Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

Mulheres em viagens corporativas: dicas de segurança

As viagens corporativas fazem parte do dia a dia de muitos colaboradores. O número de mulheres que viajam sozinhas ou em equipes a trabalho cresce todos os anos e, por esse motivo, dicas para aumentar a segurança e ter uma viagem tranquila se tornou fundamental.

Aliás, mulheres que viajam sozinhas já é uma realidade fora do ambiente corporativo. De acordo com uma matéria publicada pelo Ministério do Turismo em 2017, em um levantamento feito pelo site Airbnb, o Brasil está entre os cinco países com mais mulheres que viajam por conta própria para outros países, junto a Japão, Taiwan China e Rússia.

Mas o que é importante levar em consideração quando uma mulher embarca em uma viagem corporativa para garantir sua segurança?

É disso que trataremos a seguir. Acompanhe!

 

Viagens corporativas: garantindo a segurança da mulher

Mesmo que a mulher tenha tempo para ao menos um dia de turismo, é preciso levar em consideração que viagens corporativas implicam que a colaboradora está trabalhando. Veja abaixo as dicas que separamos para garantir uma viagem produtiva e segura.

 

Reúna o máximo de informações possíveis sobre o local de destino

No caso de uma viagem interna, ou seja, dentro do Brasil essa tarefa fica um pouco mais fácil. Mesmo assim, conhecer onde vai pisar é algo importante para garantir que a viagem tenha o mínimo de contratempos possível.

Quando a viagem é para outro país, essa dica vale ouro! Em países da Ásia, África, alguns da Europa e sobretudo os países do Oriente Médio a mulher é tratada de forma diferente de seus pares. Independentemente da rotina que leva na empresa aqui, é preciso respeitar os costumes de outro país, mas sem ultrapassar os seus.

Portanto, conhecer a cultura local é essencial para o bom andamento dos negócios e para garantir a segurança da viajante. 

Obviamente, não será preciso que a mulher use trajes típicos ou entenda dialetos, porém, em países em que as mulheres locais são submissas, visitar alguns locais sozinhas ou usar roupas com decotes, cores muito chamativas e até mesmo os cabelos soltos pode ser interpretado como forma de desrespeito e colocá-la em risco.

Pesquisar sobre os costumes locais, como as mulheres da empresa são tratadas e, principalmente, quais as condições ideais para visitar pontos turísticos previnem surpresas desagradáveis e desconfortos desnecessários.

 

Na mira de assaltantes

A violência é algo que está presente ao redor do mundo, infelizmente. Apesar de qualquer turista estar sujeito a ser assaltado, as mulheres, por serem vistas como mais frágeis pelos homens, são os alvos preferidos dos assaltantes, principalmente se estiver sozinha.

Assim, a dica é ficar o mais natural possível, sem se deixar perceber como uma típica turista: aquela que anda com uma câmera em mãos e cheia de mapas.

 

Cuidado com o dinheiro

Da mesma forma que é imprescindível conhecer a cultura local, saber o valor da moeda corrente é uma boa dica para ter mais segurança.

Se informe sobre as cédulas e moedas utilizadas no dia a dia do país de destino. Procure andar com notas de menor valor (“trocados”) e moedas. 

Mesmo sabendo que o dólar é utilizado quase que no mundo todo, não deixe para trocar os seus pelo dinheiro local nas ruas. Faça isso antes de embarcar.

 

Conheça os números de emergência

Muitas vezes, mesmo tomando todos os cuidados, algo pode acontecer. Nestes casos, conhecer os números de emergência e quais os procedimentos a serem tomados ajuda muita.

No hotel, procure guardar seus pertences de valor e dinheiro no cofre para ter cobertura do seguro, caso algo aconteça. Mas se for assaltada na rua, saiba para que número precisa ligar e os locais que precisa se dirigir.

Uma boa medida de prevenção é tirar uma foto do seu passaporte antes de embarcar e armazenar a foto em uma nuvem. Isso ajuda muito em caso de perdas ou extravios. Faça o mesmo com o seu cartão de crédito e deixe o número para emergências do cartão à mão, caso o perca.

Outro ponto importante é garantir que tenha acesso à internet e ao seu celular enquanto estiver fora do país. Por isso, antes de embarcar, se informe junto a sua operadora sobre os serviços do roaming internacional ou, se preferir, compre um chip local para poder utilizar seus serviços de comunicação normalmente.

 

Viagens corporativas: menos é mais 

Nas viagens corporativas a frase “menos é mais” também é importante. Leve o mínimo de bagagem possível, principalmente se precisar ficar deslocando-a com você. O ideal é que leve apenas o que consegue carregar tranquilamente.

Evite deixar seu notebook dentro da bagagem. Tente acomodá-lo em uma bagagem de mão separadamente para que não seja extraviado.

 

Seguro de viagem

Se vai viajar sozinha, seja a trabalho ou a passeio, faça um seguro de viagem. Como já dissemos, mesmo com todos os cuidados imprevistos ainda podem acontecer e é melhor prevenir do que remediar!

Procure um agente de viagens e conheça as opções de seguro que estiver de acordo com suas necessidades de sua viagem corporativa.