Gerenciamento de riscos em projetos: o que é e como lidar?

Saiba quais são os principais riscos, como evitá-los, as principais características e como planejar o gerenciamento de risco da sua empresa

É tarefa fundamental do RH dominar estratégias que controlem o gerenciamento de riscos em projetos de uma empresa, para proteger a companhia e seus colaboradores, a fim de não serem prejudicados através dos clientes.

Cautela é o passo essencial para iniciar esse tipo de processo, mas existem diversas  medidas para evitar que os projetos cheguem a esse ponto, por isso o gerenciamento precisa ser aplicado da maneira correta.

Pensando nisso, separamos as principais informações para o seu RH e a sua empresa estarem preparados para a inicialização do gerenciamento de riscos em projetos, que já deve ser iniciada antes dos problemas piorarem.

Confira:

  • O que é gerenciamento de riscos em projetos?
  • Riscos X Conflitos X Crises
  • Como lidar com a gestão de riscos?
  • Quais as principais caracteristicas?
  • Quais ferramentas auxiliam o gerenciamento de risco em projetos?
  • Como a Oitchau pode te ajudar no gerenciamento de riscos em projetos?

Boa leitura!

O que é gerenciamento de riscos em projetos?

São os processos que analisam as chances de determinada falha ou problema acontecerem no decorrer do projeto. Alguns riscos não podem ser evitados, mas com o gerenciamento é possível amenizar e manter um controle.

Assim é possível identificar todas as probabilidades, para ter uma preparação de como lidar caso o risco se torne um problema. 

Um exemplo é, se um enfermeiro trabalha frente a pacientes que estão contaminados com a covid-19, apesar de todos os processos de higienização e segurança, ele corre o risco de ser contaminado e até mesmo de passar para a sua família.

Com o gerenciamento de riscos, esse enfermeiro precisa passar um tempo isolado, realizar testes para saber se está positivo constantemente e não deixar de realizar os procedimentos de higiene e proteção em nenhum momento.

O mesmo pode ser com edifícios que se não forem bem estruturados e analisados pro arquitetos e engenheiros, pode vir a desmoronar e também dentro das empresas, se um conflito não é resolvido o andamento do projeto pode ser prejudicado.

Como lidar com a gestão de riscos?

Seguindo algumas etapas essenciais para o processo de gerenciamento de risco, é possível conseguir se prevenir e obter maior sucesso de resolução.

Separamos os principais passos para já começar a lidar com a sua gestão de riscos:

  • Planejamento: cronograma de ações e acompanhamentos;
  • Pesquisa: identificar que pontos podem gerar riscos ao projeto;
  • Avaliação: verificar grau de urgência para ser avaliado primeiro;
  • Análise numérica: quantidade de riscos no objetivo do projeto;
  • Redução de riscos: verificar se as ações de amenização funcionaram;
  • Aplicar novas ações: a cada correção deve adaptar o gerenciamento;
  • Acompanhamento: monitoramento de todos os passos;
  • Utilizar ferramentas que auxiliem em todas as etapas.

Unindo essas etapas a uma ferramenta online, fica mais fácil de dar segmento e manter um controle sobre as ações praticadas antes, durante e após o gerenciamento de riscos.

Com a coleta de dados também poderá analisar e mensurar falhas que são pertinentes e corrigi-las mais rápido, além de sinalizar que precisam ser evitadas para proteger as ações realizadas no projeto.

Utilizar a PMBOK, que é considerada a “bíblia” da gestão de projetos, por conter mais detalhamento de informações e assuntos mais aprofundados, teorias práticas que ao ser aplicadas geram resultados positivos para as empresas.

Quais as principais características?


Existem empresas que expõem os funcionários a riscos naturais e físicos, e existem os processos tecnológicos que colocam em risco informações, investimentos e falhas durante o projeto.

Os riscos denominados pelo Ministério da Sáude são:

  1. Ambientais: causados por físicos em cargos com emissões de ruídos, radiação, mudanças de temperatura  e umidade.

    Os químicos quando envolvem substâncias tóxicas, poeiras, produtos químicos, vapores, que podem causar queimação e efeitos colaterais.

    Biológicos: exposição a vírus, bactérias e microorganismos.

    Somente nos ambientais já contém 3 modelos de riscos que possuem variáveis.
  2. Ergonômicos: trabalhos repetitivos, carga horária excessiva, itens de trabalho de má qualidade que podem prejudicar a vista e a postura, esforço físico.
  3. Acidentes: piso molhado, falta de manutenção, falta de equipamentos de proteção, má conduta de higienização, fiação exposta podendo causar choques.

Durante a execução de um projeto, esses itens também devem ser levados em consideração, pensando nas questões de segurança do trabalho, mas também podem ocorrer erros por conta do mau uso da tecnologia.

Como esquecer de armazenar os arquivos na nuvem, não realizar backups, não manter os sistemas atualizados, não trocar os acessos com frequência, não disponibilizar logins diferentes aos colaboradores, não gerenciar horas, custos e materiais.

Estes geram um risco à produtividade da equipe, a entrega do projeto e a consistência financeira da empresa, por isso vale cumprir as etapas para identificar quais riscos mais podem atingir o seu projeto.

Quais ferramentas auxiliam o gerenciamento de risco em projetos?

Como já citamos o PMBOK que é o direcionamento mais pertinente em qualquer gestão de projetos seja de riscos, crises ou organização, trouxemos metodologias e plataformas que auxiliam em todo o controle de qualquer projeto.

As metodologias ágeis às mais utilizadas são a scrum, kanban, lean auxiliam nos prazos, entregas, reuniões, planejamentos, acompanhamento e otimização de tempo. Por serem metodologias podem ser aplicadas em qualquer ferramenta e também no dia a dia.

Fora essas duas metodologias também deve buscar as que contenham:

  • Análise de dados;
  • Emissão automática de relatórios para comparativos;
  • Tomadas de decisão;
  • Treinamentos a equipe;
  • Alertas automáticos;
  • Jornadas de trabalho;
  • Painel interativo ao colaborador;
  • Análise financeira.


Além de serem boas para a empresa, auxilia o trabalho do RH que consegue cuidar dos trâmites burocráticos e também do clima organizacional e ajudar no acompanhamento dos projetos.

Como a Oitchau pode te ajudar no gerenciamento de riscos em projetos?

A Oitchau é uma empresa de controle de ponto eletrônico digital e gestão de home office, que além de disponibilizar jornadas de trabalho coletivas ou individuais aos colaboradores, também possui gestão de projetos em sua plataforma.

Com armazenamento na nuvem, coleta e análise de dados de acordo com a LGDP, sistema antifraude que capta a localização via wi-fi, bluetooth e operadora, atuando dentro das portarias do ministério do trabalho disponibiliza tudo o que precisa para um gerenciamento de riscos.

Além disso, também possui gerenciamento de custos e faturamento, para acompanhar e controlar todos os seus processos financeiros, projetos e atuação de trabalho dos colaboradores quando e de onde quiser, pois funcionamos de maneira digital.

Agende uma demonstração gratuita e confira na prática todos os benefícios que a nossa plataforma pode proporcionar para a sua empresa e para o seu gerenciamento de riscos.

Gostou do conteúdo? Acesse nosso Blog e continue recebendo informações que contribuem com os seus projetos.

Veja também: Guia Completo para aplicar Gestão de Projetos na sua empresa

Enviar comentário

Oitchau - Registro de ponto por reconhecimento facial
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau