Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
gestão da força de trabalho

Gestão da força de trabalho: Qual a importância? Quais as vantagens?

Quando se fala em gestão da força de trabalho, imagina-se uma força propulsora de toda a estrutura empresarial. Um podem impulsionador que torna as atividades corporativas possíveis e expande a produtividade. A imagem não é inadequada e essa força motriz não é algo trivial ou desorganizado.

Em resumo, a gestão da força de trabalho é o mecanismo que organiza e integra o trabalho dos colaboradores, as tarefas a serem executadas, as possibilidade que podem ser atendidas e o alinhamento com os objetivos estratégicos da empresa.

Assim, é uma modalidade de gestão bastante complexa, que envolve empresas de todos os segmentos e todos os setores da organização. Mas que está diretamente relacionada à gestão de pessoas. Desta forma, conhecer este processo é cada vez mais fundamental para empresas que desejam se destacar no mercado.

O que é Gestão da Força de Trabalho (Workforce Management)?

Pode-se definir a gestão da força de trabalho como sendo um que organiza serviço dos funcionários, realizando a administração das habilidades e produtividade dos colaboradores e equipes. O objetivo é alinhá-los aos objetivos da empresa.

Em inglês, Workforce Management (WFM) ou gestão da força de trabalho, assim como outros processos, envolve o planejamento, a análise de fortalezas e fraquezas dos empregados e o desenvolvimento da equipe. O foco é sempre os melhores resultados e a produtividade da organização.

Desta forma, este processo visa ainda tornar mais eficiente a distribuição das atividades entre os colaboradores, considerando os fluxos de serviço, as capacidades dos profissionais e as necessidades da empresa. É um importante recurso para a expansão do negócio e está intrinsecamente relacionado com as atividades do RH.

Indicadores de desempenho

A gestão da força de trabalho permite ainda fornecer e analisar os indicadores de desempenho dos colaboradores para a tomada estratégica de decisão.

Muitos recursos eletrônicos – como os softwares de gestão de pessoas e gestão empresarial – possuem funcionalidades de gestão da força de trabalho mais especificamente.

Atividades e processos

A gestão da força de trabalho envolve algumas atividades e processos, como:

  • Dimensionamento do quadro de funcionários por função.
  • Recrutamento e seleção.
  • Plano de cargos e salários.
  • Gestão de projetos.
  • Plano de carreira.
  • Orçamento de folha de pagamento.
  • Gestão e controle de ponto.
  • Gestão de equipes e de tarefas.
  • Previsão de vendas e variáveis do negócio.
  • Distribuição dos horários dos funcionários de acordo com a demanda.
  • Entre outros.
Controle de Ponto

Vantagens da Gestão da Força de Trabalho

A gestão da força de trabalho existe, pois permite à empresa algumas vantagens:

  • Otimização do atendimento ao cliente.
  • Motivação e satisfação dos colaboradores.
  • Organização assertiva de custos e investimentos.
  • Gestão de alta performance e mais humanizada.
  • Maior compliance (cumprimento de regras e normas legais).
  • Otimização de despesas de pessoal.
  • Gestão do tempo e da produtividade.
  • Processos mais ágeis e enxutos.
  • Desenvolvimento real de novos diferenciais de mercado e da inovação.

Implantação da Gestão da Força de Trabalho

A implantação da gestão da força de trabalho não ocorre do dia para a noite. Requer planejamento, análise dos recursos da empresa – sejam recursos humanos, estruturais e materiais – plano de execução e metas e mensuração dos resultados.

Desta forma, o RH é o setor que tenha mais condições de apoiar a implantação e o processo que estará à frente desta demanda. Ou seja, o foco deve ser o dimensionamento correto de funcionários, respeitando um nível de serviço adequado ao cliente e com um orçamento.

Todos os tipos de empresas e setores das organizações podem se favorecer com a gestão da força de trabalho eficiente.

Futuro da gestão da força de trabalho

Para ter uma gestão da força de trabalho eficiente e ter diferenciações no mercado futuro, é importante investir em algumas tendências:

Diversidade

Além de integrar pessoas de diferentes gerações das equipes de trabalho, trazer profissionais com aspectos e origens diversas pode ajuda a enriquecer a cultura organizacional. E também efetivar possibilidades até então inexistentes.

Profissionais de diferentes idades, diferenciação étnica e cultural, diferentes formações e diversidade de gênero são alguns aspectos que torna a equipe mais completa e efetiva a troca de experiências e criação de novos diferenciais estratégicos.

Valorização dos colaboradores

Em suma, é outra tendência em pauta em empresas comprometidas em se destacar. Investir no funcionário é essencial para ter mais resultados na gestão da força de trabalho. E cada vez mais é uma exigência para se diferenciar.

Estratégias como gamificação, promoção da qualidade de vida e experiência do colaborador, treinamentos e outras são muito importantes. Além disso é importante valorizá-los através de remuneração adequada, bonificações e plano de carreira.

Foco na Equipe

O trabalho de grupos e a formação de equipes de forma estratégica é outra tendência para a gestão da forma de trabalho eficiente. Assim como é importante mensurar o desempenho individual. Além disso, criar estratégias por cargos e funções, é importante efetivá-los considerando toda a equipe e o trabalho coletivo.

Economia Gig

Além de colaboradores e equipes, há novas categorias de colaboradores e parceiros que entram na gestão da força de trabalho: os terceirizados, o trabalho remoto, os autônomos, os profissionais situacionais (contratador por períodos ou por projetos, por exemplo), os consultores e assessores e outros.

Cada vez mais estes profissionais estarão agregados à empresa e podem dar uma turbinada na produtividade. Desta forma, a dica é escolher os de alta especialização e os que já possuem experiência neste tipo de contratação.

Automação

Não tem como falar de tendências da gestão da força de trabalho sem considerar a automação de processos. Muitas atividades humanas serão substituídas gradualmente pelos recursos autônomos.

Entretanto, a oferta destes recursos muda com muita rapidez e é importante escolher as ferramentas certas para a sua empresa.

Outras atividades, no entanto não serão automatizadas e novas demandas que envolvam os colaboradores irão surgir. A automação implica inclusive a gestão da força de trabalho através da adoção de recursos específicos e inteligentes.

Gestão de dados

Termos como Big Data, analytics, inteligência artificial, aprendizado da máquina e internet das coisas serão cada vez mais frequentes na gestão da força de trabalho e nas atividades das empresas como um todo.  

Contudo, surgirão novas carreiras em ciência da computação ou dados e áreas relacionadas, novos recursos que lidem com o grande fluxo de informação e a necessidade de novas metodologias de gestão. Desta forma, a empresa deve se preparar.

Veja também: Análise de desempenho: como avaliar seus colaboradores?

Gostou das dicas sobre gestão da força de trabalho? Deixe o seu comentário e compartilhe estas dicas em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau