recrutamento interno

Boas práticas para recrutamento interno – Quais são? Vantagens

Nem sempre é preciso ir muito longe para adquirir um ótimo talento para uma vaga específica da empresa. O recrutamento interno é uma modalidade de seleção muito comum nas empresas brasileiras, sendo inclusive vantajoso para a organização. Veja a seguir algumas práticas neste sentido!

O que é recrutamento interno?

Por recrutamento interno, entende-se um processo seletivo no qual os candidatos são os próprios colaboradores da empresa. Muitas empresas costumam oferecer vagas primeiramente aos seus colaboradores, antes mesmo de divulgá-las. Assim sendo, a vaga pode ser preenchida por um atual colaborador, que ocupava uma posição em outra área ou divisão da organização e que tenha desejo de mudar de cargo.

O recrutamento interno não pode ser deixado em segundo plano pela equipe de RH, pois oferece algumas vantagens interessantes, como privilegiar os talentos já existentes, efetivar a mobilidade entre cargos e salários e plano de carreira, evitar custos de contratação, seleção e treinamento prévio, maior capacidade de adaptação do colaborador, etc. Muitas empresas ainda não perceberam estes benefícios.

O que é recrutamento interno?

Sabe-se que o recrutamento é um procedimento com diversas etapas, com o objetivo de selecionar profissionais para ocuparem cargos na empresa. O processo de recrutamento e seleção pode ser:

  • Externo — quando a busca por profissionais tem foco no mercado.
  • Interno — quando a busca ocorre entre os profissionais da própria empresa.
  • Misto — quando o processo abrange ambos os grupos, dando mais possibilidades à empresa.

No caso do recrutamento interno, a busca ocorre através dos diferentes setores e departamentos da empresa. Há técnicas muito semelhantes ao recrutamento externo, mas há algumas abordagens diferenciadas, que se constituem em boas práticas.

Fases do recrutamento interno

Este pode ser o padrão de etapas de um recrutamento interno:

  • Recrutamento informal — Há uma busca por setores e entre as lideranças, que aponta possíveis talentos para a vaga.
  • Abertura de vaga — É a comunicação a todos os setores, permitindo que o colaborador se candidate ao cargo.
  • Reenquadramento — Pode ocorrer por promoção de profissionais que façam parte da carreira, conforme o plano de cargos e salários e o plano de carreira.

Vale dizer que o recrutamento interno deve ser muito justo, idôneo e transparente e não serve para facilitar a ascensão de determinados colaboradores em relação a outros, mas sim atender da melhor forma uma necessidade da empresa.

É importante que o RH tenha critérios claros para estabelecer o recrutamento interno. Podem ser a produtividade, qualificações, estratégias empresariais e perfil comportamental, etc.

Vantagens do recrutamento interno

Estas são algumas vantagens do recrutamento interno que devem ser consideradas:

  • Redução de custos – Como o recrutamento interno elimina etapas na seleção e contratação, é uma grande vantagem para a empresa. Fases como divulgação, testes, entrevistas e afins, podem ter custos elevados, que podem ser evitados.
  • Conhecimento prévio – Quando já se conhece os possíveis candidatos, o recrutamento ocorre de forma mais fluída. Há um grano de tempo maior na sua efetivação e mais precisão sobre as competências necessárias para o cargo.
  • Engajamento dos colaboradores – Quando o colaborador percebe que pode fazer uma carreira dentro da empresa, se sente mais seguro, motivado e engajado. Isso amplia a produtividade.
  • Índice de acerto – Uma seleção com mais foco e com conhecimentos prévios dos candidatos tem um índice de acerto maior na hora de contratar.
  • Aumento da percepção da marca empregadora – Uma empresa que prioriza os seus colaboradores no processo de seleção tem uma imagem melhor no mercado.

Boas práticas para o recrutamento interno

Vejamos algumas boas práticas para adotar em seu recrutamento interno:

Conheça o candidato – Não é porque o candidato à nova vaga ser já contratado pela empresa que ele não deva ser conhecido e submetido aos critérios necessários para a contratação. Vale a pena fazer uma análise profunda de seu perfil. Veja as referências apresentadas pelas lideranças e outros colaboradores do seu setor, e acompanhe a trajetória de desenvolvimento do mesmo durante o seu tempo de empresa.

Escolha por experiência – Experiência conta muito na hora de assumir uma vaga em um contexto em que o colaborador já conhece. No recrutamento interno, priorize os colaboradores que têm um tempo maior na empresa. Eles terão maior condições de adaptação e já conhecem a maior parte da equipe.

Informações atualizadas dos funcionários – Mantenha o banco de dados dos colaboradores sempre atualizados para que seja mais fácil escolher durante a seleção interna. Incentive os colaboradores a manterem os seus currículos atuais.

Invista em treinamento – Uma forma de ter talentos à disposição sem ter que recorrer ao mercado é investir no desenvolvimento do colaborador. Para isso, oferecer cursos, certificações, formação superior e outros recursos irá impactar o recrutamento interno em todos os momentos da empresa.

Realize os testes necessários – Não é porque o candidato interno já é conhecido que ele não deva passar por testes. Avalie as suas competências tal como faria com um candidato externo. Os testes permitem analisar se o colaborador tem os aspectos exigidos para o desempenho de tarefas.

Invista em uma solução integrada com a possibilidade de recrutamento interno – Uma plataforma digital de recrutamento e seleção que tenha a funcionalidade de recrutamento interno pode ajudar muito no processo seletivo e a reduzir custos. Há muitas opções no mercado e geralmente são bem customizáveis.

Explore as possibilidade – O recrutamento interno permite explorar muitas possibilidades, desde a otimização de salários e benefícios, remanejamento e descrição de cargos, até a formação progressiva de profissionais que assumam vagas previstas com muita antecedência. O recrutamento interno pode ser muito estratégico.

Veja também: Kanban: Saiba o que é e como adotar a metodologia no RH

Gostou das dicas sobre recrutamento interno? Deixe o seu comentário e compartilhe estas dicas em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau