avaliação Avaliação de desempenho

Avaliação de desempenho: diferenças entre 90, 180 e 360 graus

Quem trabalha com gestão de pessoas está cansado de saber que a avaliação de desempenho é essencial no dia a dia empresarial.

Afinal, ela traz informações cruciais para o desenvolvimento da empresa, bem como para novas estratégias.

Para isso, então, existem vários modelos de avaliações.

Cada um deles se diferencia pelo modo como ocorrem e por quem participa da avaliação.

Desse modo, trazem resultados diversos e cada um deles pode ser mais ou menos importante para cada tipo de empresa.

Conheça, então, quais são os principais tipos de avaliações: em 90, 180 e 360 graus.

Veja como cada modelo funciona e como eles se diferenciam um do outro. Assim, veja qual é o melhor para aplicar nas suas equipes!

Conheça diferentes tipos de avaliação de desempenho e como funcionam

Avaliação de desempenho

Abaixo você encontra tudo sobre os 3 tipos principais de avaliação de desempenho para as empresas.

Confira e saiba como cada um funciona e como se diferencia dos demais presentes no mercado e qual usar.

Avaliação de desempenho 90 graus

Esse tipo de avaliação também leva o nome de “avaliação direta”. Ela é uma das mais tradicionais existentes no mercado, uma vez que ocorre entre duas pessoas: o líder (gestor imediato) e o colaborador.

Com isso, o primeiro, em grau hierárquico superior, avalia o segundo.

Para isso, segue critérios e um roteiro que é estabelecido pelo RH da empresa e que traz quesitos essenciais para avaliar como um colaborador se desenvolve na empresa.

Portanto, aqui temos 1 pessoa  – o líder – fazendo a avaliação dos seus subordinados diretos.

Assim, o gestor aplica os critérios avaliativos elencados pelo RH para cada um de seus colaboradores que compõem sua equipe.

Um dos fatores mais importantes sobre esse tipo de avaliação é que ela deve ser feita por um líder que tenha contato direto com o colaborador. Isto é, aqui a convivência é um fator crucial. Caso não esteja presente, pode atrapalhar a avaliação.

A convivência e a rotina de trabalho são essenciais aqui. Com esse tipo de avaliação é possível reconhecer talentos (pontuais ou gerais), bem como dar ao colaborador informações sobre como ele é visto pelo gestor e como pode melhorar no dia a dia.

180 graus

Outro tipo muito utilizado de avaliar o desempenho de colaboradores é a avaliação conjunta ou em 180 graus. Se na anterior o ponto de vista era apenas do gestor do trabalhador, aqui a autoavaliação entra em jogo.

Isto é, nesse tipo de avaliação se permite que o trabalhador faça um julgamento sobre suas ações e seu desempenho nas atividades diárias.

Ao mesmo tempo, o gestor também faz suas considerações ao avaliar o funcionário.

Assim, somam-se dois pontos de vista e duas avaliações diversas. Dá-se ao trabalhador a chance de olhar para o próprio trabalho e avaliar como ele está indo; ao mesmo tempo, ele também toma ciência de como é visto pelo gestor.

Com isso, estreitam-se os laços entre as partes, pois há troca de experiências e um diálogo mais próximo. 

Para que esse tipo de avaliação dê certo, aliás, é necessário que o colaborador tenha espaço para se expressar e realmente colocar seu ponto de vista. Em caso contrário, esse tipo de método será em vão.

360 graus

Por fim, a avaliação de desempenho 360 graus é outra possibilidade a ser aplicada na sua empresa.

Ela conta com uma visão múltipla sobre o trabalho, de forma que não há apenas 1 ou 2 avaliadores.

Mas como assim? Esse é o tipo de avaliação que envolve tosas as pessoas que interagem, de alguma forma, com o colaborador em seu dia a dia do trabalho.

Isto é, indivíduos que, pela convivência e rotina laboral, também têm pontos de vista sobre um trabalhador.

Note que muitas vezes um colaborador pode ser visto de uma forma pelo gestor, mas de outra pelos seus iguais. Nos outros tipos de avaliações, então, poderiam passar despercebidos pontos de qualidade ou de defeito de um colaborador.

Aqui isso não acontece, uma vez que há a soma de interpretações e pontos de vista.

Do mesmo modo, nenhum tem mais valor que o outro, uma vez que se complementam e buscam formar um ponto de vista mais completo e não tão simples e dualista.

Afinal, ninguém é inteiramente bom ou inteiramente ruim. No trabalho isso também se aplica, uma vez que todos possuem defeitos e qualidades diversos, mas que nem sempre se apresentam iguais para quem convive com eles.

Portanto, nesse tipo de avaliação de desempenho todos os pontos são considerados.

O que ocorre é que eles se somam para formarem, conjuntamente, um resultado final. Assim, é mais completo, mas também deve ter cuidados para que realmente alcance o objetivo inicial.

Todos os envolvidos devem ser orientados sobre a necessidade de usar a sinceridade na avaliação.

O processo deve ser claro, de forma que não haja resposta forjada para não prejudicar um colega ou para beneficiar outro.

A transparência é indispensável.

Quando ela está presente e essa avaliação de desemprenho é praticada de maneira correta, ela pode somar em muito à cultura organizacional, bem como ajudar no desenvolvimento de equipes mais entrosadas.

Afinal, qual é o melhor tipo de avaliação de desempenho?

Avaliação de desempenho

Esses tipos de avaliação de desempenho (90, 180 e 360 graus) são apenas algumas das existentes. Contudo, ainda assim, são algumas das de maior destaque no mundo da gestão de pessoas.

Então, qual usar para avaliar seus colaboradores e equipes? Pois bem. Isso sempre dependerá de como é o clima organizacional da empresa, bem como da cultura da organização empresarial.

Todos os tipos de avaliação podem trazer resultados interessantes.

Para isso, devem ser colocados em prática com cuidados pontuais para que as respostas e resultados realmente revelem pontos relevantes para a melhoria dos processos da empresa.

Nesse sentido, cabe ao RH e aos gestores entender qual é o tipo de avaliação que mais se torna interessante de acordo com o momento da empresa e com a forma como ela atua.

Seja como for, será possível colher ótimas informações que melhorem os resultados individuais e coletivos!

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau