Um ponto importante aqui é determinar um horário comum que os colaboradores devem estar presentes. Isso pode ser todos os dias ou periodicamente.

Busque colocar em prática uma comunicação efetiva

Como vimos acima um dos principais problemas do gestor em home office se refere à comunicação. A falta de diálogo presencial pode dar muitas lacunas de interpretação e frases e intenções podem sair de contexto.

Isso acontece principalmente na linguagem escrita. Diante disso o gestor precisa se preparar para usar a linguagem mais direta e objetiva possível, que não dê margem às interpretações errôneas.

Estabelecer as melhores formas de comunicação para cada situação, problema e grau de urgência é outra forma de melhorar esse diálogo. Não só entre o gestor e a equipe, eis que os colaboradores tendem a se comunicar melhor entre si.

Demonstre confiança pela equipe

Um gestor que queira obter sucesso em tempos de home office deve demonstrar confiança para a equipe.

Note que a própria adoção do teletrabalho, quando não imposta por questões pandêmicas, já é por si só um ato de confiança. É permitir ao colaborador que ele preste seus serviços fora das vistas da chefia.

É necessário que o gestor continue dando a mesma atenção e confiança aos colaboradores. Isso significa não pedir, de hora em hora, atualizações de um projeto ou pressionar para saber se algo será concluído.

Se isto ocorria perfeitamente presencialmente, dê uma chance aos colaboradores. Isso evita efeitos reversos que podem atrapalhar o desenvolvimento dos projetos.

Acompanhe as entregas e os resultados

É muito importante que os gestores em home Office saibam o que está acontecendo, mesmo que em termos gerais. Use um software de gestão que ajude você a saber como estão as execuções das tarefas.

Dê feedbacks

Os gestores em home office devem manter suas políticas de feedback. Essa é uma forma de ficar de olho no desempenho do colaborador e poder ouvi-lo quanto à avaliação que ele faz da empresa e como esta pode ajudar suas equipes.

Tenha uma agenda de reuniões por vídeo

As reuniões por vídeo ajudam a integrar os colaboradores. O home office é algo que pode desgastar em relação à falta de contato social. E uma forma de evitar que isso ocorra é pela adoção de reuniões periódicas em videochamadas.

Nelas, incentive seus colaboradores a trocarem idéias. Lembre-se de que nesses casos é necessário ter reuniões especiais ou parte nas reuniões tradicionais para o simples contato.

Lembre-se de agendá-las com antecedência para que todos os interessados ou envolvidos possam participar.

Compartilhe com os colaboradores o que deu certo no seu home office e troque informações

Outra forma dos gestores em home office arrasarem e aproximarem seus colaboradores é pelo compartilhamento de truques, dicas e adoção de hábitos que o ajudaram a se acostumar ao trabalho remoto.

Ao fazê-lo, pode incentivar que outros colaboradores compartilhem experiências. Isso pode ajudar a inúmeros colaboradores ao mesmo tempo em que promove o diálogo e o contato entre os funcionários entre si e com o gestor.

E isso também demonstra que todos estão no mesmo barco. O problema de um colaborador pode não lhe ser único. E isso ajuda no desenvolvimento da noção e do sentido de pertencimento, que é tão cara às empresas.

Enviar comentário

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau