competências digitais

Competências digitais: tudo que você precisa saber!

As competências digitais estão entre os talentos e diferenciais que, atualmente, são essenciais para os colaboradores de uma empresa e para os serviços delas.

Isso se deve à popularização da internet e ao desenvolvimento tecnológico.

Ter competências dessa natureza é crucial para o desenvolvimento de diversos trabalhos.

Abaixo, conheça mais sobre essas competências, como elas funcionam e como é possível desenvolvê-las. Saiba mais a seguir!

O que são competências digitais?

Competências são, de um modo geral, como habilidades e conhecimentos que um indivíduo possui. Quando se refere às tecnologias digitais, diz respeito à capacidade que um desenvolvedor possui para lidar com tecnologias diversas.

Considere que hoje basicamente todas as áreas fazem uso de tecnologia. Isso pode ocorrer em diversos níveis, mais ou menos complexos.

Entre eles estão a comunicação e o uso de e-mails, bem simples, pois as empresas podem usar ferramentas tecnológicas para outras questões mais complexas. Elas incluem a digitalização de processos, o uso de sistemas internos e a operação de máquinas e programações.

O que é preciso ficar claro é que todas as empresas, com mais ou menos frequência ou complexidade, fazem uso de tecnologias hoje.

E por isso é imprescindível que os colaboradores estejam preparados para fazer uso delas. A empresa deve observar quais são as tecnologias que podem melhorar as suas atividades e como utilizá-las.

Um dos fatores que compõem esse segundo questionamento é a capacidade dos colaboradores em utilizá-lo. Quando as capacidades digitais são vistas como essenciais às atividades da empresa, isso não significa que ela apenas contratará pessoas que já tenham tais habilidades.

A instituição corporativa busca auxiliá-las no desenvolvimento dessas capacidades.

Quais são os níveis de competências digitais?

As competências digitais possuem níveis que condizem ao desenvolvimento e destreza dos colaboradores de acordo com o tipo de conhecimento tecnológico que eles possuem.

É claro que o nível varia de acordo com cada colaborador, sendo comum pluralidade. São eles:

Nível básico

Sabem minimamente como lidar com as ferramentas de tecnologia.

Um bom exemplo é o conhecimento de como ligar o computador, mandar e-mails e fazer pesquisas na internet.

Nível intermediário

Nesse caso o colaborador tem as habilidades do nível anterior e outras mais avançadas.

Como trabalhar com sistemas de nuvens e compartilhar arquivos por eles ou usar os sistemas de trabalho e sistema ERP de gestão.

Nível avançado

O último nível de competências digitais é o avançado.

Este é aquele em que os colaboradores são capazes de desenvolver sistemas e resolver problemas técnicos, sendo referente aos colaboradores de TI.

Quais são as vantagens das competências digitais?

Agora que você conhece as competências que pertencem ao mundo digital, cabe saber quais são as vantagens que o desenvolvimento delas pode trazer às instituições bancárias.

Veja quais são elas e na sequência como é possível desenvolvê-las.

Otimização do tempo

A partir do momento em que os colaboradores sabem como mexer com ferramentas de tecnologia o tempo da jornada de trabalho delas passa a ser otimizado.

Isso significa que eles levam menos tempo para realizar uma atividade. Considere esses fatores que levam à otimização do tempo:

  • Uso das ferramentas de comunicação de maneira mais inteligente, evitando-se a necessidade de ligações constantes ou de deslocamento até outro setor dentro da sede empresarial;
  • Aplicação de sistemas que podem automatizar algumas atividades e que livram o colaborador de burocracia, com concentração nas ações que necessitam de sua atenção;
  • Evitam-se falhas humanas com o uso de sistemas que realizam cálculos e concentram informações. Isso permite que o colaborador não precise refazer um trabalho.

Melhoria da produtividade e da qualidade dos serviços

Outra das vantagens no uso das competências digitais é que ela leva à melhoria da produtividade.

Isso ocorre a partir do item anterior, eis que há otimização do tempo do colaborador e ele se concentra nas atividades que demandam sua atenção.

A produtividade aumenta pela própria melhoria dos serviços.

Colaboradores que sabem como usar as ferramentas que lhe estão disponíveis para trabalhar podem se concentrar em novas soluções para os problemas naturais do seu dia a dia.

Aproximação com o público

O desenvolvimento de capacidades do tipo tecnológicas leva ao desenvolvimento da imagem da marca e a aproximação dela com o público.

Isso se deve ao fato de que a comunicação está entre essas habilidades.

Como desenvolver as competências digitais?

Para tirar proveito de tudo o que as competências dos colaboradores em lidar com ferramentas tecnológicas pode levar às empresas há necessidade de que algumas atitudes sejam colocadas em prática.

Todas elas se dedicam ao desenvolvimento do colaborador em lidar com as tecnologias ao longo da jornada de trabalho.

Confira quais são e não deixe de adotá-las nos seus processos internos e gestão de pessoas.

Conheça os projetos internos e as novas demandas

A primeira questão que deve ser considerada para o desenvolvimento das competências dos colaboradores frente à tecnologia é conhecer quais são os projetos internos.

Junto a elas, considerar quais são as demandas novas e futuras. Isso requer a análise do mercado, das atividades internas e do público-alvo.

Somente assim é possível entender quais são as ferramentas que podem auxiliar a empresa e quais são as habilidades que os colaboradores precisam desenvolver para usá-las.

Aplique a capacitação interna

A capacitação é o segundo ponto essencial para o desenvolvimento das competências digitais dos colaboradores.

Com ela a sua empresa pode auxiliá-los a partir do oferecimento de cursos que os auxiliem a entender o passo a passo do uso das ferramentas.

Isso pode ocorrer de diversas formas. Um gestor com os conhecimentos necessários pode orientar os colaboradores.

Outra opção é a contratação de professores externos ou de instituições de ensino. As aulas podem ser presenciais ou à distância.

Utilize políticas de Feedforward

O último fator para colocar em prática o desenvolvimento interno digital é fazer uso das políticas de feedfoward.

Elas fazem parte do feedback. A diferença é que ele não considera só habilidades e falhas atuais e sim as melhorias necessárias ao futuro.

Para isso deve ocorrer uma análise do mercado e das tendências para a sua área. Os gestores podem analisar as falhas de habilidades tecnológicas para buscar seu desenvolvimento.

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau