Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
Grupo de pessoas tratando sobre questões relacionadas à metodologia disc

Metodologia DISC: o que é? Como funciona?

A metodologia DISC pode ser a solução para a sua empresa quando o assunto é alta rotatividade e dificuldade em compor equipes e fazer contratações assertivas. Ainda não a conhece? Pois não perca a oportunidade de saber tudo sobre o assunto hoje.

Essa é uma metodologia que se volta ao trabalho do RH e pode melhorar em muito a composição da empresa e a distribuição de responsabilidades.

Para saber como ele funciona e as vantagens de usá-la, continue lendo e confira.

Sumário

O que é metodologia DISC?

3 pessoas em uma mesa falando sobre a metodologia disc

A rotatividade nas empresas é um problema na medida em que gera gastos rescisórios e para novas contratações, exige o tempo do RH e, ainda, defasa as equipes, exigindo que se retomem do início os processos de capacitação e inclusão na empresa.

Isso ocorre, muitas vezes, pela falta de análise e conhecimento sobre o comportamento dos candidatos e, também, de quem já trabalha com você. Afinal, isso influencia em inúmeras questões, tais como:

  • No clima organizacional;
  • Na forma como as equipes lidam com pressão;
  • Nas respostas às emergências;
  • No respeito às regras da empresa;
  • No bom funcionamento da empresa e no cumprimento de prazos;
  • Na possibilidade de crescimento empresarial.

Portanto, saber como os seus colaboradores irão se comportar em determinadas situações é uma forma de garantir que esses itens acima tenham sucesso. E é exatamente nisso que a metodologia DISC trabalha.

Como a metodologia DISC funciona?

Essa sigla é um acrônimo em inglês em que cada letra indica um significado que, por sua vez, representa um perfil comportamental. O D representa o termo Dominance (Dominante); o I, Influence (Influenre); o S é Steadiness (Estável); o C, por sua vez, é  Conscientiousness (Analítico).

Ou seja, o DISC apresenta ferramentas que permitem a você conhecer as características de comportamento dos seus colaboradores e, também, dos candidatos às vagas que você tem em aberto.

Veja, então, como funcionam cada um desses perfis:

Dominante

O primeiro tipo de perfil representa os profissionais que têm foco nas atividades e nos resultados delas. Assim, costuma indicar uma pessoa firme e decidida, com predisposição para comandar, sendo um líder nato.

Além disso, refere-se a pessoas independentes, perseverantes em sem medo de desafios. Por isso, não se dão bem com tarefas repetitivas e estáticas, sendo melhores para aquelas criativas;

Influente

O segundo perfil indica profissionais que são extrovertidos e, também, práticos. Eles também são chamados de comunicadores, o que não é à toa.

Afinal, mostram-se amigáveis, são entusiasmados e têm ótima comunicação, pela qual constituem laços internos que ajudam no desenvolvimento do clima organizacional. Além disso, costumam se mostrar como otimistas e se entusiasmam com novos projetos e com novidades na empresa;

Estável

O terceiro perfil da metodologia DISC é o estável ou planejador. Nesse caso, estamos diante de profissionais que tendem a ser teóricos. Diferentemente dos influentes, são introvertidos.

Ainda, podem ser conservadores no exercício das atividades, o que faz com que sejam limitados em relação à inovação e ao improviso. Nesse caso, buscam pelo equilíbrio e perseverança, além de apresentarem calma e compreensão;

Analítico

Esses são os profissionais que se mostram mais meticulosos e preocupados no que diz respeito à segurança. Por isso, são ainda mais conservadores do que os profissionais estáveis.

Mostram exigência em relação à busca da qualidade, de forma que são específicos e bastante perfeccionistas.  Esses são os melhores profissionais para atividades repetitivas e sem muitas mudanças.

Para que serve a metodologia DISC?

três pessoas falando sobre a metodologia DISC

Como vimos acima, a metodologia se volta à análise dos perfis comportamentais. Portanto, ela é importante para ajudar nos processos seletivos, na distribuição de tarefas e na constituição de equipes internas.

Afinal, com os dados que sua aplicação apresenta é possível saber exatamente quais são os colaboradores que podem lidar com certas tarefas de melhor forma. Ainda, auxilia na melhor gestão de talentos e no desenvolvimento de políticas internas.

Segundo Ana Lúcia Coelho Ravagnani, consultora de uma empresa especialista em gestão de carreiras, “Ele faz parte do processo e pode até ser decisivo quando se está em dúvida sobre algum ponto ou se, entre dois profissionais finalistas com perfis semelhantes, é necessário um critério de desempate, mas não deve ser a única ferramenta para a escolha”. 

Ainda segundo Ravagnani, “Ele é útil para qualquer empresa que deseja fazer uma boa escolha e entende que um processo seletivo bem feito diminui muito a chance de optar por um candidato fora do perfil desejado”.

Quais as vantagens em aplicar a metodologia DISC?

São muitas as vantagens que a sua empresa garante ao colocar em prática a metodologia para análise do perfil comportamental dos seus colaboradores e dos candidatos às vagas. Veja algumas das principais delas:

  • Acerte nas contratações;
  • Tenha sucesso na distribuição de tarefas;
  • Desenvolva de melhor forma as políticas internas;
  • Diminua a rotatividade;
  • Melhore o clima organizacional da sua empresa;
  • Promova a imagem da empresa como local ideal para se trabalhar;
  • Garanta o cumprimento de prazos e a qualidade das tarefas;
  • Use da melhor forma possível as capacidades dos seus colaboradores;
  • Reconheça os líderes e saiba como ajudá-los a seguir esse caminho rumo à liderança;
  • Saiba como desenvolver as capacidades de cada colaborador de acordo com seu perfil.

Como aplicá-la?

A esse ponto já está claro como a metodologia DISC é importante às empresas, certo? Portanto, resta apenas saber como aplicá-la na corporação para, então, colher todos os frutos que ela oferta.

Nesse sentido, separamos um passo a passo que pode ser muito útil na aplicação do mapeamento do perfil comportamental dos seus colaboradores. Veja:

  • Escolha um software baseado em metodologia DISC;
  • Mapeie o comportamento dos seus colaboradores com uso da ferramenta;
  • Faça uma pesquisa de clima organizacional;
  • Avalie o desempenho dos seus colaboradores;
  • Cadastre os dados dos colaboradores e siga essas dicas de tempos em tempos, comparando resultados.

Com isso, você pode basear as contratações, a distribuição de tarefas e o desenvolvimento de políticas internas desses dados que constantemente têm atualização e, com isso, demonstram o sucesso ou não das ações internas.

Enviar comentário

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau