Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
demissão de

Demissão de funcionário: quais são as melhores práticas?

A demissão de funcionário é uma tarefa complexa e muito desafiadora para o profissional de RH. Independentemente dos motivos que resultaram no desligamento de um profissional, a maneira como ele é informado sobre sua demissão faz toda a diferença.

Veja abaixo três dicas que vão ajudá-lo a passar por esse momento da forma mais tranquila possível. Confira!

Sumário

Como realizar a demissão de funcionário?

demissão de funcionário

O desligamento do colaborador deve ser feito com muito respeito e empatia por parte do profissional do RH. Afinal, é preciso ter em mente que se está comunicando a demissão, isto é, a suspensão da própria renda do trabalhador.

Isso, por si só, acompanha uma série de sentimentos e preocupações que começam a se apresentar ao trabalhador já no momento em que recebe a informação de desligamento.

Tudo isso, então, torna o momento ainda mais delicado. E é por isso que o responsável por informar ao colaborador sua dispensa deve tomar alguns cuidados e estratégias. Veja, abaixo, dicas para ajudar nesse processo.

Antes da demissão do colaborador

Antes de tudo é imprescindível que o responsável do RH pelos trâmites de desligamento do colaborador tome algumas providências antes mesmo de informar ao trabalhador a sua dispensa.

1. Evite que o comunicado de dispensa pegue o colaborador de surpresa

Quando o profissional está sendo demitido por baixo desempenho, esse fato não deve ser uma surpresa para ele. 

Dessa forma, antes de qualquer movimento ele deve ter consciência de que o resultado do que está apresentando não atende às expectativas da empresa. Isso faz parte das políticas de avaliações e feedback.

Já quando a dispensa não se refere com o desempenho dele, mas com a finalização de um projeto, reestruturação empresarial ou dificuldades financeiras, também é importante que a empresa tenha transparência.

2. Pense no momento adequado para dispensar o colaborador

Avalie o melhor momento para comunicar a demissão. Alguns gestores preferem deixar passar algumas ocasiões, como as festas de final de ano, para só depois informar a demissão.

Além disso, considere o horário. Obviamente não há uma hora mais adequada para informar ao colaborador que ele não faz mais parte da empresa. No entanto, a situação fica menos desconfortável se, ao receber a notícia, ele puder sair do ambiente de trabalho.

Por isso, o melhor é aguardar até o final do dia, quando todos da equipe –  ou pelo menos a maioria – já tiver ido embora. Caso não seja possível esperar, permita que ele encerre o expediente assim que sofrer dispensa.

3. Pense no local da reunião de dispensa do colaborador

A demissão deve acontecer em um ambiente privado em que estejam presentes apenas o colaborador e o gestor. Portanto, se preferir, marque uma reunião com data e horário definidos para comunicar o desligamento.

Não delegue a responsabilidade de dar a notícia ao colaborador para outro líder ou superior direto. Como gestor, é sua obrigação informar pessoalmente e de forma respeitosa.

Além disso, tenha em mãos os próximos passos que o colaborador deverá tomar após receber a notícia. Não o deixe sem saber o que fazer, isso poderá piorar o momento.

Durante a demissão do colaborador

demissão de funcionário

Depois de planejar o local e horário para a reunião de dispensa do colaborador, é necessário pensar no que ocorrerá durante o encontro. Ou seja, no próprio comunicado de dispensa.

1. Certifique-se de envolver o gestor da equipe no processo de dispensa

O gestor da equipe da qual pertence o colaborador que será dispensado deve se envolver no processo de dispensa. De preferência ele deve se fazer presente na reunião para comunicá-la.

Dessa forma, certifique-se de envolver o gestor. Isso demonstra o respeito ao próprio colaborador, que até pode receber esclarecimentos sobre sua dispensa, quanto à estrutura de cada equipe, em si.

2. Vá direto ao ponto, com transparência e educação

Já que não são boas notícias, a melhor maneira de comunicar a dispensa ao colaborador é simplesmente indo direto ao ponto. O prolongamento desnecessário da reunião pode gerar ainda mais angústias.

Neste momento, a comunicação deve ser o mais clara possível para que não seja mal interpretada.

Além da objetividade, é imprescindível que haja um tratamento empático e respeitoso. Apesar disso, deve-se mostrar firmeza na decisão de desligamento, bem como sinceridade no comunicado.

Ao fazê-lo, lembre-se de que será necessário esclarecer os motivos, mesmo que anteriormente já se tenha apresentado feedback negativo ao colaborador. Seja pelo comportamento, rendimento ou mesmo por situações próprias da empresa, deve-se ser claro.

Evite pedir desculpas. Caso isso aconteça, o colaborador poderá ter a impressão de que você é contra a demissão, o que resultará em problemas ainda maiores.

Igualmente, evite críticas pesadas ou elogios vazios para amenizar o impacto da decisão. Isso só agravará ainda mais a situação e criar um clima de discórdia.

Na mesma linha, evite comentários do tipo “aproveite esse tempo para refletir”, ou algo semelhante, que, embora feitos com boa intenção, acabam diminuindo o colaborador.

3. Comunique à empresa e aos demais colegas

Rumores no ambiente de trabalho são péssimos para a harmonia do local. Quando o rumor é sobre a dispensa de um colaborador, o clima organizacional se torna mais pesado ainda.

Portanto, não deixe que rumores fiquem passando pelas equipes. Assim que informar ao colaborador, faça um comunicado geral às outras equipes informando sobre a decisão para que não haja brechas para boatos e fofocas.

O aviso à outras equipes, além de não dar espaço para que os rumores se instalem, mostram que a empresa respeita seus colaboradores e que o mesmo tratamento que o demitido está recebendo, será dado a outro, caso outras demissões sejam necessárias.

Incentivar a empatia, ou seja, a capacidade de se colocar no lugar do outro, é uma ótima maneira de acabar com as fofocas antes mesmo que comecem.

Demissão de funcionário remoto: qual a melhor forma para ser feita?

demissão de funcionário

Ainda, é necessário pensar nas situações dos colaboradores remotos. Ela já ocorre há alguns anos, mas desde 2020 se tornou ainda mais comum e recorrente por causa da pandemia de Covid-19.

Os passos que listamos acima novamente são necessários. Isto é, o planejamento do horário e da forma da reunião. Igualmente, à época em que se dará e quem participará da reunião.

Tratando-se de desligamento pontual, é importante realizar uma reunião individual, utilizando videochamada com o colaborador. Quando forem demissões em massa, como no fechamento de filial, pode ocorrer coletivamente.

Além da reunião por videochamada o atual momento já permite que haja reunião pessoal, quando o colaborador pode ser convocado para ir até a empresa. 

O cenário mais adequado é que ela seja agendada com pelo menos 24 h de antecedência, e que sejam realizadas antes das 10 h nessa hipótese. Já a comunicação da dispensa, bem como a reunião, em si, deve ocorrer da mesma forma como as demais.

Demissão humanizada

Por último, faz-se necessário falar da demissão humanizada, que tem se tornado um assunto cada vez mais relevante. 

demissão humanizada é uma estratégia para demonstrar a empatia pelo aquele momento do colaborador que está sendo desligado é prorrogando seus benefícios, ou pelo menos alguns deles, por um determinado período.

Para que o colaborador não se sinta completamente desamparado nesse momento de crise ela se tornou essencial e está sendo uma prática amplamente adotada no mercado.

Dentre as estratégias que costumam ser adotadas no mercado para colocar a demissão humanizada em prática estão:

  • Plano de saúde por 3 a 6 meses após a dispensa;
  • Garantia de pagamento do vale-alimentação por alguns meses após o desligamento;
  • Ajudas de custo por tempo determinado;
  • Auxílio para realocar o colaborador no mercado, com oferecimento de contatos e de cartas de referência.

Com essas dicas o seu RH será capaz de promover a dispensa de uma forma menos traumática tanto para a corporação quanto para os colaboradores. Igualmente, colocará em prática a empatia, os valores e visões empresariais em todos os pontos da jornada do colaborador.

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau