Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

Perfis de colaborador: quais são os principais encontrados no mercado?

Identificar os diferentes perfis de colaborador dentro o ambiente de trabalho é um dos desafios do gestor. É a partir destes perfis que ele poderá determinar maneiras de motivar suas equipes se desenvolverem e entregarem os resultados esperados.

Na verdade, o reconhecimento dos perfis comportamentais de colaboradores tem início no processo de seleção. Ao abrir uma vaga, é importante que o gestor e o profissional do RH já tenham em mente o colaborador com o tipo comportamental compatível para assumi-la e contribuir para o sucesso da empresa.

Para ajudar o gestor neste desafio, elaboramos abaixo uma lista com os principais tipos de perfis comportamentais e como identificá-los. Acompanhe!

 

Principais tipos de perfis de colaborador

Dentro do ambiente corporativo é possível identificar diversos tipos de perfis de colaborador. Porém, dentre todos destacam-se quatro principais, todos com pontos positivos e negativos, que falaremos agora. Confira!

 

Colaborador comunicador

Como o próprio nome sugere, o colaborador comunicador é uma pessoa extremamente comunicativa, dona de um carisma imenso e que consegue, por meio da comunicação, persuadir até as pessoas mais resistentes.

Por este motivo, costuma ter um ótimo relacionamento com os demais colaboradores, pois gosta de estar entre pessoas e influenciá-las positivamente.

Este colaborador costuma animar-se com novos projetos, é otimista e tem uma atitude positiva em relação às metas que deverão ser atingidas ao longo do desenvolvimento dos trabalhos.

O comunicador gosta de trocar opiniões sobre projetos e incentiva seus colegas a expressar ideias sobre os mais variados temas.

O lado negativo do comunicador é que o que ele tem de simpatia e carisma, falta em capacidade de análise e planejamento. Para ele, seguir regras e prazos é mais difícil que para as outras pessoas e, por isso, equipes compostas pela maioria de comunicadores são mais desorganizadas. Prometem muito mais do que entregam.

Por outro lado, equipes sem comunicadores têm dificuldades em confiar no que está sendo desenvolvido e não possuem um fluxo de comunicação eficiente.

 

Colaborador analista

O analista também faz parte dos perfis de colaboradores mais encontrados nas empresas. Diferentemente do comunicador, o analista funciona com o planejamento e análise de dados e informações.

É detalhista, às vezes até demais, metódico, responsável, organizado e muito conservador. Tem dificuldades em aceitar o inovador, pelo menos até que analise todos os fatos e conclua que é algo realmente que vale a pena.

O analista é aquele tipo de colaborador que se lida muito bem com rotinas burocráticas e repetitivas. Na verdade, são nestes locais que este colaborador se sente confortável.

O perfil analista é geralmente requisitado nos trabalhos que exigem precisão de informações e organização máxima.

Pelo lado negativo, o analista pode ser bastante inflexível, beirando a teimosia. Além disso, embora organizados, não são pessoas práticas. Gostam de seguir processos longos e cheio de detalhes. Costumam ser bastante críticos com os outros colegas e com eles mesmos.

 

Colaborador executor

O colaborador executor é aquele que se realiza ao enfrentar desafios e transpor obstáculos. É extremamente competitivo e sempre defende suas opiniões com argumentos e coragem, o que pode se transformar em autoritarismo facilmente.

O executor é conhecido pela sua força de vontade: quando se propõe a fazer algo, vai até o fim e uso o que estiver ao seu alcance para superar desafios. Por este motivo, é dotado de autoconfiança, determinação, foco e objetividade. Para ele, entregar resultados é uma questão de honra!

Este tipo de colaborador trabalha muito bem com autonomia. Quando se sente com liberdade para agir, atinge suas metas e até as ultrapassa com facilidade. É um empreendedor nato.

Porém, também há um lado negativo. Seu foco e determinação se transforma em obsessão. Quando isso acontece, fica cego às consequências de perseguir um objetivo com tanta determinação, causando danos por onde passa.

Além disso, o executor tem problemas em seguir um líder, pois ele conflita diretamente com lideranças. Prefere trabalhar sozinho a trabalhar em equipe.

 

Colaborador planejador

Este é um colaborador mais equilibrado que o executor. É controlado, trabalha bem sob pressão, pois é controlado e estável. Esta calma se dá ao fato de gostar de planejar todos os seus passos com antecedência, o que lhe dá a sensação de controle sobre os projetos.

Trabalha bem equipe, pois gosta de colaborar com os colegas e é paciente. Passe segurança aos demais colaboradores. É justo e evita conflitos. Ele só quer trabalhar em paz e seguir seus planos.

Pelo lado negativo, o planejador é ruim de improviso e, por isso, não pode ser considerado um colaborador com rompantes de criatividade.

O apreço ao controle das situações faz com que ele, às vezes, pense muito e realize pouco, pois ele acredita que sempre pode planejar mais. Demora para chegar às conclusões e tomar decisões.

Ao contrário do comunicador, é pessimista e teme que as coisas não aconteçam conforme seus planos, o que lhe deixa inseguro.

 

Pronto! Estes são os quatro principais tipos de perfis de colaboradores. Vale ressaltar, entretanto, que ninguém é 100% um único tipo. Todos temos características de dois ou mais perfis e, por isso, cabe ao gestor integrar as equipes para que fiquem equilibradas e possam trabalhar com harmonia.