4 pessoas conversando sentadas uma ao lado da outra.

Como criar um programa de indicação de talentos bem estruturado

Saiba como criar e estruturar o programa de indicação de talentos da sua empresa e facilite o trabalho do RH.

O recrutamento é um dos principais desafios do RH, buscando principalmente a escolha de um profissional que vai trazer os resultados esperados pela empresa.

Tanto é que uma pesquisa realizada com executivos brasileiros apontou que 41% das lideranças admitiram terem feito uma contratação errada no ano de 2021.

Uma das formas de aumentar as chances de acerto é implementar um programa de talentos, permitindo que os próprios colaboradores indiquem outros profissionais que se encaixam à cultura da empresa. 

O que é recrutamento por indicação?

O recrutamento por indicação nada mais é do que a busca por novos profissionais através do recebimento de normas repassadas pelos colaboradores que já fazem parte do público interno.

O que é programa de talentos?

Já o programa de indicação de talentos é o aprimoramento do recrutamento por indicação, com o oferecimento de bônus para aqueles que indicam o nome do futuro profissional e o estabelecimento de regras a serem seguidas.

Quais os benefícios de implementar um programa de indicação de talentos?

Como você já viu, o principal benefício de contar com um programa de indicação de talentos é aumentar a chance de acerto ao contratar um novo colaborador, pois o mesmo:

  • Provavelmente já possui um conhecimento prévio sobre a empresa e manifestou o seu desejo de trabalhar nela para o seu indicador;
  • Maior facilidade de realizar no contato inicial, com maiores chances de uma resposta positiva por parte do recrutado;
  • Auxílio da manutenção de um ambiente de trabalho saudável, novamente através da contratação de alguém que já possui uma identificação com a marca;
  • Fortalecimento da marca pelo público interno, por conta dos incentivos e feedbacks passados para aqueles que indicam.

Como criar um programa de talentos?

Agora que você já sabe o que é e quais as vantagens do programa de indicação de talentos, confira o passo a passo de como você pode estruturar um e implementá-lo na empresa:

Delimite as regras do programa

O primeiro passo após decidir construir o próprio programa de talentos é delimitar quais são as regras que serão implementadas para o seu bom funcionamento, entre as principais estão:

  • Onde as vagas serão divulgadas; intranet, email corporativo, mural de avisos, etc;
  • Qual é o prazo para a indicação a partir da publicação da vaga;
  • Quantas indicações cada colaborador poderá fazer;
  • Qual é o “prêmio” para o colaborador que tem o seu indicado escolhido, como um bônus salarial ou outras vantagens que a empresa possa oferecer;
  • Os colaboradores podem indicar seus parentes?
  • O que acontece com o colaborador que teve sua indicação escolhida? Pode participar dos próximos processos ou deve esperar para pode fazer outras indicações?

Além disso, é fundamental apontar previamente os requisitos para a indicação, evitando que os colaboradores entreguem nomes sem critérios, como:

  • Perfil relacionado ao descrito na vaga;
  • Habilidades compatíveis com aquilos que está sendo buscado;
  • Competências socioemocionais utilizadas no ambiente interno;

Saiba divulgar as vagas

Com toda a estrutura do programa desenhada, o setor de RH deve pensar na sequência em sua divulgação.

Além de escolher os canais corretos, é fundamental fazê-las chegar nas pessoas que têm mais chances de possuir uma indicação.

Por exemplo, se a empresa está atrás de um profissional de TI, ela pode em um primeiro momento disparar essa vaga para os profissionais que já fazem parte do setor e, por consequência, têm mais chances de conhecer pessoas compatíveis.

Para tornar o programa atraente, o RH solicita a ajuda da equipe de marketing durante sua implementação e na abertura de cada vaga nova.

Mantenha um canal aberto para as indicações e dúvidas

Nas regras do programa e em cada material utilizado para divulgar a vaga aberta o canal para as indicações deve estar disponibilizado de maneira clara.

Essa etapa é fundamental para que as indicações cheguem sempre no mesmo lugar e no mesmo formato, evitando trabalhos desnecessários.

Dependendo do tamanho da empresa, um canal apenas para dúvidas sobre o programa de indicação de talentos também pode ser implementado.

Forneça feedbacks sobre o processo

Após a finalização de cada processo seletivo é importante que o setor forneça para os colaboradores que indicaram o profissional, um feedback sobre a sua participação no programa, explicando os pontos que levarão a sua escolha ou não.

Isso fará com que o colaborador se sinta motivado a participar mais vezes e saiba escolher com maior precisão o seu próximo indicado.

Coloque o programa para rodar e meça os seus resultados

Por fim, coloque o programa para rodar e acompanhe de perto todas as suas etapas, medindo os seus resultados e realizando melhorias contínuas.

Uma excelente maneira de saber se o programa de indicação de talentos está dando certo é calculando o seu ROI e o comparando com o retorno sobre investimento de um processo seletivo comum, não esquecendo também de considerar os resultados que o profissional traz para empresa ao longo prazo.

Continue aprimorando o seu setor de Recursos Humanos através da leitura de outros artigos como esse no blog da Oitchau.

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau