Duas mulheres sentadas com caderno na mão conversando sobre competências sociais

Competências sociais: o que você precisa saber sobre elas?

As competências sociais fazem parte do rol de habilidades que um profissional deve ter. Elas influenciam em muito dentro do ambiente de trabalho e, por isso, devem ser consideradas na seleção e recrutamento, bem como na gestão de pessoas.

Hoje, então, conheça tudo sobre trais competências. No artigo que segue você confere o que são elas, como se revelam, seus benefícios e como desenvolvê-las.

Com isso, agregue valor à empresa ao apostar no desenvolvimento das relações internas.

O que são competências sociais?

Mulher falando ao telefone sobre competências sociais

Essas competências se revelam na capacidade de interagir com terceiros. Ela abarca os comportamentos e reações que alguém possui na presença de outras pessoas e na capacidade de conviver com elas.

Assim, nada mais são do que as competências de viver em sociedade. Inclui, então, o reconhecimento das diferenças. 

Igualmente, a possibilidade de se expressar, ainda que de forma diferente do que os demais, sem que isso seja um risco, ofensa ou mesmo a privação de pensamentos de outras pessoas.

São competências que revelam que uma pessoa pode interagir dentro de um ambiente – aqui, o profissional – com outras pessoas. Que consiga se comunicar, construir, interpretar e e se portar de formas sociáveis.

Quais são as competências sociais?

Essas competências incluem, dentre outras, as seguintes capacidades:

  • De comunicação;
  • Expressão verbal;
  • Desenvoltura.

Assim, dentre comportamentos que revelam as competências sociais estão:

  • Capacidade de resolver problemas;
  • Comunicação;
  • Flexibilidade;
  • Criatividade;
  • Atitude positiva;
  • Pensamento crítico;
  • Gestão de tempo;
  • Trabalho em equipe.

Competências pessoais x Competências sociais

Ainda, cabe ressaltar que as competências pessoais são diferentes das sociais. Enquanto estas dizem respeito ao convívio com outras pessoas, aos comportamentos durante o compartilhamento de ideias e momento, a primeira se revela às habilidades da pessoa, em si.

As competências sociais são importantes para um grupo, que pode ser a sociedade em si ou então uma empresa ou equipe dela. Já as pessoais se revelam em como o indivíduo, de forma isolada, pode somar.

Alguns exemplos de capacidades pessoais estão:

  • confiança,
  • empatia,
  • liderança,
  • iniciativa,
  • otimismo,
  • adaptação,
  • autoavaliação, etc.

São habilidades que pertencem a ele. Elas podem se desenvolver por si só, enquanto as sociais dependem que outras pessoas também as apresentem. Portanto, são conceitos diferentes. 

Como desenvolver as competências sociais?

Assim como outros tipos de competências também é possível desenvolver aquelas de natureza social. Ou seja, aprender novas habilidades que possam ajudar tanto na vida em sociedade quanto no desenvolvimento profissional.

Da mesma forma como aconteceria com outros tipos de competências, então, o desenvolvimento das de natureza social requerem prática e treino. Ou seja, elas se desenvolvem pela ação.

E essa ação, então, requer o contato com outras pessoas. Afinal, aqui estamos falando da capacidade de interagir, trocar ideias e construir novas possibilidades e soluções. Tudo isso, sem dúvidas, é indispensável ao desenvolvimento profissional, também.

Por isso, formas de desenvolver tais competências envolvem o contato e interação com terceiros. O diálogo, o treino da escuta ativa, a interpretação e a forma de se portar e de expressar seus pensamentos e princípios.

O desenvolvimento das competências sociais, por exemplo, exige que as pessoas se coloquem em situações sociais em que a interação seja necessária. Igualmente, a observação, a escuta e a atenção às próprias emoções e reações.

Ainda, a perda do medo de se expressar – especialmente no que diz respeito aos seus próprios pensamentos – bem como a aceitação das diferenças estão no norte do desenvolvimento de tais competências.

E como uma empresa pode ajudar seus colaboradores nesse desenvolvimento? Pois bem, para isso existem várias possibilidades, veja algumas:

  • Criação de diferentes equipes de acordo com os projetos;
  • Atividades de inclusão de novos colaboradores;
  • Dinâmicas que envolvam a colaboração e diálogo entre diferentes colaboradores de diferentes setores;
  • Sociabilização por meio de festinhas internas, happy hour, almoços, etc.;
  • Seminários produzidos pelos próprios colaboradores, etc.

As competências sociais, portanto, dependem da sociabilização entre as pessoas que querem desenvolver tais habilidades. E a empresa, que pode se valer em muito desse desenvolvimento, pode auxiliar seus colaboradores nessa tarefa.

Quais são os benefícios das competências sociais para as empresas?

Um grupo de pessoas em uma empresa falando sobre competências sociais

Existem vários motivos para que as empresas e empregadores em geral apostem nas habilidades sociais e no desenvolvimento delas. Confira alguns deles e veja como isso pode ser benéfico!

Construa relações fortes na empresa

Primeiramente, com o desenvolvimento das competências de natureza social a sua empresa permite que os colaboradores construam, entre si, relações fortes. Elas, então, refletem em vários benefícios, tais como:

  • Melhoria do clima organizacional;
  • Menores atritos dentro das equipes;
  • Comunicação clara e sem espaço para dubiedades;
  • Melhoria do desenvolvimento diário das atividades.

Facilite o trabalho em grupo

As competências sociais também auxiliam no trabalho em grupo. Afinal, ele depende da interação entre 2 ou mais pessoas. E isso somente é possível quando elas conseguem se comunicar, entender-se e construir projetos e ideias conjuntamente.

Permita o desenvolvimento de novas ideias e soluções

Outra questão interessante para as empresas no que diz respeito ao desenvolvimento das competências do tipo social nos seus colaboradores é que isso possibilita o aumento de ideias e soluções propostas.

Considere que quando os colaboradores não são competentes socialmente eles podem ter dificuldade em se expressar. Não apenas isso, mas também podem encontrar barreiras internas que se revelam no medo de falar e demonstrar o que pensam.

Nesses casos, então, a empresa perde (e muito!). Afinal, ideias que poderiam ajudar no desenvolvimento de projetos, bem como soluções, deixam de ser apresentadas. Por isso, fomente a sociabilização que permite a boa comunicação e a segurança para se expressar e apresentar ideias.

Aumente a diversidade

O desenvolvimento das competências sociais dentro de uma empresa permite que ela aumente a diversidade dos seus colaboradores.

Isso se deve ao fato de que o ambiente da empresa passa a ser mais convidativo às diferenças e inclusivo. Não mais há a impressão de que apenas uma ideia/forma de se expressar/postura é correta, mas que todas o podem ser.

Dessa maneira, não deixe de apostar nas estratégias que auxiliam no desenvolvimento das competências sociais. A sua empresa, bem como seus colaboradores, somente tem a ganhar com isso.

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau