Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp

Feedback: o que é, para que serve, quais os tipos?

Saiba quais são os tipos de feedback, como aplicá-los na sua empresa, o que deve ser evitado, a sua importância e para o que serve

A cultura organizacional é repleta por diversas ações, que contribuem com a boa convivência da equipe, o feedback é essencial para que isto aconteça, pois é o momento em que todos podem opinar e ouvir críticas construtivas dos colegas de trabalho.

Mas nem sempre o feedback é bem-vindo por alguns integrantes, por conta disso é importante desenvolver um modelo próprio para lidar com a situação sem que gere conflitos e desconfortos internos.

Para isso é importante se inspirar em modelos já existentes, e também ouvir a equipe para que o processo seja agradável a todos, separamos os principais assuntos para te ajudar a construir uma excelente política de feedback. Confira:

  • O que é feedback?
  • Para que serve o feedback?
  • Qual a importância do feedback?
  • Saiba 5 tipos de feedback
  • Como realizar rodadas de feedback?
  • Quais as vantagens de utilizar o feedback?

Boa leitura!

O que é feedback?


Na tradução em inglês significa dar resposta, para ser mais exato é um método conhecido como dar retorno, no qual um colaborador indica críticas construtivas e destaca qualidades de seus colegas de trabalho que praticam a escuta ativa durante a fala.

Desta maneira todos falam e são ouvidos, e saem com pontos a serem mantidos e outros a serem melhorados, tudo relacionado a jornada de trabalho e boa convivência da equipe. Seguindo a ordem de enquanto um fala os outros somente escutam sem opinar.

É preciso ter uma preparação antes de entregar o feedback ao colega e também para recebê-lo, pois após pode abrir espaço para uma discussão saudável como também pode dar a opção de só absorver e não falarem sobre o assunto.


Para que serve o feedback?


Serve para a realizar avaliações de colegas de trabalho, gestores, da própria empresa e até mesmo de processo, é tudo que pode ser exposta uma opinião ou sugestões voltadas à melhorias em relação a comportamentos ou técnicas.

Os resultados dessas análises contribuem para melhorar a qualidade dos processos e da relação em equipe, para gerar comparativos e assim saber se realmente houve evoluções após as devolutivas, se teve pioras ou se manteve estável.

Assim pode ser realizado um controle de pessoal, troca de colaboradores, mudanças de setor e também mudanças na política da empresa, para tornar a prática cada vez mais agradável e facilitada.

Qual a importância do feedback?


Além de gerar resultados mensuráveis para comparativos, contribuir na melhoria de processos e meio profissional, também tem a importância de trazer alternativas para a gestão de pessoas

É uma sinalização intuitiva do que está sendo um problema  para ser evitado durante o processo, e também o que está sendo positivo para continuar impulsionando a equipe e  assim fortalecer a comunicação interna.

E esta comunicação interna precisa ser objetiva, direta e neutra para não gerar influência e nem juízo de valor sob as opiniões dos liderados, porque a comunicação é o ponto chave para boas tomadas de decisões e na conexão de empatia com os colaboradores.

Saiba 5 tipos de feedback

Existem diversas maneiras para realizar aplicação na sua empresa, separamos os 5 principais tipos para já começar a testar junto com a sua equipe qual melhor se adequa aos colaboradores e qual é preciso evitar.

  1. Positivo

    É uma maneira de dar destaque às ações que têm bons resultados e que são aprovadas pela equipe, é uma maneira de gerar motivação com o intuito de que sejam mantidas, é vista como uma espécie de elogio também.
  2. Negativo

    É o modo delicado de destacar o que não teve bons resultados, comportamento e ação que está desagradando ao tempo e precisa ser modificado. É preciso cuidar do modo que direciona a opinião para que ninguém se sinta endido.
  3. Pessoal

    Quando o colaborador se destaca individual, seja pelo bom tratamento e disponibilidade com a equipe ou por ter entregue tarefas de qualidade em curto prazo estipulado.

    Esse reconhecimento pode ser direcionado no individual ou frente aos outros colaboradores como uma maneira de incentivar-los a seguir o exemplo.
  4. Ofensivo ainda

    mais delicado que o negativo, pois aponta perda de qualificação e pode gerar sentimentos de revolta e até mesmo reações de cunho emocional se não para repassado com cautela e empatia.

    Pode sugerir mudanças e focar em não ofender ou diminuir o colaborador, tratando o assunto de maneira delicada e até mesmo oferecendo ou curso para que se desenvolva mais.
  5. Construtivo

    semelhante ao positivo, qualidades e qualidades certas para que intensifique essa entrega que gera bons resultados para a equipe e para a empresa.

    Pode ser oferecido um plano de carreira, premiação e até mesmo títulos que façam o colaborador se sentir valorizado, como desenvolvimento pessoal e profissional que contribui para o crescimento de entregas para a empresa.

Como a maioria dos feedbacks é preciso ter cautela, objetividade e coesão, além de entregar também precisa recebê-lo, mas antes de qualquer coisa é preciso saber como pode aplicar dentro da sua empresa.

Como realizar rodadas de feedback?

É preciso tomar algumas precauções na hora de aplicar, a primeira delas é perguntar para a equipe como gostariam que fosse feito: de maneira geral ou individual, de anônima ou mais dinâmica. Se atente aos seguintes passos:

  • Após pesquisa interna defina como será aplicado;
  • Escolha uma plataforma para gerar a interação (em caso de home office) ou defina um ambiente confortável para a realização presencial;
  • Preze pela praticidade e objetividade na hora das falas;
  • Estipule um tempo de fala para que todos tenham a mesma quantidade;
  • Colocar a abordagem podendo ser primeiro os feedbacks mais delicados e por último os que trazem sentimentos mais positivos;
  • Guie com direcionamento e controle para que as falas não sejam interrompidas e para que não haja conflitos;
  • Disponibilize blocos para anotarem as devolutivas entregues e recebidas.

Seguindo esses passos é possível evitar problemas e manter todo o processo com compreensão e harmonia, alguns colaboradores podem não gostar do feedback mas caso seja decidido que todos devem fazer, basta ter mais cautela com eles.

Quais as vantagens de utilizar o feedback?

É possível analisar o comportamento técnico e pessoal de cada colaborador, a partir de perspectivas e pontos de vistas diferentes, além de tomar nota no que precisa ser adaptado e trocado dentro da empresa. As principais vantagens são:

  • Aperfeiçoamento constante;
  • Reconhecer erros e corrigi-los;
  • Gerar novos desafios e motivações;
  • Com  melhorias reduz o turnover;
  • Diminuição de níveis hierárquicos;
  • Mais qualidade nas entregas;
  • Cria um ambiente de trabalho mais transparente.

Quando a equipe sente que pode se expressar, que tem o trabalho notado e os pontos positivos valorizados, passam a acreditar mais na empresa, se tornam mais produtivos e se sentem mais empenhados.

Veja também: Pesquisa de satisfação dos funcionários: por que e como fazer?

Enviar comentário

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau