cálculo de tempo de serviço

Calcular tempo de serviço de forma descomplicada – Veja como!

Calcular tempo de serviço pode deixar muitos profissionais preocupados, porque parecem ser muitos cálculos, e complexos.

Mas realizar esse cálculo se torna cada vez mais necessário aos profissionais, devido às mudanças que vieram com as reformas trabalhistas e previdenciária. 

E ainda, é importante acompanhar em situações específicas, como em um processo de demissão, para que ele saiba quais são os valores que lhe cabem.

Sendo necessário que ele saiba elaborar o cálculo, para garantir que todos os seus direitos estão sendo cumpridos.

Quer saber como calcular tempo de serviço corretamente? Preparamos um guia completo para você!

O que é o tempo de serviço? E como ele calculado?

O tempo de serviço refere-se ao período de tempo no qual o trabalhador presta serviço para determinada empresa ou pessoa física, podendo variar entre meses, ou até mesmo anos.

Essa relação depende de fatores como a quantidade de tempo em que se está trabalhando, se o emprego é fixo, se existe a contribuição dos direitos com carteira assinada, etc.

Calcular o tempo de serviço não precisa ser um problema nem para o profissional e nem para as empresas.

Já que trata-se do período em que o empregado esteja à disposição do empregador, aguardando ou executando ordens, salvo disposição especial expressamente consignada.

calcular tempo de serviço

O tempo de serviço tem também a ver com o tempo de contribuição, ou seja, o tempo que o mesmo contribuiu com os valores referente à aposentadoria.

Inclusive, é por meio do cálculo de tempo de serviço que passa a ser possível ter o conhecimento dos benefícios a ser recebidos pelo trabalhador.

Também torna-se viável saber quais tipos de indenizações, licenças, promoções e salários esse profissional ganhará após determinado tempo de trabalho.

Para realizar a simulação do tempo de serviço, é necessário acessar diretamente a página do Governo Federal e seguir as orientações.

Como fazer para calcular tempo de serviço?

Como vimos mais acima, calcular tempo de serviço corretamente vai garantir o acesso a benefícios trabalhistas, tais como:

Além disso, pode ser um meio de mapear a experiência de trabalho do profissional, para o fins como elaborar um currículo ou planejar a carreira de forma mais detalhada.

Antes de tudo, para fazer esse cálculo, é preciso ter conhecimento da data exata do início do contrato de trabalho.

O profissional também pode consultar diferentes contratos de trabalho. Ou seja, cada emprego de carteira assinada que ele possuiu deve ter seu tempo de trabalho contabilizado separadamente.

Esse tempo de serviço começa a ser contado a partir da data de assinatura da carteira, considerando também o período de experiência, ou do início da vigência do contrato de trabalho.

Ele se encerra no último dia registrado na carteira ou no contrato de trabalho, geralmente após o cumprimento do aviso prévio.

Para ficar mais simples esse processo, veja os passos necessários a contabilização.

Onde verificar as informações sobre tempo de serviço?

Carteira de trabalho

Assim a CTPS é assinada, a data do primeiro dia na empresa fica marcada como data de emissão do trabalho. Depois de obter esse dados, o profissional deve:

  • Calcular por quanto tempo esteve em período de experiência. Somando todos os dias até o dia final.
  • Se foi efetivado, logo deve calcular o primeiro dia de sua efetivação até o último dia no qual esteve trabalhando.

No contrato assinado

Ao fazer parte da empresa o trabalhador também assina um contrato, e nele consta a informação da data de início de seu trabalho. Neste caso, sempre é emitida pelo menos duas vias deste documento.

Uma das vias fica com o departamento pessoal e outra com o colaborador. Além disso, com outro tipo de contrato, o de rescisão, também é possível calcular o tempo de serviços prestados.

Cálculo do tempo de serviço por meio do INSS

Os trabalhadores também podem calcular tempo de serviço e contribuição a partir do INSS. Para isso, são necessários os documentos abaixo:

  • Extratos de CNIS — ou carteira de contribuição;
  • Carteira de trabalho;
  • Carnês pagos (se for o caso).

Se o profissional não souber do seu CNIS, basta entrar no portal da previdência e seguir todos os passos necessários para obtê-lo.

calcular tempo de serviço

Com ele em mãos, o passo a passo deve ser o seguinte:

  1. Acessar o site https://www.inss.gov.br/;
  2. Escolher o serviço “Simulações”;
  3. Clicar na opção “calcular tempo de contribuição”;
  4. Neste ponto a página requer dados pessoais do trabalhador, que deve preenchê-los;
  5. Inserir as informações sobre os vínculos de trabalho para o INSS;
  6. Após lançar todos os  períodos de entradas e saídas, basta gerar o relatório;

Feito isso, todas as simulações com os tempo de serviço serão apresentadas no relatório.

Como calcular tempo de serviço para aposentadoria?

Quem deseja ter uma noção de quanto tempo falta para se aposentar ou já pretende começar a dar entrada no benefício, precisa se atentar ainda mais. 

Além de seguir os passos que indicamos acima, o trabalhador deve somar sua idade atual com o tempo de serviço apontado pelo resultado do cálculo. 

Veja exemplos abaixo:

  • Homem: 60 anos de idade + 35 anos de serviço (contribuição) = 95 anos ao todo.
  • Mulher: 55 anos de idade + 30 anos de serviço (contribuição) = 85 anos ao todo.

Essa regra é comumente conhecida como a regra do 85-95 — que futuramente será de 90-100.

Tendo ambos os gêneros contribuído com pelo menos 30 anos de tempo de serviço, terão o direito de fazer a solicitação da aposentadoria integral.

Como identificar falhas na contabilização do tempo de serviço?

Em alguns casos, podem ocorrer erros no cálculo do tempo de trabalho. Os erros mais comuns são os seguintes:

Período de experiência

O contrato de experiência conta no cálculo de tempo de serviço. Para relembrar, o contrato de experiência deve ser registrado na Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS em até 48h.

O descumprimento dessa regra pelo empregador pode tornar este acordo com prazo indeterminado.

Como já mencionado, a legislação determina que o prazo máximo não exceda 90 dias. Para calcular tempo de serviço, em algumas categorias, não pode ser considerado o tempo de experiência, o que não é correto.

O tempo de experiência conta tanto como o tempo de serviço quanto o cálculo de benefícios como férias, 13° salário, seguro desemprego, entre outros. Fique de olho nesse ponto.

Carteira de trabalho – CTPS

As datas registradas erroneamente na carteira de trabalho são muito comuns, principalmente nas carteiras mais antigas.

Nesse caso, será necessário ir até o antigo empregador para realizar a alteração o quanto antes, ou procurar pelo atendimento da Justiça do Trabalho e verificar quais são os procedimentos necessários para correção das datas.

Contrato de trabalho

Há muitos tipos de contratos de trabalho. Trata-se de um documento cujo objetivo é definir as regras de uma relação de trabalho sempre que houver o emprego das habilidades e do tempo de uma parte em favor da outra.

Em contratos de trabalho do regime intermitente só entram no cálculo os períodos de atividade do profissional.

Para exemplificar, se está registrado em carteira que o regime é intermitente e o empregado trabalhou por 30 dias no último período de trabalho, então esse é o número de dias que entrará no cálculo.

O que fazer em casos de problemas no cálculo do tempo de serviço?

Caso tenha alguma dificuldade para calcular tempo de serviço, o profissional  pode entrar em contato com seu sindicato para obter mais informações.

Além disso, também existe disponível para este fim os postos de atendimento da Previdência (INSS), basta procurar o mais próximo de sua residência e fazer o agendamento desse tipo de serviço.

Controle de Ponto Digital – Para empresas inteligentes

Que tal fazer um upgrade na gestão de pessoas da sua empresa?

A solução Oitchau é uma plataforma inteligente de controle e marcação de ponto com diversas funcionalidades para apoiar nas marcações de horários da rotina de trabalho.

controle de ponto oitchau

Com Oitchau, você pode adquirir o serviço na medida da sua necessidade, conforme a quantidade de colaboradores que possui.

É possível expandir o seu plano gradualmente. Entre as principais funcionalidades, estão:

  • Marcação de ponto pelo computador ou dispositivos móveis,
  • Ponto eletrônico antifraude e alinhado com todas as disposições legais,
  • Controle de férias (ausências, abono, etc.),
  • Controle de ponto para equipes externas (com rastreamento em GPS em tempo real),
  • Gestão da jornada de trabalho (semanal, turnos, flexível, etc.),
  • Sistema integrado com o REP,
  • Dispositivos de segurança (como reconhecimento facial, por exemplo), e muito mais.

O sistema Oitchau é adaptável a empresas de diferentes segmentos – como condomínios, empresas de TI, instituições de ensino, indústria, entidades governamentais e outros tipos de negócios.

A boa notícia é que você pode realizar um teste gratuito agora mesmo e conhecer melhor esta ferramenta.

Oitchau - Registro de ponto por reconhecimento facial
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau