Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
metodologia ágil

Metodologia ágil: o que você precisa saber sobre ela

O conceito de metodologia ágil é relativamente novo no mundo corporativo. Ele apareceu paralelamente ao crescimento da área de TI, o qual, devido as crescentes pressões do mercado por inovação, produtividade e mais qualidade dos produtos (softwares), percebeu a necessidade de uma melhoria nas técnicas de desenvolvimento, onde o foco principal é a satisfação do consumidor.

A seguir, neste artigo, vamos discutir mais aspectos sobre o tema. Acompanhe!

Ponto Eletrônico

O que é metodologia ágil, afinal?

Para entender o que o termo significa, precisamos voltar ao início deste milênio, mais precisamente no ano de 2001, quando um grupo de renomados desenvolvedores de softwares, cansados dos modelos engessados e burocráticos de gestão de projetos do setor, lançou o que é conhecido como Manifesto Ágil.

Esse manifesto representava uma reação a um modelo de desenvolvimento de programas que já não gerava as soluções que atendiam às necessidades do público, mas que meramente seguia rígidas regras corporativas ultrapassadas de gestão de equipes.

Neste sentido, os princípios que regem a metodologia ágil são a valorização dos indivíduos participantes, mais do que os processos e recursos materiais utilizados e a priorização do funcionamento do software mais que das atividades burocráticas. Além disso, a cooperação com o cliente é priorizada em relação aos contratos e a capacidade de resposta a mudanças tem maior foco do que os planejamentos fixos. Esse quatro pontos principais  vieram a revolucionar essa área, com consequências que chegaram até os dias atuais.

Em linhas mais simples, a proposta é a de realizar projetos com um funcionamento mais eficiente e acertado, através de uma metodologia de gestão que valoriza mais a dinâmica e a interação entre os colaboradores. Procedimentos imutáveis, documentos volumosos e burocracias dão lugar a uma maior produtividade, entregas rápidas, feedbacks e comunicação.

Essa mudança de um funcionamento convencional das empresas para a ágil, no entanto, demanda uma modificação na mentalidade dos colaboradores, pois a forma de atuar se torna completamente diferente. Os profissionais passam a atuar de forma multifuncional e versátil.

Quais são as suas vantagens? 

Como vimos até então,  o conceito foi a alternativa encontrada quando observaram que a forma convencional de desenvolvimento de softwares estava gerando um grande número de falhas, rejeições e retrabalhos. Além disso, diversas funcionalidades desses programas ficavam sem ser utilizadas, ou seja, muita energia era empreendida sem nenhum retorno.

Sob este contexto, os benefícios da nova forma de condução das ações são diversos. Há mais eficiência, com um número maior de entregas e diversos feedbacks, que auxiliam no aprimoramento contínuo.

Indo mais além, o projeto pode ser alterado ao longo do desenvolvimento do processo. Isso permite a aprendizagem com erros, incrementações de forma o cliente fique realmente satisfeito ao final e também uma maior liberdade de atuação.

Outros aspectos positivos do conceito é a melhoria da comunicação entre os profissionais e também com os clientes e a maior autonomia e disciplina da equipe. Além disso, as tarefas são constantemente revisadas e os problemas são antecipados por meio dessas avaliações.

Os métodos permitem que as atividades sejam otimizadas, poupando tempo com ações burocráticas e priorizando o diálogo entre o time para o alcance de metas e para a obtenção de sucesso.

Quais são as principais e como a metodologia ágil pode dar um upgrade nos negócios?

Existe uma infinidade de métodos ágeis diferente, por isso vamos apresentar um pouco mais sobre eles e como podem melhorar os resultados das empresas. Confira abaixo.

1. Scrum

É uma das metodologias mais conhecidas. O Scrum se baseia em ciclos de tarefas denominados Sprints. No início, é montada a Product Backlog, uma listagem com todas as demandas de atividades para que o projeto seja finalizado. A cada Sprint, o grupo se reúne e define as tarefas dessa lista que vão ser executadas no período.

Isso é repetido sucessivamente, até que a atividade seja concluída. No processo a equipe faz reuniões diárias e de revisão dos procedimentos já realizados para garantir o alinhamento das ações.

Essa metodologia ágil pode contribuir com a melhoria dos resultados através da promoção de uma dinâmica de revisões constantes. O manejo do tempo otimiza a realização das tarefas, pois há prazos definidos para a conclusão de tarefas e ciclos iterativos, onde a cada vez se aproveita os resultados da etapa anterior.

Além disso, há um volume maior de entregas, o que dá a oportunidade de o cliente acompanhar as ações e dar o seu feedback. Com isso, o projeto pode ser constantemente aperfeiçoado.

2. eXtreme Programming (XP)

O eXtreme Programming é uma metodologia ágil que tem como pilares a agilidade, a economia de recursos e a qualidade. A equipe baseia a sua atuação em valores, que são a comunicação, simplicidade, feedback, coragem e respeito.

A proposta é a de que o trabalho envolva pequenas reuniões diárias de alinhamento, encontros gerais para a definição do trabalho, integração das tarefas realizadas e entregas frequentes. Além disso, é recorrente o uso de metáforas para facilitar o entendimento e mudanças incrementais ao longo do processo.

O XP permite que seu time tenha mais sinergia e que ele opere de forma ética, devido à orientação pelos valores. Além disso, ele permite uma maior eficiência e o recebimento de feedbacks constantes, devido ao grande número de entregas. Você também terá ótimas oportunidades de revisão e alinhamento do trabalho com as reuniões diárias.

3. Lean Development

A proposta principal do Lean Development é a eliminação de desperdícios e a maximização da qualidade do produto. Documentos numerosos e excessivos e funcionalidades extras que não são utilizadas são eliminados para otimizar o trabalho. Além disso, a equipe se torna multifuncional em vez de trabalhar com revezamentos.

As decisões são adiadas para o momento mais oportuno, de forma que elas possam ser tomadas com base em evidências empíricas. Além disso, essa metodologia ágil se destaca pelas entregas rápidas, para gerar a oportunidade de feedback.

Por meio do Lean Development, é possível otimizar todos os processos. Além disso, existe a possibilidade de maximizar a qualidade do trabalho e de se evitar os desperdícios.

4. Dynamic System Development Model (DSDM)

Por fim, o DSDM é voltado para projetos com prazos menores e orçamentos fixos. As suas funcionalidades podem mudar, mas os prazos no geral não são alterados. O desenvolvimento é iterativo e incremental e o cliente e a equipe constroem uma relação cooperativa.

Outro ponto relevante sobre essa metodologia ágil é que as ações para modular o produto, a concepção, desenvolvimento e implementação são todas interligadas. O DSDM traz como vantagens a efetividade, a possibilidade de o cliente saber os valores desde o início, os prazos fixos e a integração de todas as etapas do processo.

Controle de Ponto

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau