Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

Demissão de funcionário, como fazer?

Muitas pessoas têm a ideia errada de que a demissão é uma situação difícil apenas para o colaborador que está sendo demitido. Para o gestor, ter de demitir um colaborador também é uma tarefa difícil, mas que, às vezes, precisa ser feita.

Contudo, a demissão quando feita de forma equilibrada, com respeito e empatia, se torna mais leve, mesmo continuando a ser desagradável.

Selecionamos abaixo algumas dicas para que a demissão do funcionário seja feita de forma adequada. Acompanhe!

 

O que ser considerado antes de informar a demissão?

Planejar o desligamento de um colaborador é tão importante quanto o planejamento de uma contratação. Assim, antes de mais nada, o gestor precisa avaliar como a demissão do colaborador em questão vai afetar a rotina de sua empresa e tomar as medidas necessárias para impactá-la o menos possível.

Independentemente do motivo que levou o gestor a demitir um colaborador, há alguns fatores a serem pensados no momento de informar a decisão. Veja a seguir:

 

Antes de informar a demissão ao colaborador

Depois de avaliar detalhadamente a situação entre empresa e o colaborador, e de decidir pela demissão, o gestor deve se preparar para dar a notícia. Para isso, leve em conta o seguinte:

 

1. O momento certo para dar a notícia da demissão

A partir do momento que se torna ciente que está demitido, o colaborador dificilmente conseguirá se concentrar nas tarefas do dia. Por este motivo, evite demiti-lo logo quando ele chega.

Obviamente não há um horário mais adequado para informar ao colaborador que ele não é mais parte da empresa. No entanto, a situação fica menos desconfortável se, ao receber a notícia, ele puder sair do ambiente de trabalho.

Por este motivo, o final do dia, quando todos os outros colaboradores também já se foram, pode demonstrar respeito ao colaborador que está sendo demitido.

 

2. Marque uma reunião com o colaborador

A demissão deve acontecer em um ambiente privado em que estejam presentes apenas o colaborador e o gestor. Portanto, se preferir, marque uma reunião com data e horário definidos para comunicar o desligamento.

Não delegue a responsabilidade de dar a notícia ao colaborador para outro líder ou superior direto. Como gestor, é sua obrigação informar a demissão pessoalmente e de forma respeitosa.

Além disso, tenha em mãos os próximos passos que o colaborador deverá tomar após receber a notícia de sua demissão. Não o deixe sem saber o que fazer, isso poderá piorar o momento.

 

3. Como dar a notícia

Já que não são boas notícias, a melhor maneira de comunicar a demissão de um colaborador é simplesmente indo direto ao ponto. O prolongamento desnecessário da reunião para comunicar a demissão pode gerar ainda mais angústias.

Neste momento, a comunicação deve ser o mais clara possível para que não seja mal interpretada pelo colaborador.

O gestor deve ser cordial, empático, porém objetivo. O pior que pode acontecer neste momento é o colaborador ficar com a impressão que o gestor está em dúvida sobre sua demissão ou de alguma forma arrependido por ter chegado à essa conclusão.

Por isso, é preciso deixar claro que, embora desagradável, a decisão de demiti-lo está correta e é irreversível.

Outro ponto importante durante o comunicado da demissão é deixar claro o motivo da decisão. Dessa forma, o gestor precisa estar com todos os argumentos que o levaram a tomar esta decisão para comunicar ao colaborador e uma forma que ele compreenda claramente o porquê está sendo demitido.

Evite críticas pesadas ou elogios vazios para amenizar o impacto da decisão. Isso só vai agravar ainda mais a situação e criar um clima de discórdia. Mas, mais uma vez, deixe claro que a decisão está tomada e é definitiva, sem se prolongar muito no assunto.

 

4. Comunique à empresa sobre a demissão

Rumores no ambiente de trabalho são péssimos para a harmonia do local. Quando o rumor é sobre a demissão de um colaborador, o clima organizacional se torna mais pesado ainda.

Portanto, não deixe que rumores fiquem passando pelas equipes. Assim que informar ao colaborador, faça um comunicado geral às outras equipes informando sobre a decisão para que não haja brechas para boatos e fofocas.

O aviso à outras equipes, além de não dar espaço para que os rumores se instalem, mostram que a empresa respeita seus colaboradores e que o mesmo tratamento que o demitido está recebendo, será dado a outro, caso outras demissões sejam necessárias.

Incentivar a empatia, ou seja, a capacidade de se colocar no lugar do outro, é uma ótima maneira de acabar com as fofocas antes mesmo que comecem.

Uma demissão é sempre uma situação desagradável, porém que ocorre de tempos em tempos. Cabe ao gestor fazer deste momento o menos desconfortável possível com suas características de líder.