Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
marketing para RH

Como aplicar estratégias de marketing para RH – Entenda!

É importante entender que, dentro de uma empresa, os limites entre os setores são bastante tênues e eles podem (e devem) contribuir mutuamente entre si. O Marketing e o RH por exemplo, devem otimizar os seus esforços para os melhores resultados. Muito se fala atualmente em marketing para RH e é, de fato, uma necessidade da empresa para se tornar mais competitiva do mercado. Veja a seguir como estas estratégias funcionam na prática e como implantá-las na sua empresa.

Marketing X Recursos Humanos

Explorar as trocas dos setores de Marketing e RH deveria ser algo constante entre as empresas brasileiras, mas muitas ainda não descobriram as vantagens disso ou de como implantar.  É reflexo de um conceito de alta performance chamado gestão colaborativa. Contudo, a experiência pode ser muito gratificante e produtiva para a empresa.

Tanto o Marketing quanto o RH são áreas que trabalham necessariamente com pessoas e com os públicos-alvo da empresa. Precisam entender do comportamento das pessoas para promover uma boa experiência. E uma empresa possui muitos públicos: colaboradores, candidatos, consumidores, fornecedores, parceiros, investidores, etc.

Desta forma, assim como algumas técnicas de RH podem contribuir para os melhores alcances de marketing, cada vez mais o marketing para RH – ou seja, as estratégias de marketing para o segmento de Recursos Humanos e da marca empregadora – tem se tornado uma exigência para o negócio despontar no mercado.

Controle de ponto

Como o Marketing para RH acontece na prática

Há infinitas possibilidades para o marketing para RH ocorrer na prática e na rotina da empresa. Estas são algumas contribuições:

Segmentação – Se em marketing a segmentação de cliente é algo comum e ajuda a ter mais resultados, o marketing para RH permite fazer uma segmentação de talentos – segmentar candidatos e colaboradores. Isso é importante para diversas ações, como adequação da comunicação entre os diferentes candidatos e funcionários, identificação e proposições sobre os valores da marca – seja no mercado externo, seja na propagação de uma cultura organizacional – ações de engajamento, etc.

Redes sociais – O marketing para RH envolve as mais recentes tendências tecnológicas para se comunicar e se envolver com seus clientes. Por exemplo, as mídias sociais podem ser meios de atrair novos candidatos ou gerar engajamento do público-interno em ações e campanhas de marketing, por exemplo, apresentando o colaborador como parte da empresa para personificar a marca. As redes sociais estão cada vez mais comuns nos processos de recrutamento e seleção, tanto que muitas plataformas e softwares de RH já possuem funcionalidades neste sentido.

Branding – As estratégia de branding nas redes sociais também são uma contribuição do marketing para RH. Para tal, é preciso identificar uma identidade e mensagem únicas para atrair os candidatos desejados, expressando seus valores.

Endomarketing – Trata-se de um conjunto de estratégias de marketing implementadas dentro da própria empresa, especificamente com seus funcionários, para gerar mais e melhores resultados. O endomarketing ajuda a gerar mais engajamento entre os colaboradores, efetivar uma comunicação mais assertiva e a ampliar a cultura organizacional.

Responsabilidade social – Estar de olho nas necessidades das pessoas não está relacionado apenas com as necessidades em relação aos produtos e serviços que a empresa desenvolve. Esta já é uma lição aprendida pelo marketing: apresentar a marca como parte da sociedade e comprometida com ela em todos os sentidos. E isso deve ficar claro nas ações do RH, principalmente em processos de recrutamento e seleção. Candidatos preferem trabalhar em empresas que se preocupam com pessoas.

Uso de diferentes mídias – As redes sociais é uma mídia digital cada vez mais utilizadas pelo marketing para RH. Contudo, é importante criar ações em diferentes tipos de mídias, como por exemplo, os vídeos institucionais. Eles falam com todo tipo de pessoas e são mais aceitos, por exemplo, que textos, imagens (como infográficos), e-mails, etc. É possível utilizá-los em diferentes ações para motivar e engajar os públicos da empresa.

Ter canais dedicados – Outra estratégia de marketing para RH é definir canais dedicados do público com o setor, como acontece entre clientes e a empresa. Pode ser por meios de e-mails, chats, telefones, redes sociais (como o LinkedIn, por exemplo), etc. Isso permite que o setor crie um relacionamento mais próximo com os candidatos.

Responsabilidade de marketing para RH – O marketing para RH pode ser uma pauta dentro do próprio RH – com responsáveis e funcionários dedicados – ou do setor do marketing atuando no RH. Para que o processo funcione, as responsabilidades e requisitos devem estar claros dentro da empresa.

Conflitos e desafios – O marketing lida rotineiramente com problemas e conflitos com seu público. Nem sempre é possível agradar a todos. Algumas saídas podem ser adotadas pelo RH junto a candidatos e colaboradores. Além disso, o marketing para RH, como dito, pode envolver estes dois setores, e isso também pode gerar conflitos, que devem ser contornados.   

A marca deve refletir o que acontece na organização – Toda estratégia e employer branding e de branding se baseia nisso. Logo, a marca deve oferecer aos seus públicos – inclusive o interno – uma experiência gratificante com a organização e seus produtos e serviços. É possível usar, mesmo entre os colaboradores e candidatos, mensagens cativantes e bem alinhadas com a proposta comunicativa da empresa, bem como seu estilo de negócio.

Educação do público – Como acontece em marketing com foco em clientes, muitas vezes é importante educar, através de ações pontuais, o público que se candidata. Neste sentido, é importante mostrar ao candidato informações sobre a empresa, diferenciais em relação à qualidade de vida no ambiente de trabalho, seus resultados em diferentes áreas, quantidade de funcionários, valores, produtos e serviços, vantagens ao se candidatar, etc. É importante criar um sentido antes mesmo da candidatura. O mesmo pode ocorrer em relação aos colaboradores, com estratégias diferentes, a fim de efetivar a retenção de talentos.

Veja também: Recrutamento e seleção de pessoas: Guia completo

Gostou das dicas sobre marketing para RH? Deixe o seu comentário e compartilhe estas dicas em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau