Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

Como aplicar a análise SWOT em qualquer área

A análise SWOT – ou análise FOFA, em português, é um recurso utilizado para fazer análises de cenários para que as empresas sejam capazes de fazer um planejamento estratégico e a gestão eficiente.

Esta ferramenta ganhou notoriedade devido à simplicidade, informalidade e alta eficiência de sua aplicação. Por esse motivo, pode ser utilizada para analisar cenários desde a criação de um blog até a gestão de uma empresa de grande porte.

 

Mas, afinal, o que significa análise SWOT?

A sigla SWOT vem do inglês. Veja abaixo seu significado:

S – STRENGTHS – FORÇAS (pontos fortes)

W – WEAKNESSES – FRAQUEZAS (pontos fracos)

O – OPPORTUNITIES – OPORTUNIDADES

T – THREATS – AMEAÇAS

Assim, em português, a análise também é conhecida como análise FOFA.

Ao aplicar a ferramenta para avaliar o cenário de seu segmento, você será capaz de determinar os pontos fortes de sua empresa, bem como os pontos que precisam de atenção.

Em um segundo momento, é possível analisar as oportunidades e a ameaças que a empresa pode encarar de acordo com o cenário atual. Simples e eficiente assim!

 

Aplicando em qualquer área

Antes de aplicar a análise SWOT é preciso compreender o porquê de ela ser tão eficiente. O segredo está na simplicidade de sua metodologia, que abrange aspectos internos e externos fundamentais para determinar as ações que devem ser planejadas para alavancar a empresa em seu segmento.

Os dois primeiros itens da análise, Strengths e Weaknesses (pontos fortes e pontos fracos) levam o gestor a analisar o ambiente interno de sua empresa. Sob este contexto, a ferramenta permite que o gestor reflita sobre:

  • Pontos fortes da empresa: tudo aquilo em que a empresa se destaca no seu segmento, ou seja, qualidade no atendimento ao cliente, qualidade dos produtos ou serviços oferecidos, mão-de-obra altamente especializada, colaboradores capacitados e de alta performance, forte posicionamento da marca, entre outros.
  • Pontos que exigem atenção: tudo aquilo que precisa melhorar e que possa deixar a sua empresa em desvantagem diante da concorrência.

A partir dessas duas análises iniciais, o gestor poderá conhecer profundamente o que há de bom e o que pode ser melhorado dentro da empresa, criando e planejando estratégias para isso.

A segunda parte da análise está voltada ao ambiente externo trata das seguintes questões:

  • Oportunidades: todas as oportunidades de mercado que podem ser aproveitadas pela sua empresa.
  • Ameaças: tudo o que pode ameaçar a sua empresa, desde crises governamentais até concorrentes mais agressivos.

As duas análises finais da análise permitem que o gestor possa conhecer seu mercado profundamente, definir suas metas e planejar estratégias direcionadas para atingi-las.

 

Passo a passo para aplicar a análise

Veja abaixo um resumo sobre como aplicar a SWOT na sua empresa:

  1. Faça um planilha para que possa anotar suas ideias e percepções sobre cada item da análise.
  2. Escreva os pontos fortes de sua empresa.
  3. Defina os pontos que precisam de atenção.
  4. Descubra e escreva as suas oportunidades de mercado (atual e novos mercados).
  5. Conheça as ameaças que podem impactar sua empresa.
  6. Determine: como pode potencializar as oportunidades e combater as ameaças utilizando seus pontos fortes, e como pode diminuir as ameaças melhorando seus pontos fracos.

O importante na SWOT é aproveitar a oportunidade de conhecer profundamente a sua empresa e saber exatamente os pontos que a favorecem e que podem prejudicá-la. Assim, suas estratégias são definidas mais assertivamente e suas chances de sucesso são maiores.