Mulher em ambiente de trabalho preenchendo pequenos papeis em um quadro, representando a organização e uma das tarefas do Product Owner na hora de pensar em suas estratégias

Product Owner

Tire todas as suas dúvidas sobre o Product Owner, seja você um recrutador, liderança em busca desse profissional ou alguém que deseja ocupar a função.

Se você está aprofundando os seus conhecimentos sobre o Scrum provavelmente ouviu falar do Product Owner, uma das funções de maior importância para o funcionamento do framework.

Apesar de todas as palavras estrangeiras que fazem parte do Scrum e de seus demais componentes, ele não precisa ser difícil de entender ou exclusivo de algumas pessoas que trabalham com a gestão de projetos.

Pensando nisso, elaboramos um conteúdo completo para que você saiba o que é o Product Owner, quais são as suas funções, as habilidades necessárias para exercê-las e muito mais sobre o papel do profissional que recebe essa nomeação.

O que é um Product Owner?

Em uma tradução livre, Product Owner (também conhecido como PO) significa Dono do Produto. Apesar da tradução, a melhor definição para o PO é: aquele que representa o dono do produto.

Pode parecer confuso, mas é isso mesmo, o Product Owner é o principal representante dos Stakeholders, ou seja, aqueles a quem a empresa visa impactar, logo, os seus clientes.

Para gerar esse impacto e entregar tudo aquilo que os clientes desejam, o PO tem a missão de gerar o máximo de valor ao menor custo e tempo possível. 

Quais são suas principais responsabilidades do PO?

A principal responsabilidade do Product Owner é entender aquilo que o cliente deseja, transmitindo essas necessidades para a equipe de desenvolvimento do projeto que está sendo realizado através do Scrum e que deriva do Manifesto Ágil.

Dessa responsabilidade principal, derivam as funções que o PO exerce:

  • Interagir com os clientes para identificar as necessidades e falhas do produto;
  • Desenvolver o Product Backlog (tudo aquilo que deve compor o produto conforme as necessidades dos Stakeholders);
  • Determinar os requisitos gerais para o início das tarefas;
  • Garantir o orçamento mínimo necessário para a execução dos Backlogs;
  • Apresentar os Backlogs de forma transparente e fácil de ser entendida;
  • Desenvolver as User Stories, fundamentais para ferramentas como o Planning Poker;
  • Determinar as Backlogs que são prioridades junto ao time;
  • Garantir que o produto seja entregue com aquilo que o cliente deseja e necessita;
  • Aprovar ou negar as entregas dos Sprints;
  • Trabalhar em conjunto com o Scrum Master para estabelecer uma comunicação linear com os desenvolvedores e apontar quais as funções e ferramentas necessárias para o desenvolvimento do projeto.

Qual o papel do Product Owner no Scrum?

Ser ágil é o principal papel adicional que o PO deve ter em mente ao trabalhar dentro do Scrum, lembrando que o seu cargo deve ser usado sempre para facilitar processos, evitando a burocratização e a demora na entrega. 

O Product Owner é uma função que está totalmente ligada ao Scrum, por tanto, todas as suas responsabilidades e funções descritas acima fazem parte do seu trabalho dentro da metodologia.

O que um Product Owner precisa saber?

Agora que você já sabe o que é e quais as principais funções do Product Owner, confira quais os tópicos de conhecimento e as principais habilidades que o ocupante da função deve possuir:

Metodologias ágeis

O Product Owner é uma das principais peças das metodologias ágeis, como o Scrum, por conta disso, a pessoa que vai ocupar o cargo deve ter o pleno conhecimento sobre elas.

Além disso, o PO também precisa acreditar nas ferramentas que compõem a metodologias, caso o contrário, ele usará seu cargo para aplicar velhos métodos burocráticos e que hierarquizam a gestão de projetos.

Comunicação

A comunicação faz parte do dia-a-dia do PO, um de seus deveres é transmitir aquilo que o cliente deseja para a equipe de desenvolvedores, sem deixar dúvidas e elucidando todos os pontos que podem gerar ruídos e retrabalhos.

Negociação

Com a habilidade de comunicação, o PO também deve saber negociar. Afinal, alguns backlogs podem ser contestados pelos desenvolvedores, devido à dificuldade de execução ou a falta de entendimento de sua importância.

Outro momento que a negociação se faz presente na vida do Product Owner é durante o requerimento do orçamento para que os backlogs sejam executados.

Organização

A organização é um dos pilares das metodologias ágeis e também deve ser do PO, sem o comprometimento com as entregas e a responsabilidade de transformar as informações em tarefas a serem executadas, todo o projeto pode ser comprometido.

Qual a diferença de Product Owner e Product Manager?

O Product Manager (PM) e o Product Owner são cargos diferentes apesar da semelhança em seus nomes.

O PM se ocupa com funções que correspondem a toda estratégia em si, como gerenciar os KPI’s da equipe, preparar relatórios e contabilizar resultados.

Já o PO está inserido em um quadro tático, responsável pela execução das tarefas, coletando feedbacks, levantando as necessidades e entregando aquilo que o usuário deseja.

O Product Manager pode ter como uma de suas funções realizar a tarefa de Product Manager também, enquanto o PO está apto a desempenhar apenas as funções que se relacionam aos processos ágeis, tendo de evoluir para trabalhar como PM. 

Como é medido o desempenho de um PO?

Assim como as demais funções que fazem parte das metodologias ágeis, o Product Owner também pode ter o seu desempenho testado a fim de garantir que o seu trabalho está sendo bem executado e surtindo efeitos.

Confira algumas das formas de medir o desempenho do PO:

Problemas de produção relatados

Como o PO é responsável por apresentar um projeto que possua as soluções que o cliente deseja, uma das formas de entender se as necessidades foram bem mapeadas e correspondem a expectativa dos clientes é verificando os problemas relatados.

Quanto menos clientes tiverem reclamações ou demais ruídos relatados no momento de utilizar um produto, maior o indicativo de que o PO realizou um bom trabalho.

Satisfação do cliente

A taxa de satisfação do cliente também é outro indicativo que se relaciona ao trabalho do PO dentro do Scrum.

Ela está diretamente relacionada ao atendimento das necessidades dos Stakeholders e da geração de valor pelo produto.

Satisfação da equipe de desenvolvimento com as tarefas

Para que os Backlogs sejam executados e as necessidades sejam atendidas, gerando uma maior taxa de satisfação e um menor número de problemas relatados, é necessário que a equipe de desenvolvedores saiba muito bem o que tem de fazer.

Por tanto, medir a satisfação interna dos colaboradores que recebem os Backlogs do PO, com relação ao entendimento do que deve ser executado, também é um indicador que representa o sucesso do profissional.

Quanto maior a quantidade de retrabalhos e de entregas negadas, maior o indicativo de que a comunicação do PO com os desenvolvedores está sendo falha. 

Como encontrar o Product Owner ideal?

Algumas empresas acabam procurando seus próprios clientes para assumirem o papel de Product Owner em seus projetos, porém, essa ideia pode não ser tão boa assim, por conta das habilidades comunicacionais e a responsabilidade que o PO deve assumir.

Confira alguns itens que um recrutador deve mapear na hora encontrar o PO ideal:

  • Conhecimento sobre a empresa e os produtos que ela desenvolve;
  • Postura de liderança, mas com o pleno entendimento de que nas metodologias ágeis isso não significa ser um chefe a moda antiga;
  • Ter estudado sobre o Scrum e a outras metodologias ágeis, algumas instituições brasileiras oferecem cursos sobre a área. Porém, para um PO as aulas mais recomendadas são ofertadas pelo Scrum.org
  • Ter um perfil analítico e influenciador, gerando respeito às suas decisões, que no caso da definição dos Backlogs, são de sua responsabilidade;
  • Pró-atividade para conversar e estabelecer os mais diversos tipos de canais para se comunicar com os clientes;
  • Ter conhecimento básico sobre as etapas necessárias para o desenvolvimento dos Backlogs. Por exemplo, se o projeto envolve a elaboração de um software, o PO deve possuir um conhecimento mínimo no desenvolvimento dessas tecnologias.

Alavanque a sua gestão de projetos

Como você viu, o Product Owner é um dos principais responsáveis por permitir que o Scrum seja realmente um método ágil, representando e apresentando os interesses dos clientes para a equipe.

É através dele que as tarefas serão apresentadas, possibilitando que a junção delas gere uma entrega rápida e condizente com as expectativas dos Stakeholders.

Acompanhe outros conteúdos sobre Scrum e as metodologias ágeis no blog da OiTchau e alavanque a sua gestão de projetos.

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau