Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
mentoring

Mentoring é uma boa prática para o desenvolvimento profissional

O mentoring é um processo que acontece em relacionamentos nos quais um indivíduo, com base em seu saber e experiência, estimula o desenvolvimento de outro.

Essa tutoria é multifacetada: pode ser formal ou informal, além de poder se transformar e evoluir à medida que as necessidades desta pessoa mudem. Neste contexto, os mentores representam uma figura de sabedoria, eles orientam e garantem ao mentorado que ele não está sozinho ao lidar com os desafios do dia a dia. 

Neste artigo, vamos abordar mais aspectos sobre o tema. Acompanhe!

reembolso de quilometragem

O que é mentoring?

Nos dias atuais, existe uma grande procura dentre os profissionais pelo crescimento e aprimoramento constante de suas carreiras. E, entre as várias iniciativas que visam a essa melhoria, o mentoring também está envolvido. 

Na prática, quem promove o desenvolvimento é chamado de mentor e quem recebe a ajuda deste profissional é chamado de mentorado. Ou seja, trazendo para um contexto corporativo, esse papel de mentor pode ser desempenhado por um diretor, gerente, líder ou profissional com mais tempo de casa. O importante é que ele tenha o conhecimento necessário para guiar o colega de trabalho.

Além disso, o que é definido como desenvolvimento aqui, se traduz especialmente pelo ganho de conhecimento do mentorado na área em que o mentor tem domínio. Indo mais além, todo esse processo pode dar ao mentorado segurança emocional para atingir o resultado que procura e até mesmo acessar habilidades que não sabia que possuía.

O mentoring tem sido um tópico importante para o cotidiano das empresas, pois por meio dessa prática, elas têm buscado melhorar lacunas internas como seu fluxo de liderança; aumentar a diversidade entre seus colaboradores; despertar habilidades mais assertivas aos negócios; solucionar problemas geracionais; etc.

 

Qual é o papel dos mentores?

De maneira geral, o mentor é a figura que provoca questões que incentivam seu mentorado a examinar problemas de várias perspectivas e se concentrar em suas soluções a partir da tomada de decisões. Na maioria dos casos, ele desafia as formas tradicionais de pensar e incentiva que sejam adotadas estratégias que fogem da zona de conforto do mentorado.

Esse relacionamento entre profissionais pode ser estabelecido de maneira formal ou informal: a mentoria informal surge naturalmente, espontaneamente. O que significa que, por alguma circunstância da vida, duas pessoas se encontram, gera-se uma certa conexão entre elas e o processo acontece.

Já em relação ao mentoring formal, existe algum tipo de estrutura e planejamento. Não é casual, espontâneo. Um profissional ou empresa toma a iniciativa de fazer acontecer. A mentoria formal é o que acontece quando uma organização resolve implantar um programa de mentoring ou quando uma pessoa recorre aos serviços de um mentor profissional. Neste sentido, a missão desse profissional é a de preparar seus mentorados e fornecer orientação, apoio, incentivo e feedback construtivo.

 

Diferentes tipos de mentoring

  • Baseado em informações

O mentorado recebe orientação sobre um aspecto específico da sua vida profissional. O mentor compartilha suas experiências e técnicas que atendam às necessidades imediatas do outro profissional. Além disso, ele executa três funções básicas por meio da mentoria informativa:

  1. Recursos: fornece informações com base nas necessidades do mentorado;
  2. Aconselhamento: se torna uma fonte viva confiável de instrução, dando conselhos;
  3. Esclarecedor: ilustra e traz entendimento para o mentorado com base em suas  necessidades.
  • Baseado em habilidades

O aluno se concentra em desenvolver uma habilidade específica. Os mentores se colocam à disposição para lidar com perguntas, consultar técnicas, apontar dificuldades potenciais, estabelecer expectativas e relatar como fizeram isso no passado. Também são executadas pelo mentor, três funções básicas por meio do mentoring baseado em habilidades:

  1. Ensino: instrui o mentorado em uma área específica de desenvolvimento de habilidades usando métodos de ensino no trabalho;
  2. Treinamento: fornece feedback em primeira mão sobre o desempenho atual do mentorado;
  3. Inspiração: o mentor se torna um exemplo prático para o mentorado, enquanto ele busca uma área específica de desenvolvimento de habilidades.
  • Baseado em comportamento

Foca em comportamentos interpessoais altamente complexos. O mentor, embora nunca assuma a responsabilidade pelos sucessos futuros do seu mentorado, se torna uma influência norteadora, ajudando-o a desenvolver comportamentos mais eficazes para várias situações profissionais. 

O profissional avalia quais habilidades o mentorado possui e planeja atividades apropriadas de aprendizado e desenvolvimento. Outro ponto chave é que ele também observa e fornece feedback sobre o desempenho do mentorado. 

Três funções principais do mentor nesse tipo de mentoring:

  1. Orientação: guia o mentorado através do processo de desenvolvimento pessoal;
  2. Consultoria: fornece apoio enquanto ele desenvolve um comportamento ou habilidade específica;
  3. Patrocínio: o mentor defende o reconhecimento e a promoção do mentorado.

mentoring

Como o mentoring beneficia a empresa?

Existem muitas maneiras de utilizar o processo de mentoria no âmbito social, na saúde, nos esportes, entre outras. Praticamente, em qualquer área de atividade humana é possível aplicar essa prática.

Nas empresas de qualquer natureza, o conceito encontra diversas utilidades, sendo possível desenvolver programas específicos para a finalidade que se pretende. Veja alguns objetivos que esses programas podem ter: 

  • Promove a adaptação e o desenvolvimento de novos colaboradores, como recém-contratados, transferidos, trainees e estagiários;
  • Auxilia na preparação de sucessores para o desempenho de cargos com função estratégica na empresa;
  • Desenvolve líderes mentores, que trazem mais resultados para a organização;
  • Permite o compartilhamento de conhecimento tácito —  aquele saber que não está registrado em manuais ou em qualquer outro documento oficial da empresa , mas que alguns colaboradores possuem, fruto da experiência no desenvolvimento da função.

 

Adotando a prática no cotidiano

O processo de implementação de mentorias nas organizações não costuma representar um trabalho muito complexo, embora exija comprometimento e disponibilidade dos envolvidos, entre colaboradores e a área de Recursos Humanos.

Antes de tudo, o primeiro passo é selecionar os melhores profissionais de várias hierarquias, desde a linha de produção até a gerência. Identificar quem possui um perfil voltado para a liderança pode fazer a diferença, já que pessoas com talento para inspirar e orientar tendem a se tornar ótimos mentores.

Além disso, para o mentor, é importante contar com um bom processo de gestão de talentos, que vai dar mais clareza sobre o que deve ser feito dentro da empresa e como direcionar esse profissional para que apresente uma vantagem competitiva para a organização, aproveitando ao máximo as habilidades que ele oferece.

Os relatórios de desempenho e competências vão fornecer os insumos necessários para esse tipo de trabalho, dando um retrato claro do que a empresa tem à sua disposição. Isso facilita o trabalho do mentor e ajuda a apontar o que pode ser melhorado no profissional orientado e quais lacunas devem ser preenchidas para o alcance das metas.

Controle de Ponto

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau