trabalhadores de uma equipe sobrecarregada demonstrando sua insatisfação através de gestos, um com a mão na boca e outro levando as mãos à cabeça

Equipe sobrecarregada: saiba como recuperar o time

Saiba como o encarregado da gestão de pessoas ou o setor de RH pode identificar e recuperar uma equipe sobrecarregada.

A sobrecarga é um tema cada vez mais recorrente nas rodas de conversa, matérias jornalísticas e nas pautas de algumas empresas que se preocupam com o bem-estar do trabalhador.

Mesmo que minimizada pelos setores mais competitivos, ela pode trazer problemas sérios para o trabalhador que acumula funções, como a síndrome de Burnout.

Uma pesquisa apontou que os recrutadores acreditam que a chance de um colaborador sofrer com a síndrome é de quase 50% no segundo semestre, porém, ele também vê um cenário de mudança, com cerca de 80% das empresas buscando melhorias nesse ponto.

Se você é responsável pela gestão de pessoas ou deseja implementar ações dentro do RH, para recuperar um time que está reclamando ou aparentando sobrecarga, confira quais são as melhores estratégias para recuperar a produtividade e o bem-estar dos colaboradores.

O que é a sobrecarga de trabalho?

A sobrecarga de trabalho é uma condição em que os trabalhadores de uma empresa ou setor passam a se sentir pressionados por conta de uma alta demanda, jornadas excessivas e prazos curtos.

Essa sobrecarga afeta a saúde da empresa e principalmente dos colaboradores, que como você já viu podem desenvolver doenças graves.

Além disso, outros problemas também são gerados por uma equipe sobrecarregada, como:

  • Baixa retenção de talentos e insatisfação dos colaboradores com a empresa;
  • Afastamentos e pedidos de demissões por conta das doenças desenvolvidas;
  • Aumento de custos para o desenvolvimento da empresa;
  • Aumento de encargos ou processos trabalhistas;
  • Divulgação negativa da empresa no meio corporativo.

Como identificar uma equipe sobrecarregada?

Além de saber o que é a sobrecarga é necessário também saber identificar uma equipe sobrecarregada antes de passar para a fase de recuperação.

A seguir, listamos os principais sintomas de uma equipe que está passando pelo problema. 

Você pode usar a lista como base para identificar esses problemas e posteriormente pensar em soluções para cada um deles.

Excesso de pedido de horas extras

Se as horas extras são um costume e não uma exceção no setor, é sinal de que as demandas que estão sendo passadas estão em excesso para o número de colaboradores e o seu horário de trabalho, gerando uma sobrecarga.

Baixa produtividade

O desenvolvimento de doenças como a ansiedade, a depressão e o burnout, levam a baixa produtividade, um dos sintomas mais claros da sobrecarga.

Metas que não são batidas

Se a equipe e os colaboradores não estão conseguindo bater as metas, é sinal claro de que elas estão sendo estipuladas sem considerar a realidade do trabalho.

Perda de prazos

Assim como as metas, a estipulação de prazos que não condizem com as ferramentas disponíveis e a capacidade da equipe também acabam gerando uma equipe sobrecarregada e que não consegue atingi-los.

Atrasos e faltas constantes

Um profissional em sobrecarga começa com o tempo a não sentir mais vontade de frequentar o ambiente de trabalho, sendo a sua ida até o local adiada ao máximo, gerando atrasos e faltas.

Essas faltas também podem acontecer por conta de constantes consultas para tratar de problemas gerados pelo trabalho.

Falta de sintonia durante as atividades

A equipe sobrecarregada tem dificuldade de se comunicar durante as atividades, o que dificulta a cooperação e até mesmo conversas durante os intervalos do trabalho.

Reclamações relacionadas ao dia-a-dia

Em alguns casos, assim como em um relacionamento tóxico, o próprio colaborador pode não se enxergar em uma situação de sobrecarga.

Nesse caso, suas reclamações serão voltadas a falta de tempo para atividades do dia-a-dia, ao esgotamento mental e a falta de proatividade para desenvolver outros projetos na vida.

Como resolver sobrecarga de trabalho?

Após identificar os sintomas de sobrecarga que a equipe apresenta, é hora de repará-los, confira 9 etapas para recuperar uma equipe sobrecarregada:

1 – Gestão de tarefas

Uma equipe sobrecarregada está com falta principalmente de gestão.

É necessário estipular as metas e descrevê-las de maneira realista e mensuráveis.

Nesse momento é ideal escutar a equipe e estimular a participação dos colaboradores a compartilharem suas visões e aquilo que pode ser melhorado.

2 – Linearidade de decisões

Junto a participação dos profissionais, a linearidade de decisões também pode ser implementada.

Através de metodologias ágeis, como o Scrum, os colaboradores passaram a ter mais autonomia e se sentem parte realmente da empresa.

Trabalhando juntos aos líderes e tomando as decisões que impactarão as suas funções, dificilmente os profissionais escolherão um caminho que leve a sobrecarga.

3 – Estímulo a participação de todos

Ao implementar um sistema onde as decisões são tomadas em conjunto, alguns colaboradores acostumados com um sistema antigo de decisões hierarquizadas podem ter dificuldades em se comunicar.

É fundamental estimular a participação de todas, oferecendo um ambiente seguro onde todas as vozes são respeitadas.

4 – Priorização de tarefas

Uma das metodologias seguidas pelo Scrum para determinar qual tarefa deve ser realizada é a divisão delas conforme sua dificuldade, tempo para realização e número de colaboradores envolvidos.

A equipe sobrecarregada costuma acumular funções e desenvolver ansiedade justamente por não ter uma divisão entre elas, tendo que realizar todas, sem uma divisão hierárquica.

5 – Treinamentos para as lideranças e a equipe

A gestão de pessoas envolve treinamentos e a evolução ativa no tratamento com outros seres humanos, assim como os colaboradores devem saber valorizar os seus colegas.

6 – Gestão humanizada

O treinamento para as lideranças culmina em uma gestão humanizada, que considera os sentimentos e necessidades dos colaboradores.

Na gestão humanizada as decisões são tomadas e comunicadas de maneira empática e a comunicação é constante para melhorar o ambiente e fornecer aos profissionais todas as ferramentas necessárias para o desempenho de suas funções. 

7 – Feedbacks positivos

A gestão humaniza priorizava também o oferecimento de feedbacks positivos, que comunicam de maneira clara as informações e sem desrespeitar os colaboradores.

Além disso, os feedbacks também devem ser constantes, assim como os colaboradores também devem fornecer avaliações sobre o desempenho das lideranças em suas comunicações.

8 – Mapeamento de necessidades

Com os feedbacks em mãos, as lideranças devem estar sempre preocupadas em mapear as necessidades e implementar melhorias que impeçam o desenvolvimento de uma equipe sobrecarregada.

9 – Valorização dos profissionais

Por fim, estimule a equipe, lute para que os trabalhadores sejam valorizados e recebam uma remuneração justa e condizente com as suas habilidades e o seu valor para a empresa.

Ofereça também recompensas que mantenham os colaboradores satisfeitos com o ambiente de trabalho, como bônus e benefícios, além do respeito às leis de trabalho.

Continue aprimorando a sua gestão de pessoas

Recuperar uma equipe sobrecarregada pode ser desafiador, mas a partir dessa experiência o responsável pela gestão de pessoas terá não só mais experiência, como melhorará sua imagem dentro da empresa e no mercado de trabalho.

Confira outros artigos sobre o gerenciamento de pessoas no blog da OiTchau e seja uma pessoa que luta por melhores condições de trabalho.   

Enviar comentário

Oitchau - Registro de ponto por reconhecimento facial
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau