Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
liderança feminina

Como fortalecer a liderança feminina na sua empresa?

A liderança feminina nas empresas ainda encontra algumas dificuldades que devem ser contornadas para que a organização seja diversa e moderna.

Fortalecer as lideranças exercidas por mulheres é algo imprescindível para todas as empresas e deve receber a devida atenção.

Existem algumas estratégias que auxiliam nesse fortalecimento e é sobre elas que falaremos a seguir! Acompanhe com a gente.

Por que fortalecer a liderança feminina empresarial?

A pesquisa “Sem atalhos: transformando o discurso em ações efetivas para promover a liderança feminina”, foi realizada em 2019 a partir da parceria firmada entre a consultoria Bain & Company e o aplicativo e site LinkedIn.

O resultado, que foi divulgado ainda em 2019, traz um dado extremamente alarmante:

Apenas 3% dos cargos top de liderança nas empresas brasileiras são ocupados por mulheres.

Isso é extremamente preocupante e demonstra que apesar de a igualdade nas empresas parecer presente, ainda está longe de ser efetiva.

Outros dados que levam a essa conclusão são provenientes de um levantamento da Catho que foi publicado em outubro de 2020.

Seu resultado demonstra que quando as mulheres estão em posições de liderança elas ganham salários que são 23% menores que os pagos aos homens, quando comparados.

liderança feminina

Não apenas nos cargos de liderança, mas nos demais isso ocorre na mesma medida.

As empresas têm a obrigação de mudar esse cenário para demonstrar sua relevância em pleno século XXI, preocupação social e construção de uma sociedade mais justa.

O público, os profissionais, a concorrência, os consumidores e todos os demais estão cada dia mais atentos a esses fatores.

Como trabalhar a liderança feminina na empresa?

As leis determinam claramente que não é possível ter distinção salarial e de condições de trabalho que sejam baseadas em gênero ao longo da jornada de trabalho. Apesar disso a realidade é outra.

Muitas empresas têm dificuldade em promover a liderança feminina ou não sabem como fazê-lo. Outras buscam estratégias que são colocadas de maneira incorreta em prática.

As estratégias abaixo serão capazes de equilibrar os quadros da sua empresa e principalmente promover a diversidade e a igualdade.

01. Capacitação

A primeira dica que trazemos para você aumentar a liderança feminina dentro da empresa é por meio da capacitação profissional.

Isso significa observar quais são as maiores dificuldades ou lacunas que essas colaboradoras possuem e buscar formas de preencher essas necessidades.

A capacitação pode ser feita dentro da empresa, na instituição de ensino ou à distância, pelo EAD (ensino à distância).

O EAD é uma ótima opção principalmente para inclusão das colaboradoras que além de trabalhar também possuem filhos e são chefes de família.

liderança feminina

Deve-se considerar as condições diferenciadas a fim de que os projetos traçados na gestão e construção de novas líderes realmente seja compatível com a rotina delas.

Em caso contrário a sua empresa estará investindo em estratégias que sequer são acessíveis para as pessoas a quem elas se direcionam.

02. Ouça as colaboradoras

Será que a sua empresa realmente oferece um ambiente de qualidade para as trabalhadoras mulheres?

São vários os fatores que podem prejudicar o desenvolvimento de uma mulher dentro da empresa e para saber quais são eles nada melhor do que conversar com a trabalhadora.

Somente ela poderá dizer o que se apresenta como óbice na sua prestação de serviços ou onde a empresa falha na concessão de oportunidades.

Com esse tipo de feedback é possível obter informações sobre como a empresa pode auxiliar as colaboradoras e saber o que está realmente ajudando dentre as ações já tomadas.

03. Analise o ambiente de trabalho e o clima organizacional

Outra questão que não pode passar fora do seu radar ao buscar auxiliar as lideranças femininas é que o próprio ambiente de trabalho pode estar atuando de maneira prejudicial.

liderança feminina

Como exemplo, considere se esse tipo de situação é recorrente no interior da empresa:

  • Confraternizações e happy hours sempre acabam com grupos divididos entre homens e mulheres;
  • Piadas machistas e comentários que não são compatíveis com um meio de trabalho sério e respeitoso;
  • Chacotas e outros tipos de comportamentos reprováveis são comuns em reuniões, advindas dos líderes e dos colegas;
  • Reuniões importantes não têm a presença de colaboradoras mulheres;
  • Informações são repassadas de maneira incorreta e privilegiada, de forma que colaboradoras são deixadas de lado.

Esses são apenas alguns dos exemplos de sinais de que o clima organizacional da sua empresa não é compatível com o desenvolvimento de liderança feminina.

É preciso desenvolver um plano de gestão de pessoas que mude esse cenário e que crie um ambiente mais propício ao desenvolvimento de todos.

Isso é importante não apenas para o desenvolvimento de líderes mulheres nas empresas, incluindo de mesma forma a prevenção às condenações na Justiça por danos morais e afins.

04. Ofereça salários justos

O quarto ponto que destacamos para desenvolver a liderança feminina na sua empresa é oferecer salários justos e compatíveis com o conhecimento, experiência e títulos do colaborador.

liderança feminina

 O oferecimento de salários justos é uma obrigação das empresas e vale sempre ser ressaltado.

A organização que não o respeita está infringindo o princípio da igualdade e promove políticas de exclusão que são condenáveis.

05. Valorize a maternidade

Dentre as principais dificuldades que as mulheres enfrentam no mercado de trabalho está a conciliação entre a maternidade e as atividades.

Existem empresas que ainda vêem com maus olhos a contratação de mulheres com filhos por considerar um fator que pode atrapalhar.

É dever das empresas valorizar a maternidade e dar as mesmas oportunidades, independentemente da possibilidade da colaboradora ter ou não filhos.

Considere disponibilizar um local para amamentação, na empresa, e a adoção dos programas governamentais que aumentam o tempo de auxílio-maternidade.

Exercer a empatia é essencial. Outros fatores que podem auxiliar é a ajuda no custeamento de escola ou creche e na promoção de programas voltados às crianças.

06. Analise todas as opções

Muitas empresas deixam de encontrar a liderança feminina pelo simples fato de que ao precisar contratar alguém optam pelas alternativas que mais parecem se assemelhar com o que já se encontra na empresa.

Isso é prejudicial por eliminar muitas alternativas que poderiam revolucionar a empresa e trazer um novo olhar para as atividades ali exercidas.

É preciso considerar todos os candidatos e analisar suas qualidades de maneira profunda, não se deixando distrair por fatores externos que deveriam ser irrelevantes.

Se necessário considere adotar uma ferramenta de recrutamento inteligente que auxiliará no aumento da diversidade de gênero na ocupação de cargos de liderança.

05 dicas para fortalecer a liderança feminina na empresa

É muito importante que a empresa promova ações para fortalecer a liderança feminina no ambiente corporativo. Veja a seguir as principais ações.

01. Conheça as reais dificuldades do público feminino no mercado de trabalho

Em primeiro lugar, é impossível fortalecer a liderança feminina sem conhecer os reais problemas profissionais que as mulheres encontram no mercado de trabalho. Afinal, são eles que levam a menor presença de mulheres em cargos de destaque.

Dentre os principais estão:

  • Assédio sexual;
  • Preconceitos de gênero;
  • Silenciamento;
  • Desigualdade salarial;
  • Falta de assistência à maternidade.

02. Utilize linguagem neutra

Outro ponto muito interessante para aumentar a liderança feminina na sua empresa é adotar a linguagem corporativa neutra. Ela se refere ao uso de palavras que se refiram aos colaboradores sem determinar a qual gênero eles são.

Por exemplo, ao invés de usar os termos “trabalhador” ou “trabalhadora”, use “profissionais”. Isso evita que se dê uso apenas aos artigos masculinos e que se mostre que a empresa se volta a todas e todos ali presentes.

Ainda, quando for necessário usar um gênero não neutro, use tanto o masculino quanto o feminino. Por exemplo, “bom dia a todas e todos” e outras questões nesse sentido.

03. Pratique diversidade em todos os âmbitos

Outra questão essencial para que seja possível aumentar a liderança feminina na empresa é praticar a diversidade em todos os âmbitos. Isto é, em todos os setores e graus de hierarquia e em relação a todos os tipos de diversidade.

A inclusão somente ocorre quando é completa, quando se volta a mulheres e homens de todas as cores, orientações sexuais, cores e credos. Ainda, lembre-se de que a inclusão feminina não se volta apenas às mulheres cis-gênero.

É essencial ter especial atenção às mulheres transexuais que encontram dificuldade de se colocar no mercado. Assim, pense em maneiras de fomentar a inclusão e a diversidade em todos os âmbitos.

04. Reveja os processos de seleção e recrutamento

Ainda, não deixe de considerar se os seus processos de seleção e treinamento realmente dão espaço às profissionais mulheres. Por exemplo, veja quais imagens você utiliza nas divulgações de vagas. Elas apresentam mulheres ou apenas homens?

Da mesma forma, quando estão presentes mulheres nas divulgações, elas seguem algum padrão de beleza e não mostram diversidade? Tudo isso é importante, pois pode afastar uma profissional ou aproximá-la da empresa. Ou seja, determinam sua candidatura.

Outro ponto é o texto de divulgação das vagas. Por exemplo, livre-se da linguagem que se volta apenas aos profissionais homens. Mostre que não há preferência de gênero e que a empresa é inclusiva.

Lembre-se de esclarecer na divulgação, também, se há medidas e benefícios empresariais que se voltam a quem tem filhos. Isso ajuda em muito a atrair profissionais mulheres que notam um ambiente inclusivo à maternidade.

05. Tenha canais de comunicação e de denúncias

Outro ponto importante é que a sua empresa dê as mulheres e demais colaboradores formas de realizar denúncias de forma anônima. Muitas vezes as empresas têm um ambiente em que tipos de assédio ocorrem. Contudo, não têm conhecimento sobre isso por falta de denúncias.

E estas podem ser atrapalhadas por questões como a ausência de canais de comunicação anônimos, que deem segurança a quem denuncia. Igualmente, à falta de políticas de compliance, essenciais ao desenvolvimento da cultura organizacional.

Enviar comentário

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau