Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
gestão fiscal

Gestão fiscal: 05 dicas para aplicar na sua empresa!

A gestão fiscal é algo essencial para a sua empresa e para o sucesso dela. Essa atividade envolve uma série de obrigações que se revelam em ações e procedimentos de cunho administrativo. Eles se voltam ao cumprimento das leis tributárias.

Essa gestão se relaciona com todos os setores e não somente com o financeiro. Ao mesmo tempo, engloba obrigações principais e acessórias relacionadas às atividades fiscais.

Mediante a variedade gigantesca de tributos, obrigações, alíquotas e de enquadramentos fiscais diversos pode complicar essas tarefas.

Pensando nisso trouxemos para você algumas dicas especiais para garantir a correta gestão.

O que é gestão fiscal?

A gestão compreende ações que levam ao cumprimento das obrigações tributárias de uma empresa. Isso envolve os lucros de uma empresa e vários outros fatores internos como o pagamento de salários e de adicionais.

Existem as obrigações acessórias e as principais e todas elas são essenciais para qualquer empresa, independentemente do tipo de regime fiscal ao qual ela se enquadra.

  • Obrigações principais: envolve a apuração de pagamentos dos tributos. São eles: taxas, contribuições e impostos;
  • Obrigações acessórias: refere-se à emissão dos documentos e escrituração deles junto à entrega desses dados aos órgãos governamentais.

Confira abaixo algumas formas inteligentes de gerir sua empresa em relação às obrigações fiscais, sejam elas acessórias ou principais. A partir desses cuidados você as torna mais eficientes e seguras.

Como fazer a gestão fiscal de maneira correta? Veja dicas para desenvolvê-la com segurança

Essas são algumas dicas que podem transformar a sua relação com os tributos e documentos relacionados a ele.

Junto a elas estão algumas explicações interessantes que tornam a gestão inteligente e eficiente.

1.   Conheça os tipos de notas fiscais

Conheça quais são os tipos de notas de cunho fiscal. Muitos empreendedores têm muitas dúvidas em relação a elas e ao conhecê-las podem esclarecer esses questionamentos e garantir o cumprimento de regras.

Nota fiscal de serviço eletrônica (NFS-e)

Esse é o documento fiscal que se presta à comprovação de prestação de serviços.

Ela se aplica independentemente to regime tributário que ele usa. Dentre os tipos de negócios que fazem uso dela estão marketplace, faculdades, cursos online.

gestão fiscal

A empresa tem a obrigação de pagar tributos municipais. É por isso que os deveres variam de acordo com o local em que a organização está instalada.

Esse é o fator que mais dificulta sua emissão para empresas, sendo preciso contatar a prefeitura.

Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica

A nota fiscal eletrônica é o tipo de documento fiscal que se destina ao consumidor final do produto.

Nele deve constar todas as transações comerciais. Ele substitui o cupom fiscal e tem grande aplicação nos comércios de varejo.

Nota Fiscal do Produto Eletrônica

A Nota Fiscal do Produto Eletrônica se volta aos produtos que são comercializados em estabelecimentos físicos ou eletrônicos (e-commerce). Ela autentica esse tipo de venda e dá validade a ela perante o fisco.

2.   Conte com o auxílio de um contador

Para garantir a saúde fiscal da sua empresa e o cumprimento de todas as atividades que a gestão fiscal inclui é contar com um contador. Esse é o profissional especializado nessa área.

Você pode tanto montar um setor contábil interno quanto contratar outras empresas e profissionais autônomos que prestem esse tipo de serviço. Seja como for, esse é o tipo de colaborador que sempre está atualizado quanto às mudanças legais.

O contador pode garantir a sua tranquilidade, assumindo todos os deveres que a sua empresa possui com o fisco.

Você evita perdas, multas e outros tipos de penalidades que podem aumentar as suas obrigações financeiras tributárias.

3.   Escolha um emissor de notas fiscais

Atualmente existem vários softwares que se voltam à emissão de notas fiscais e outras questões importantes.

Esses programas são especializados e atualizados de acordo com a mudança de leis. Eles se mantêm sempre de acordo com as normas.

gestão fiscal

Com ele você pode realizar uma série de atividades importantes garantindo o cumprimento das normas tributárias, evitando multas e deixando os documentos completos, com o devido preenchimento.

O software que se presta ao auxílio da gestão fiscal oferece essas funcionalidades:

  • Emissão automática das notas fiscais com o preenchimento correto;
  • Armazenamento das notas fiscais por 05 anos em sistemas de nuvens, garantindo o cumprimento dos prazos legais;
  • Envio automático das notas para os seus clientes e cancelamento destas em caso de desistência de compra ou negócio;
  • Aumento da produtividade do setor fiscal com automatização de inúmeras atividades que evitam erros comuns humanos em relação a essas obrigações.

4.   Utilize um ERP para a sua empresa e a gestão fiscal dela

O ERP é um tipo de programa que vem revolucionando a forma como as empresas se relacionam com os seus dados e informações. Ele permite a gravação dos dados, seu processamento e organização dentro de um só local.

Ele se presta à automatização de processos. É claro que isso melhora todas as atividades internas, tornando-as mais seguras, rápidas e produtivas.

Todos os colaboradores saem ganhando com isso. A burocracia é afastada com isso.

No que diz respeito à gestão fiscal, cabe destacar que o programa tem a capacidade de emitir notas fiscais e de integrá-las de forma segura, mantendo-as disponíveis para análise e consulta a qualquer momento.

Outro fator importante em apostar em um ERP é que esse tipo de programa, ao organizar suas informações, permite que você tenha uma visão bastante clara e ampla sobre a situação empresarial. Isso, num contexto geral, melhora a administração.

O controle financeiro é outra das questões que sai ganhando quando um ERP é adotado pela empresa.

Ele deixa disponíveis e organizadas todas as informações sobre o fluxo de caixa, as contas e os impostos pagos.

5.   Conceda aos consumidores a possibilidade de colocar o CPF na nota

A última questão que trazemos para você melhorar a gestão fiscal da sua empresa é adotar o sistema de CPF na nota.

gestão fiscal

Os estados e municípios costumam ter programas próprios, não existindo um federal.

O fator em comum que os programas possuem são as vantagens fiscais para as empresas e possibilidade de ganhos ao próprio consumidor.

Você pode ao mesmo tempo aumentar as vendas, atrair mais clientes e ganhar descontos no fisco.

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau