Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
entrevista de desligamento

Entrevista de desligamento: O que é? Como fazer?

A entrevista de desligamento é realizada quando a dispensa de um colaborador é operada. Nela não são apresentados apenas os motivos da demissão, mas colhidas informações sobre as opiniões do empregado demitido sobre o setor em que atuava e a empresa.

Ela pode ser de imenso auxílio às empresas, assim como ao setor de recursos humanos. Não só permite que haja a humanização da dispensa, mas que as informações colhidas sejam utilizadas para avaliar os setores e a forma como a organização opera em diversos sentidos.

Confira, abaixo, como essa entrevista é feita, que tipos de informações são colhidas e como ela auxilia a empresa a melhorar cada vez mais seu modo de operação.

Entrevista de desligamento: Como ocorre

Esse tipo de entrevista serve como uma ferramenta para a gestão de pessoas que é muito importante para o trabalho dos profissionais do setor de recursos humanos (RH).

Ela nada mais é que uma conversa previamente estruturada pelo RH e que será aplicada no momento em que um colaborador deixa a empresa. Vale ressaltar que ela não é exclusiva das dispensas, sendo muito útil nos casos de rompimento de contrato por pedido de demissão.

A entrevista no processo de demissão tem como objetivo, basicamente, compreender as causas do rompimento contratual. Visa coletar informações que possam ser relevantes para a empresa.

A partir dela, por exemplo, é possível ter conhecimento de qual é a visão que o empregado possui da organização, bem como sobre a gestão dela, divisão de tarefas, constituição de equipes e colaboração entre elas e internamente.

Outros fatores que podem ser analisados a partir dos dados colhidos são a forma como os colaboradores são tratados, como as políticas empresariais os impactam e quais as formas de diminuir a rotatividade e oferecer aos colaboradores aquilo que anseiam.

Importância da entrevista no rompimento do contrato de trabalho

Realizar uma entrevista dessa natureza é muito importante por diversos motivos e elencamos cada um deles abaixo. Confira e não deixe de implementar essa política junto ao RH de sua empresa para a operação de desligamentos, uma vez que as vantagens são variadas!

1.      Limitação da tensão entre empregado e empresa

É inegável que o momento da dispensa é extremamente delicado, inclusive pelo fato de, muitas vezes, ser acompanhado de sentimentos negativos, dentre eles o ressentimento, a raiva e até mesmo tristeza que podem ser direcionados aos colegas ou à instituição privada.

A entrevista realizada no momento do rompimento do vínculo entre as partes pode ser utilizada para resolver e esclarecer eventuais divergências entre as partes, assim como promover o diálogo sincero.

Cabe ao profissional de RH realizar essa entrevista ou ao menos acompanhá-la, bem como prestar esclarecimentos que amenizem a visão que o colaborador tem sobre a empresa.

2.      Facilita o feedback

O feedback não deve ser feito apenas pelos superiores hierárquicos em relação aos colaboradores, mas destes em relação aos gestores e à empresa.

Muitas vezes os empregados não se sentem à vontade para expor com sinceridade suas opiniões sobre a empresa e a forma como as operações delas ocorrem. Isso se dá geralmente pela falta de confiança ou medo de má interpretação e, claro, de uma possível dispensa.

No momento da entrevista de desligamento o funcionário não precisa mais se preocupar com isso, pois seu vínculo já está devidamente rompido e as opiniões que venha a expor não poderão lhe atingir negativamente.

É nesse momento que é possível obter um feedback sincero que trará informações que devem ser consideradas futuramente. Esse é o momento do profissional de RH apresentar o feedback do colaborador desligado em relação a toda a sua trajetória dentro da empresa.

Assim, pode destacar os pontos altos, assim como apontar melhorias, o que auxiliará o sujeito em futuros empregos.

3.      Melhora a imagem da empresa

É importante que a imagem da empresa seja boa não somente perante os consumidores, mas perante o mercado em que está inserida e aos empregados que operam nele.

Ao realizar uma conversa sincera com o colaborador que está sendo desligado, independentemente do motivo, a organização demonstra seu apreço pela responsabilidade social. Ela humaniza todo o processo de desligamento ao demonstrar preocupação não só com o que o colaborador pensa, mas com seu futuro profissional.

Isso, sem sombra de dúvidas, melhora a imagem empresarial no mercado, permite a realização de parcerias futuras com o ex-empregado e facilita no preenchimento de vagas de trabalho futuras, eis que os trabalhadores passam a despertar interesse pela organização.

O impacto é sentido pelos colaboradores que permanecem na empresa. A entrevista de desligamento, assim, demonstra que a instituição privada possui uma postura madura e de valorização do capital humano.

Como realizar uma entrevista de desligamento?

Saiba que apesar de existirem questões que demonstram relevância e devem ser trazidas à tona nesse momento, não existe propriamente um roteiro previamente definido, até mesmo porque toda a entrevista ocorre permeando um diálogo que pode tomar diversas direções.

Separamos os principais pontos que devem ser levados em consideração na realização de uma entrevista de rompimento de contrato de trabalho, independentemente do ramo em que se atua.

1.      Pergunte ao colaborador se ele deseja ser entrevistado

É importante que a empresa não obrigue o colaborador desligado a participar dessa entrevista. Ressalta-se que ela ocorre após a comunicação de dispensa ou o pedido de demissão, e não durante estes. Pergunte ao funcionário o interesse em participar e, caso a resposta seja negativa, não insista e respeite o posicionamento do empregado.

2.      Escolha o momento ideal

Dê um espaço de alguns dias entre o comunicado de dispensa e a realização da entrevista, principalmente se o desligamento tiver ocorrido por iniciativa da empresa.

3.      Faça um planejamento

Dentre as perguntas que não podem ser deixadas de fora de uma entrevista de desligamento estão aquelas que envolvem a opinião do colaborador desligado sobre os produtos ou serviços oferecidos pela empresa, assim como os processos realizados e o posicionamento da organização e dos gestores.

Traçar perguntar que são relevantes ao desenvolvimento da empresa é imprescindível e um dos principais nortes da entrevista.

Há diferença entre questões levantadas em caso de dispensa e na hipótese de pedido de demissão.

  • Desligamento por iniciativa da empresa: é importante que o profissional do RH se prepare para expor as causas da dispensa. A opinião do entrevistado sobre esses motivos é crucial;
  • Demissão foi solicitada pelo colaborador: essa hipótese exige que haja um esforço para entender quais foram os motivos que influenciaram o empregado a tomar essa decisão.

Independentemente da situação existem outras questões que não podem ser deixadas de fora da entrevista. Levantar perguntas sobre a imagem da empresa para o colaborador, quais as oportunidades que ela ofereceu para o desenvolvimento pessoal e o reconhecimento que ele recebeu são algumas delas.

O atendimento das necessidades, o ambiente organizacional, a distribuição de tarefas e a acessibilidade e qualidade de gestão são extremamente relevantes.

Esse é um momento crucial para que tanto a empresa quanto o colaborador revisem seus respectivos históricos, assim como tracem caminhos que lhe permitam crescer e se desenvolver mais.

Diante de tudo isso, não deixe de colocar em prática a entrevista de desligamento, pois ela pode ser de grande ganho à empresa, assim como propicia informações e feedbacks que lhe permitem visualizar novas formas de operar e de valorizar seus colaboradores.

A empresa só tende a ganhar com esse tipo de posicionamento, garantindo a melhora de sua imagem pública e interna e a correção de eventuais erros que possam ser identificados através das entrevistas.

Veja também: Comunicação interna durante a quarentena: Como fazer?

Gostou das dicas? Deixe o seu comentário e compartilhe estas dicas em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau