pós-pandemia

Pós-pandemia: principais tendências para o mundo

Saber quais são as tendências para o mundo pós-pandemia é um dever de todas as empresas, uma vez que a prestação se serviços será afetada na mesma medida.

As empresas precisam ter consciência do mundo em constantes mudanças e a partir disso se preparar para receber as alterações que são exigidas por ele!

Quando se pensa nas mutações impostas pela pandemia isso alcança um nível ainda mais elevado de importância.

E como será esse mundo? Quais são as tendências para a prestação de serviços e para os hábitos das pessoas após a superação da pandemia? Veja isso e mais abaixo!

Mundo pós-pandemia: tendências para o mercado de trabalho

Uma coisa é verdade: a pandemia acelerou tendências para o futuro. Elas estavam se desenvolvendo lentamente até o momento e tiveram que ser acolhidas rapidamente para a manutenção das possibilidades de contato social e trabalhista.

Separamos para você aquelas mudanças que atingem o mercado de trabalho e que devem ser observadas pelos empregadores para se manterem em dia com as tendências mercadológicas.

01. Home Office

Durante a pandemia o home office passou a ser uma das principais formas de prestação de serviços para as empresas. Isso ocorreu em diversos tipos de setores, sendo uma realidade para organizações de todas as naturezas.

O home office e o trabalho remoto já eram previstos e permitidos por lei. Apesar disso até o início de 2020 ele não era tão adotado, sendo bastante limitado dentro das empresas e mais aplicado em setores tecnológicos novos.

O que ocorreu durante a pandemia é que as empresas se obrigaram a adotar o trabalho à distância para que fosse possível manter as atividades empresariais sem que para isso houvesse a quebra no distanciamento social.

O home Office foi a resposta para essa necessidade. Com o sucesso que ele obteve, o que inclui a manutenção dos empregos e da produtividade (e até aumento dela), o trabalho remoto esse provou para as empresas.

Isso faz com que ele seja visto com especial atenção nesse momento e que seja considerado como uma opção para o futuro das relações trabalhistas.

É por isso que o trabalho em home Office é uma das tendências para o pós-pandemia. Para colocá-lo em prática é preciso que a sua empresa considere algumas questões importantes:

  • Adicional de contrato estipulando essa forma de trabalho;
  • Escolha entre o trabalho híbrido (home Office e trabalho presencial que se revezam) ou pelas atividades remotas apenas;
  • Concessão de materiais e ajuda de custo que permitam ao colaborador prestar serviços em casa com a mesma qualidade técnica e em posse das ferramentas que permitem que isso ocorra;
  • Adoção de ferramentas de comunicação efetivas;
  • Adoção do controle de ponto digital.

Quanto a esse último é importante ressaltar que ele é o tipo de sistema para controle de jornada que permite ao empregador manter a gestão de horas mesmo quando o colaborador presta serviços em casa ou longe da empresa.

Para isso o colaborador tem em mãos um celular ou tablet que é conectado ao sistema e pelo qual é possível fazer a marcação dos horários. Ao mesmo tempo quem presta serviços na empresa pode utilizar o quiosque presencial de marcação de horários sem qualquer tipo de prejuízo.

02. Crescente automatização de atividades

A automatização de atividades já é algo comum nas empresas e nas casas dos cidadãos. Considere que nos lares isso é uma constante que se dá pelo uso de máquinas de lavar, aspiradores robôs e sistemas inteligentes de gerenciamento do lar.

Isso tudo tende a continuar sendo usado enormemente e deve ser acompanhado pelo constante desenvolvimento de tecnologias.

O uso da automatização irá seguir sendo uma tendência pós-pandemia de mesma forma nas empresas.

Hoje é preciso conhecer quais são as ferramentas como hardwares e softwares que permitem às empresas fazer as ações de trabalho de maneira automatizada. Isso não significa que haverá substituição humana.

Em verdade o que acontece é que a ação dos trabalhadores e sua atenção são reservadas para as atividades que realmente precisam do raciocínio e da criatividade humana.

São automatizadas as atividades que são burocráticas, repetitivas e que se baseiam em banco de dados completo. Dentre as ferramentas mais importantes para as empresas agora e no pós-pandemia estão:

  • Cartão digital de ponto, que além de poder ser usado em qualquer lugar calcula automaticamente as horas extras, banco de horas e férias dos colaboradores;
  • Folha de pagamento digital;
  • Recrutamento inteligente e outros.

03. Educação à distância

A educação à distância já era algo que oferecido pelas instituições de ensino antes da pandemia. Ela se utiliza da internet para disponibilizar aulas gravadas ou ao vivo para os alunos.

Sua adesão aumentou de uma forma nunca vista antes durante a pandemia, principalmente porque foi imposta por muitas universidades e escolas aos alunos, a fim de que o ano letivo não fosse perdido.

A educação à distância, quando bem estruturada, é uma ótima opção para todos. Pensando nisso e no papel que a empresa tem diante da capacitação do colaborador, usar o EaD vai ser uma carta na manda no pós-pandemia.

Mesmo que a sua empresa já tenha planos de capacitação interna e ofereça cursos, graduações e especializações aos colaboradores, é comum que muitos deixem de aderir às oportunidades por falta de tempo para transporte (ou de carro), compromissos no lar com filhos e outras coisas.

Quando o ensino à distância é uma das possibilidades oferecidas pela empresa ao colaborador ele tem mais chances de aderir à capacitação interna, eis que possui meios de participar e equilibrar isso com os demais aspectos de sua vida.

04. Novos modelos de locais de trabalho e de comércios

Independentemente da sua empresa operar apenas internamente ou se possui espaços para atendimento do público, saiba que o local em que ela está deverá ser revisado.

Mesmo após a pandemia existe uma tendência de aumento dos cuidados com distanciamentos. É claro que as pessoas irão se aglomerar. O que ocorre é que isso será limitado às situações que realmente exigem isso, como shows, carnaval, festas e outros.

No caso de locais para atendimento, restaurantes e outros, haverá um cuidado de certa distância, segundo especialistas.

É por isso que você deve revisar o local em que os colaboradores trabalham e os locais de atendimento ao público para analisar se eles respeitam certo distanciamento.

A mesma coisa deve ocorrer em relação aos demais locais da sua empresa: há banheiros suficientes para o número de pessoas que ali circulam? As instalações de copa, cozinha ou local de refeições são adequadas?

Isso deverá ser analisado com cuidado no pós-pandemia pelas empresas! Saia na frente e pense em modos de se utilizar dessas mudanças desde já!

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau