Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
margem de lucro

Margem de lucro dos produtos: como calcular?

Calcular a margem de lucro do seu negócio pode ser uma ação muito delicada para a maioria dos empreendedores. Isso acontece porque é comum que eles sejam movidos pelos seus sonhos, ou seja, o desejo de ver a empresa prosperar e ser bem sucedida está dentro da emoção esperada para este grande momento.

No entanto, é necessário ter cuidado, afinal o excesso de empolgação para “fazer dar certo” pode acabar sendo prejudicial na hora de adotar posturas mais rígidas como precificar produtos ou serviços de forma coerente. 

Essa postura com certeza terá reflexo na saúde financeira da empresa, principalmente se tratando de um negócio que, muitas vezes, acabou de ingressar no mercado.

Na verdade, as finanças de empresa sólida devem ter um processo natural, que passa diretamente pelo seu faturamento, pela formação do preço de venda, formas de recebimento, margem de lucro, e alguns outros itens. 

Ou seja, a gestão financeira precisa ser prioridade extrema para o alicerce do seu negócio, e ignorá-la pode – mais cedo ou mais tarde – acabar com todo o planejamento e a operação da empresa.

Neste contexto, a seguir, ao decorrer do artigo, vamos apontar maneiras mais adequadas de lidar com esse tema, além de mostrar passo a passo de como calcular as margens de faturamento dos seus produtos e serviços de forma segura.

Acompanhe!

Ponto Eletrônico

O que é lucro, afinal?

Por definição, esse indicador tem um conceito bem antigo. O lucro é uma sobra positiva que pode ser retirada de alguma coisa – e é por esse motivo que costumamos dizer que alguém “saiu no lucro” em alguma situação. Trazendo para um lado mais econômico, o lucro é o ganho obtido a partir de uma operação comercial, geralmente pelo vendedor/empreendedor.

Tipos de lucro

É muito válido lembrar que faturamento não é a mesma coisa que lucro, ele também faz parte da equação, porém são termos distintos.

Logo, temos dois tipos de lucro.

Lucro bruto

Nele é contabilizado o faturamento da empresa subtraindo seus gastos variáveis. Nesses gastos são incluídos pagamentos diversos como impostos, contas de luz, água, internet, etc.

Além disso, são chamados gastos variáveis porque eles sofrem alterações todo mês. Aqui também entram custos da produção dos itens a venda, já que o investimento depende (variável) da quantidade fabricada ou comprada.

Lucro líquido

Trata-se do dinheiro restante para o negócio após os descontos mencionados acima.  Essa quantia pode ser investida em melhorias de produtos, na estrutura física da empresa ou até mesmo no aperfeiçoamento do empreendedor. 

Gastos fixos são os valores de aluguel e IPTU, além do pagamento de funcionários – despesas que não se alteram.

O lucro líquido, resultado da equação, precisa ser positivo (obviamente). É este número que será usado no cálculo da margem de lucro líquida.

Como calcular o lucro do seu negócio

A fórmula para calcular o lucro é a seguinte:

  • Receitas totais – Custos = Lucro Bruto

Ao transformarmos a fórmula acima em conceito,  fica mais fácil de perceber que o lucro bruto é a diferença entre todo o valor que foi ganho ao vender um produto, ou executar um serviço, menos todos os custos para a fabricação ou aquisição do produto ou serviço.

De forma mais simples ainda, dizemos que o lucro é o que sobra quando há a reposição de um valor que foi gasto para se vender um produto ou prestar um serviço.

Para exemplificar, utilizando números, podemos citar a seguinte situação:

Uma loja de perfumaria e cosméticos fez uma venda de R$500. Para adquirir os produtos diretamente do fabricante e colocá-los à venda na loja, a gestora precisou pagar R$170, mais R$50 de transporte. Portanto, o lucro obtido com essa venda foi de R$280!

Cálculo do lucro por período

A mesma regra pode ser aplicada quando se deseja calcular o lucro por período. O que se deve fazer é considerar toda a receita do período e subtrair por todos os gastos do período. O resultado é o lucro!

Com esses resultados em mãos, o gestor é capaz de avaliar a situação financeira de sua empresa e, se necessário, fazer os ajustes para que o orçamento corporativo esteja sempre equilibrado.

Horas extras

Como calcular a margem de lucro bruta

Acima, aprendemos a calcular o lucro.

Agora explicaremos como calcular esse tipo de margem bruta:

  • Lucro / Receitas totais x 100

Vamos entender com números:

Usando a mesma loja de cosméticos acima, suponhamos que, no período de um mês, a loja faturou R$30 mil e seus custos foram de R$12 mil. Portanto, temos:

Receitas totais: 30.000

Custos: 12.000

30.000 – 12.000 = 18.000 de lucro

Margem de Lucro Bruta:

18.000 / 30.000 = 0,6 x 100 = 60%

Ou seja, a margem bruta da loja de cosméticos foi de 60%. É este resultado que a gestora mostrará quando tiver que relatar a lucratividade de seu negócio.É válido ressaltar que o valor do lucro em reais não é indicativo de que o negócio é bem-sucedido, muito menos dá a dimensão da lucratividade de uma empresa. Por esse motivo, o cálculo da margem é solicitado quando o empreendedor procura um investidor ou um banco.

Margem de lucro líquida

Agora mostraremos como calcular esse tipo de margem líquida. O cálculo é o mesmo feito acima, porém subtraindo tributos, despesas fixas e variáveis, como:

  • Impostos, tributos e encargos;
  • Manutenção da sede ou aluguel da empresa;
  • Despesas de consumo (água, luz, telefone, etc.);
  • Despesa com terceiros (contador, administração, etc.).

Portanto, temos:

Lucro líquido (todos os impostos e despesas abatidos) / Receitas totais x 100 = Margem Líquida.

Voltando à nossa loja de cosméticos:

Receita total: 30.000

Custos: 12.000

Impostos: 750,00

Despesas fixas e variáveis: R$1.500

Lucro líquido = 30.000 – 12.000 – 750 – 1.500 = 15.750

Margem Líquida = 15.750 / 30.000 = 0,525 x 100 = 52,5%

Importância do cálculo da margem líquida

A margem de lucro líquida mostra realmente o que sobra depois de subtraídas todas as despesas que o gestor tem com seu produto ou serviço. O resultado é um reflexo real de como está a saúde financeira da empresa.

É preciso consultar o lucro líquido todas as vezes em que o gestor precise tomar uma decisão importante que vai impactar sobre o faturamento da empresa.

Uma margem ideal para as empresas que trabalham com serviços, de acordo com especialistas, é de cerca de 20%. 

Esperamos que este artigo tenha sido útil e esclarecedor em relação as suas dúvidas.

Agora que você já sabe a importância das diferentes margens e como tomar decisões que mantenham sua empresa saudável, é hora de fazer os ajustes necessários e seguir rumo ao topo!

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau