pessoas em uma pessoa em uma entrevista estruturada

Entrevista estruturada: O que é e como fazer?

A entrevista estruturada é um modelo que se aplica no processo de seleção e recrutamento das empresas. Ela segue uma lógica bastante específica e, assim, busca tornar os processos seletivos mais justos e equilibrados.

Assim, pode ser uma boa oportunidade para as empresas. Conheça hoje, então, mais sobre esse tipo de entrevista de emprego. Igualmente, confira seus pontos negativos e positivos, bem como colocá-los em prática.

Sumário

O que é entrevista estruturada?

Pessoa entregando o contrato admissional após a entrevista estruturada

Dá-se esse nome aos tipos de entrevistas de seleção e recrutamento que se baseiam em um formato predeterminado. Isto é, possui uma estrutura com passo a passo já definido e que será colocado em prática sempre.

Nesse caso, então, a estrutura se ilustra na disposição de perguntas que comporão a entrevista. Essas perguntas se aplicam em todos os processos seletivos para determinado cargo.

Aqui, aliás, é necessário esclarecer que cada cargo e área possuem uma entrevista estruturada própria. E isso se torna quase óbvio, uma vez que cada tipo de função requer habilidades e experiências específicas.

Assim, essa entrevista se desenvolve para os diversos setores e cargos. Sempre que houver necessidade de um novo recrutamento aplica-se a estrutura correspondente à função para qual a seleção se volta para todos os candidatos.

Quais são as vantagens de uma entrevista estruturada?

Existem vários pontos positivos nesse tipo de entrevista. Confira alguns dos principais!

Processo justo e equilibrado

Primeiramente, ao aplicar esse tipo de entrevista a sua empresa garante a padronização das entrevistas. Por isso, todos os candidatos terão as mesmas oportunidades e responderão às mesmas perguntas. Com isso, o processo pode se mostrar mais justo.

Objetividade

Outro ponto interessante é que a entrevista estruturada é objetiva.

Você começa em uma pergunta e termina em outra, sempre seguindo o mesmo caminho e a ordem dos questionamentos. Não há espaço para subjetividades e o processo se volta exatamente para o que importa a ele.

Otimização do tempo

Justamente por ter uma estrutura predefinida e perguntas e ordem para elas, a entrevista estruturada otimiza o tempo. Não há perda de tempo com perguntas irrelevantes; ainda, para fugas do assunto.

Desse modo, é possível que a entrevista ocupe menos tempo sem deixar de obter as informações que são necessárias.

Garanta a coleta de informações importantes

Por fim, quando o entrevistador sabe as perguntas que deve fazer ele evita que se esqueça de levantar perguntas importantes. Em outras palavras, ele não deixa passar em branco informações relevantes para a seleção de candidatos.

Quais são as desvantagens da entrevista estruturada?

Apesar de muito interessante, a entrevista que se diz estruturada também possui algumas falhas e pontos negativos.

Rigidez

Um dos pontos não tão bons da entrevista estruturada é que ela é rígida. E isso pode fazer com que se perca de saber algo sobre o candidato ou sua trajetória que se mostre interessante para a empresa. Ainda, pode fazer com que a entrevista se torne obsoleta caso não haja sua revisão constante.

Restringe o candidato

Embora seja importante ter objetividade, a entrevista estruturada pode restringir o candidato da entrevista. Note que muitas vezes não se trata de uma resposta “sim” ou “não” ou imediata, mas sim que requer um desenvolvimento de raciocínio. E esse tipo de entrevista, caso não seja bem desenvolvida, pode levar a isso.

Como desenvolver uma entrevista estruturada? Confira passo a passo

Várias pessoas ao redor de uma mesa em uma entrevista estruturada

Esse tipo de entrevista, como vimos acima, conta com algumas desvantagens, mas muitas vantagens. Caso bem desenvolvida, então, ela pode ser bem interessante para a empresa e para melhorar os seus processos seletivos, em especial a entrevista.

Por isso, veja nos itens que seguem o passo a passo para desenvolver uma entrevista estruturada.

Conheça o cargo e suas necessidades

Antes de tudo é necessário saber o que a função exige. Também, como se desenvolve no dia a dia. Em caso contrário será impossível determinar uma estrutura que realmente auxilie na seleção.

Por isso, é importante saber as competências que são importantes. Da mesma forma, conhecimentos e diplomas necessários.

Critérios de avaliação

O segundo passo é que a partir das informações obtidas no item anterior se determine o que deve ser analisado. Isto é, quais são os pontos que são relevantes para esse cargo. Por exemplo, considere que para algumas funções a experiência é importante; para outras, não.

Assim, determine os critérios. Eles incluem, dentre outros, diplomas, experiência anterior, conhecimento de línguas estrangeiras. Outros bons exemplos são oratória e competências. Dentro de cada um determine escalas de “bom”, “excelente”, “médio” ou “ruim”.

Estruture a entrevista com tópicos específicos

Depois de saber quais são os critérios que a sua entrevista estruturada necessita, estruture-a. Ou seja, saiba por qual ponto ela começa e em qual termina. Igualmente, quais são os pontos que ligam esse trajeto. Por exemplo:

  • Apresentar-se e introduzir a entrevista;
  • Cultura organizacional (apresentá-la e trazer questionamentos para entender compatibilidade);
  • Conhecer as experiências e capacidades;
  • O que o candidato espera e se tem exigências;
  • Próximos passos da entrevista.

O modelo acima é bem simples, mas dá uma boa noção de como é possível estruturar essa entrevista. É claro que há pontos que devem ser adicionados ou retirados de acordo com cada caso.

Desenvolva as perguntas

Pois bem, nesse ponto você já sabe o que é relevante para escolher alguém para ocupar esse cargo. Igualmente, quais são os tópicos que comporão a entrevista e cada passo do início até o fim dela.

Então, chegou o momento de determinar as questões, em si, que serão levantadas na entrevista estruturada. Assim, desenvolva-as de acordo com a estrutura que já tem em mãos. Lembre-se sempre do que você busca saber com cada pergunta.

Treine os entrevistadores

Por fim, comece a treinar o pessoal que será responsável pela aplicação da entrevista estruturada. Assim, garanta que todos entendam como ela funciona e como colocá-la em prática. Da mesma forma, lembre-se de, junto a eles, revisar a estrutura. 

Igualmente, analisá-la de tempos em tempos para fins de atualizações que sejam importantes. Com isso, é possível melhorar seu processo de seleção e recrutamento e torná-lo mais rápido, objetivo e certeiro.

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau