Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

Como reter talentos na sua empresa: 5 estratégias!

Ter uma política eficiente para reter talentos significa economia e garantia de colaboradores de alta performance nas empresas. Para os gestores, ter os melhores do mercado trabalhando em prol da empresa é uma satisfação sem igual!

No entanto, a realidade, às vezes, é bem diferente. Nos Estados Unidos, todos os meses, cerca de três milhões de colaboradores pedem demissão e saem a procura de algo melhor. Cerca de 31% dos colaboradores se demitem antes de completarem seis meses de empresa.

 

Impacto no orçamento da empresa

Esse tipo de rotatividade sai caro para as empresas! O custo da substituição de um colaborador quando ele pede demissão é o equivalente ao dobro de seu salário. Dependendo do segmento, o custo pode ser ainda maior.

Agora, imagine que seus colaboradores possuem habilidades imprescindíveis e que sua empresa depende para manter uma posição de sucesso. A retenção, nesses casos, é ainda mais importante!

Como amenizar as taxas de rotatividade? Como aumentar a retenção de talentos? É o que vamos explicar.

 

1. Comece do jeito certo

Começar do jeito certo significa contratar a pessoa certa logo de cara. Mas o que isso quer dizer?

Uma pesquisa realizada pela Glassdoor aponta que a pessoa que contrata colaboradores já espera que o novo contratado tenha uma passagem breve pela empresa. Ou seja, a pessoa é contratada sabendo que logo pedirá demissão.

Portanto, o processo de contratação de colaboradores deve ser levado a sério. Procure alguém que tenha o perfil certo para a vaga oferecida e que tenha planos de crescer junto com a empresa.

Deixe claro, durante o processo de seleção, sobre o que será esperado do novo colaborador e o que ele poderá esperar da empresa em retorno.

 

2. Salários e benefícios competitivos

Não há como negar que salário e benefícios são fatores fundamentais na retenção de talentos. Leve em consideração que ninguém trabalha em prol de um ideal se não tiver motivos financeiros para isso.

A estabilidade financeira motiva talentos a permaneceram em seus empregos, principalmente quando é acompanhada de desafios empolgantes.

Além do salário, oferecer benefícios como convênio médico e odontológico, auxílio creche, auxílio transporte, entre outros, podem se tornar diferenciais no momento em que um colaborador precisa decidir se permanece ou deixa a empresa.

 

3. Descubra o que o colaborador realmente precisa

Complementando o fator acima, muitas empresas oferecem salários e benefícios que são facilmente encontrados nos concorrentes. Então, como fazer com que um talento não vá embora?

Descubra o que o colaborador realmente precisa! Faça perguntas e peça feedback para descobrir o que realmente os colaboradores do seu segmento precisam e não encontram em outra empresa.

Alguns talentos pulam de empresa em empresa a procura da solução de algo que o angustia no setor. Saber mais sobre essa angústia e oferecer a solução pode ser um divisor de águas na retenção!

 

4. Ofereça qualidade de vida aos colaboradores

O trabalho é apenas uma das partes da vida de uma pessoa. Por esse motivo, se a expectativa da empresa é que o colaborador passe a viver em seu ambiente de trabalho, ela terá dificuldades em reter talentos.

A empresa deve implantar medidas para otimizar as rotinas de seus colaboradores de modo a reduzir a necessidade de horas extras. Além de reverter em economia, a atitude pode, também, reduzir o índice de absenteísmo.

 

5. Contrate líderes ao invés de chefes

Muitos querem ser chefes, mas poucos desejam se tornar líderes. No entanto, vale ressaltar que as pessoas costumam abandonar os chefes para seguir os líderes.

Avalie se você e os colaboradores que ocupam cargos de autoridade possuem essas cinco características de um bom líder:

  1. Bons líderes têm uma visão clara do futuro e faz com que os colaboradores saibam a direção em que estão caminhando.  
  2. São capazes de lidar com desafios e não fogem deles. Os bons líderes lidam com os problemas assim que os encontram. 
  3. Bons líderes possuem o desejo sincero de oferecer boa qualidade a todos: colaboradores, fornecedores, clientes, gestores, etc. 
  4. Acreditam na importância das pessoas e consideram seus colaboradores o bem mais precioso da empresa. 
  5. Bons líderes inspiram confiança e fazem com que seus colaboradores se sintam confiantes na capacidade que os líderes têm de guiá-los a um lugar melhor.

 

Tenha em mente que os colaboradores possuem expectativas e desejos assim como os gestores. Por esse motivo, o segredo de reter talentos é acreditar no desenvolvimento humano!