Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
Responsabilidade Social Empresarial

Responsabilidade Social Empresarial: Guia completo 2020

Responsabilidade social empresarial é um tema cada vez mais recorrente, ainda mais em empresas que vêm diferenciais ao adotar uma cultura organizacional dinâmica e diversificada. Está em alta valorizar as pessoas pelos seus talentos, apoiar equipes mais diversas e desenvolver relações confiáveis e integras com todos os seus públicos.

Colaboradores, clientes, fornecedores, parceiros e investidores preferem empresas que tenha congruência entre a sua atuação no mercado e valores sólidos, voltados ao ecossistema do qual faz parte a empresa. Seguir um código de ética e ter responsabilidade social dá ao negócio maios credibilidade. Veja a seguir como ter uma empresa sustentável e comprometida ao mesmo tempo!

 O que é responsabilidade social empresarial?

 A responsabilidade social empresarial tem a ver com as ações que são desenvolvidas por empresas para efetivar construção de uma sociedade mais justa e igualitária, e para a preservação do meio ambiente. É um compromisso com a sociedade da qual a empresa também faz parte.

Logo, é importante dizer que a responsabilidade social empresarial deve ser um projeto contínuo na organização. Deve envolver todos os setores e estar muito bem alinhado com o negócio. São várias ações e várias frentes de trabalho que visam, por exemplo, a qualidade de vida, o bem-estar social, a sustentabilidade ambiental e do negócio, o apoio à diversidade, entre outras ideias.

Mas os atos devem ser reais e não apenas propaganda em prol de lucratividade e visibilidade.  Quando a empresa abraça estas causas, a visibilidade deve ser a da intenção para engajar outras pessoas e entidades também a abraçá-las. O interesse deve ser coletivo e não próprio.

Três pilares da responsabilidade social empresarial

Pode-se dizer que a responsabilidade social empresarial tem três pilares: desenvolvimento e apoio social, econômico e ambiental. As ações devem ter também os valores da empresa e estarem alinhados com a cultura organizacional.

Toda empresa visa lucratividade para se manter sustentável. Mas há ainda outro sentido de existir: servir a sociedade da qual pertence e respeitar o meio ambiente de onde tira os seus recursos.

Não se trata de ser assistencialista, mas de ter um projeto de responsabilidade, de retorno social e de desenvolvimento contínuo. Para tal, além de um plano de responsabilidade social estratégico – cujas ações deverão se tornar reais e coerentes com o seu negócio – a responsabilidade social empresarial deve envolver todos os seus stakeholders, seguindo as disposições legais.

Tipos de ações de responsabilidade social empresarial

Também não se pode ter em mentes apenas as vantagens tributárias e fiscais, como a redução de impostos, por exemplo. Há ganhos muito mais abrangentes que isso.

Diversas podem ser as ações de responsabilidade social empresarial: assistência educacional e capacitação, programas de primeiro emprego e colocação no mercado de trabalho, programas de preservação permanente, programas de acesso à moradia, ações que visão a saúde e o bem-estar, não apenas dos seus colaboradores, mas de suas famílias e comunidade, etc. Todos os públicos da empresa devem ser atingidos – tanto interno quanto externo. As ações devem engajar, motivar e envolver toda a sociedade.

Primeiros passos

Talvez o primeiro passo deva ser repensar o papel da empresa juntamente à sociedade caso a empresa ainda não tenha adotado um programa de responsabilidade social empresarial. Perceber com as suas ações geram impacto na vida das pessoas é fundamental – sejam eles positivos ou negativos.

Estes impactos devem ser refletidos, considerando os níveis local e global, a partir dos três pilares mencionados. A partir daí, pode-se listar uma série de mudanças e atitudes que se busca ter conforme a viabilidade do negócio e os valores da empresa. Uma dica é partir de problemas sociais aos quais a empresa está relacionada.

Uma empresa sustentável é aquela que consegue manter a sua estrutura lucrativa e produtiva através das suas ações, sem causar impacto negativos para si mesma e para o meio em que existe. Mas é também aquela que consegue responder aos anseios da sociedade. Muitas vezes as mudanças organizacionais são profundas e demoradas para ser mais responsável socialmente.

O segundo passo, desta forma, seria identificar valores e estratégias para implementar uma cultura organizacional mais diversa e sustentável, inclusiva e coerente, para que suas ações partam de dentro da organização para fora. As empresas mais respeitadas e bem-sucedidas são as que adotam padrões éticos elevados, atuam com transparência, responsabilidade social e de forma sustentável. E isso tem que ocorrer de forma realista e com sentido.

Empresa ser socialmente responsável e seus impactos

A ideia não é salvar o mundo, mas fazer parte dele na medida do seu alcance. Outro aspecto a considerar no projeto de responsabilidade social de sua empresa é o espirito de cooperatividade. Se no mercado a competitividade é uma exigência, no meio social deve-se pensar de forma cooperativa e organizada.

É importante que entre os seus diferenciais esteja a diferenciação de benefícios mútuos – sejam sociais, financeiros, ambientais, etc. Os produtos e serviços devem ser idealizados neste sentido, para assim, gerar mais valor à empresa e contribuir com melhorias sociais.

Em uma sociedade sempre em crise, cheia de conflitos, problemas financeiros, desrespeito ao meio ambiente e com graves problemas sociais dificilmente uma empresa prospera como poderia de fato prosperar. A empresa deve considerar que está inserida em um meio cheio de questões a serem dinamizadas e superadas.

Mas vale ressaltar que é em contextos de conflitos e crises que podem surgir ótimas soluções: a empresa pode analisar e aproveitar seus esforços de forma mais adequada adotando uma visão mais estratégica ao lidar com a responsabilidade social.

Controle de Ponto

Compliance

Como dito, a responsabilidade social empresarial é um projeto contínuo. Logo, uma sugestão é adotar um programa de compliance efetivo e não um programa com foco apenas na imagem da empresa junto ao mercado.

Para tal, é importante adotar uma postura de comprometimento que envolvam todos os players do negócio, inclusive as lideranças e gestores. Atitudes como mapear valores da empresa, ter a missão e a visão do negócio bem definidos, ter um código de ética compreendido e praticado por todos e políticas bem definidas voltadas à responsabilidade social empresarial, canais de comunicação e um centro de custo específico, controles e mensuração dos resultados das ações de responsabilidade social, uma cultura organizacional diversa e horizontalizada são apenas alguns pontos a serem considerados para este propósito.

Veja também: Como fazer a gestão da terceirização de mão de obra?

Gostou das dicas sobre responsabilidade social empresarial? Deixe o seu comentário e compartilhe estas dicas em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau