inclusão racial

Inclusão racial nas empresas e o papel do RH

Sua empresa sabe como fazer a inclusão racial correta? Essa é uma pergunta crucial para aquelas organizações que pretendem continuar relevantes perante o público e o mercado em que atuam. Esse assunto está mais importante do que nunca e sua consideração pelas instituições se tornou imprescindível.

A inclusão se revela na diversidade dentro de uma empresa e à concessão de iguais oportunidades aos empregados independentemente da sua etnia e também de outros fatores relacionados à sexualidade, gênero e outros.

Continue lendo para conferir agora mesmo algumas formas de analisar a atuação da sua empresa no que se refere à diversidade e à inclusão.

Inclusão racial: Por onde começar?

Para traçar uma estratégia de inclusão é preciso que, antes de tudo, seja realizada uma análise da sua empresa de forma profunda. Para isso é indispensável que se considerem diversos fatores que podem revelar se a sua empresa permite o desenvolvimento da diversidade ou mesmo que inconscientemente a atrapalha.

Considere todas as pessoas que trabalham na empresa e então comece a listar os seguintes dados:

  • O número total de empregados na empresa;
  • Quantas pessoas de pele branca prestam serviços;
  • Qual o número de pessoas não brancas que são colaboradores da organização. Aqui considere negros, indígenas, pardos e orientais, inclusive;
  • Quantas pessoas exercem cargos de gestão;
  • Quantas pessoas não brancas exercem esses cargos de grau hierárquico superior;
  • Como estão distribuídas as pessoas não brancas de acordo com as equipes e cargos ocupados com base hierárquica;
  • O número de pessoas não brancas que prestou serviços à sua empresa nos últimos 02 anos e o motivo de eventualmente não serem mais empregadas da instituição.

A partir destes dados é possível traçar algumas estratégias. É preciso analisar as proporções entre cargos de gestão e pessoas não brancas que o ocupam, por exemplo. Essas análises devem ser feitas em relação a todos os itens acima listados.

Se a sua empresa demonstrar números proporcionais e uma boa distribuição de cargos entre pessoas brancas e não brancas, ótimo! Na hipótese contrária é necessária uma mudança de postura.

Isso se deve ao fato de que as empresas não são meros agentes que atuam no mercado e geram empregos. Conforme a Constituição Federal elas também possuem papel social e isso se demonstra também em relação ao seu quadro de colaboradores, refletindo na jornada de trabalho.

Outro ponto importante é que a questão racial tem sido cada vez mais levantada em todos os setores. Uma empresa que não mostra diversidade em relação à etnia dos seus empregados não se mostra aberta à construção de uma sociedade igualitária e sequer demonstra preocupação em diminuir a desigualdade, até mesmo podendo ser vista como racista.

Para ver como é possível mudar essa situação e auxiliar a sua empresa a crescer culturalmente e socialmente confira algumas dicas abaixo e não deixa de colocá-las em prática na busca da igualdade racial.

Como melhorar a inclusão racial na sua empresa?

Essas dicas são destinadas principalmente aos gestores das equipes e aos colaboradores do setor de RH, principais responsáveis pela promoção da igualdade dentro da empresa.

Analise os processos de seleção

Um dos motivos pelos quais a sua empresa não corresponde a uma organização em que a inclusão racial é evidente pode estar localizado já no início dos processos de seleção e recrutamento. Muitas vezes a divulgação se mostra não inclusiva ou um local em que um colaborador não caucasiano poderia atuar.

Dentre os pontos de análise, veja as imagens utilizadas em seu site e para divulgação de seus serviços. Nessas fotos e vídeos é possível ver pessoas não brancas? Essa igualdade se mostra nas suas propagandas?

É importante que suas imagens mostrem todos os tipos de pessoas, com riqueza de etnias, gêneros e sem seguir qualquer tipo de estereótipo.

Outros pontos que podem auxiliar:

  • Tenha pessoas não brancas no RH e que auxiliem no processo de contratação;
  • Busque orientações de como alcançar melhor públicos diversos;
  • Crie vagas exclusivas para pessoas não brancas.

Estude a cultura da sua empresa

A sua empresa também pode demonstrar uma cultura que não reflete a inclusão racial. Isso pode ser visto a partir da análise do número de pessoas não brancas que trabalharam para você nos últimos anos.

Reprima comportamentos discriminatórios

É crucial que qualquer tipo de comportamento discriminatório, seja racista ou mesmo de outras ordens, como relacionados à orientação sexual ou gênero.

Os colaboradores da sua empresa representam a sua organização. Caso eles tenham atitudes racistas dentro ou fora da instituição eles podem passar a impressão de que essa é a postura adotada por ela.

Analise redes sociais e comportamentos internos. Busque sempre o diálogo e demonstrar o erro neste tipo de atitude. Caso isso não tenha resultados entenda que esse não é um tipo de colaborador que poderá acrescer na sua empresa, mas apenas manchar a imagem dela.

Leve conhecimento

A base do racismo está muitas vezes no desconhecimento e ignorância. Uma forma de contornar isso é levando conhecimento para dentro da sua empresa. Promoção de rodas de conversa, discussões e até mesmo conversas sobre filmes podem auxiliar nisso.

A inclusão pode ser alcançada por meio da transformação do intelecto e do afastamento da ignorância que resulta em racismo.

Promova a inclusão racial em todas as áreas

Não basta contratar pessoas que não sejam brancas. A inclusão deve estar em todas as esferas em que sua empresa atua. Considere que suas propagandas devem incluir pessoas não caucasianas, assim como isso deve refletir mesmo na contratação de colaboradores para serviços eventuais sem vínculo de emprego.

Outro ponto importante é levar pessoas não brancas para repassar o conhecimento. Lembre-se de que é preciso respeitar o local de fala e nada melhor do que uma pessoa que não seja caucasiana para falar sobre o racismo, reflexos dele, formas de combate e outros pontos importantes.

Também não limite a atuação de pessoas negras ou de outras etnias não caucasianas apenas para questões relacionadas à etnia. Isso limita seu poder de fala e possibilidade de repasse de conhecimentos, de forma que eles devem estar presentes em todos os âmbitos.

Caso sua empresa vá contratar palestrantes para falar sobre novas formas de marketing, por exemplo, busque parcerias com empresas que também se utilizam da inclusão racial e que tenham representantes não brancos.

A busca pela igualdade racial dentro das empresas é crucial e é por isso que os cuidados listados acima são indispensáveis para uma empresa em pleno século XXI.

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau