habilidades do futuro

Habilidades do futuro: quais serão? O que o RH pode esperar?

O seu RH está atualizado quanto às habilidades do futuro? O sucesso de uma empresa está diretamente relacionado à qualidade dos seus colaboradores. Esta depende de quais são as destrezas e qualificações de um colaborador.

É nesse sentido que saber quais são as habilidades profissionais que serão importantes o futuro é crucial para as empresas.

Em contrário todos os processos de gestão interna e de recrutamento e esforços neles empregados poderão ter sido em vão.

Considere que de nada adianta ter processos bem definidos se eles não consideram o que é realmente relevante para o atual mercado.

Abaixo você pode conferir quais são as habilidades que terão maior relevância num futuro e, assim, certificar-se de que a sua empresa está recrutando os profissionais certos para as suas atividades.

Habilidades do futuro: Profissional tecnológico e bem-resolvido

A tecnologia já é latente em todas as áreas de atuação industrial e empresarial, indo da agricultura ao desenvolvimento robótico. Ela está presente dentro das empresas em diversos graus que variam de acordo com o departamento e coma natureza de atuação.

Com o desenvolvimento tecnológico crescente e cada vez mais presente nas empresas uma coisa é certa: o profissional do futuro deve ter intimidade com a tecnologia e saber trabalhar junto a ela.

E não é só isso. O profissional do futuro deverá ser bem-revolvido, o que se reflete em confiança para atuar profissionalmente, destreza de comunicação, perfil de liderança e inteligência emocional, dentre outras coisas.

Não basta entender de tecnologia ou saber utilizá-la em seus espaços de trabalho e atividades. É preciso que o profissional torne isso mais relevante combinando esse conhecimento com algumas características que tem cada dia mais atenção das empresas.

Veja agora quais são as habilidades do futuro e garanta desde logo profissionais com qualidades que são cada vez mais admiradas, saindo na frente na corrida pelos melhores talentos.

01. Inteligência emocional

Muito se fala em saúde mental e ela está atrelada à inteligência emocional, uma das habilidades do futuro mais importantes.

Essa é a capacidade de uma pessoa em controlar suas emoções. Esse controle se dá em relação à administração delas, ao direcionamento delas e ao fato de expressá-las ou não.

O indivíduo que possui inteligência emocional sabe usar suas emoções a seu favor. E não só as suas, uma vez que pode ter percepção sobre emoções alheias e a partir disso encontrar uma forma de conexão não agressiva ou conflituosa.

Outros pontos interessantes da inteligência emocional são que ela auxilia na melhora da autoconfiança e da autoestimado colaborador, reduz conflitos e torna os objetivos da empresa mais claros.

As equipes constroem projetos melhores e mais concisos quando são formadas por pessoas que sabem lidar com suas próprias emoções e controlá-las.

02. Capacidade de liderar

Outra das características que revelam o profissional com as habilidades do futuro é a liderança. Ela é traduzida pela capacidade que um indivíduo tem de conduzir, inspirar e auxiliar outras pessoas.

Existem pessoas que são líderes naturais que podem ser percebidas facilmente ao longo da jornada de trabalho. Outras se preparam para isso.

O caminho é irrelevante, o que importa é que os talentos do futuro deverão ser inspiradores para motivar outras pessoas na conquista do objetivo da empresa, seja financeiro ou produtivo.

Pessoas com perfil de liderança, assim como as com inteligência emocional, são capazes de agir e pensar estrategicamente. As ações e reações são calculadas e os processos internos passam a ser geridos com maior qualidade.

Outro fator de destaque é que a capacidade de liderar desperta em terceiros a vontade de seguir passo e de melhorar como profissional da mesma forma, até para chamar a atenção de quem lhe desperta essa inspiração.

03. Criatividade

Uma das habilidades que faz do ser humano tão importante dentro das empresas é a sua capacidade de criação e inovação. A criatividade é limitada aos seres humanos e é extremamente relevante dentro das organizações.

É a partir dela que se torna possível desenvolver novos produtos, métodos e procedimentos. Sem a criatividade os processos se tornam repetitivos, maçantes e antiquados: é preciso criar novos caminhos que melhorem o que já se faz até o momento.

A partir do uso da habilidade de criação dos colaboradores a empresa cria um ambiente em que soluções são apresentadas com freqüência e onde os funcionários vêem a oportunidade de colocar em prática suas idéias.

04. Capacitação e atualização constante

O último ponto relevante dentre as habilidades do futuro que trazemos é a capacidade do colaborador se reconhecer como um ser com conhecimentos que podem ser mutáveis e que por isso são limitados.

Há necessidade de que os profissionais entendam que por mais que tenham conhecimento em uma área ela está em constante mutação. E para se manterem relevantes eles devem estar a par dessas novidades no ramo.

Isso é conhecido como neuroplasticidade, que é a capacidade do cérebro se adaptar conforme vai passando por experiências e guardando memórias vivenciadas.

Sendo o cérebro dinâmico, a adição de experiências e conhecimentos somente tende a melhorar o quadro geral de raciocínio.

Prepare o seu RH para gerir as habilidades do futuro

Agora que você já conhece quais são as principais habilidades profissionais que se destacarão no futuro é hora de analisar se o seu RH está preparado para lidar com esse novo perfil de talentos.

Dentre as formas que auxiliam os profissionais que já trabalham para você a se transformar em um talento do futuro estão as políticas de feedback.

Com ele RH auxilia o colaborador a melhorar seu pontos falhos, dá ênfase aos positivos e dá direcionamentos para o crescimento profissional.

Ao mesmo tempo essas políticas permitem ao colaborador auxiliar a própria empresa a se tornar um espaço melhor para o desenvolvimento do profissional do futuro.

Desenvolver líderes que saibam instigar a criatividade e o diálogo entre os colaboradores para construção conjunta de processos é outro ponto essencial para o RH que busca as habilidades do futuro.

Outra questão que não pode ficar de fora é a melhoria dos processos seletivos. Sabendo o que se torna mais relevante nos profissionais do futuro cabe ao RH adaptar seus procedimentos de recrutamento e seleção de novos talentos.

Outras propostas que podem auxiliar no que diz respeito ao profissional com inteligência emocional é promover campanhas que levem o colaborador a entender a importância da saúde intelectual e como promovê-la.

A empresa pode até mesmo patrocinar conversas individuais com psicólogos com recorrência semanal ou mensal.

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau