gráficos aparecem na tel de um notbook, ao lado sob a mesa há uma mão segurando um tablet

O que é e para que serve o COBIT?

Reúne orientações para realizar controle e monitoramento de elementos fundamentais, para a governança de TI com o intuito de realizar melhorias e aumento da qualidade na entrega dos processos.

O COBIT é um conjunto de ações que auxilia a governança de TI, colaborando com estratégias e atividades práticas para o melhor controle e liderança do time, criando uma estrutura que organiza o que precisa ser feito no desenvolvimento de processos.

Reúne orientações para realizar controle e monitoramento de elementos fundamentais, para a governança de TI com o intuito de realizar melhorias e aumento da qualidade na entrega dos processos.

Por isso, vamos falar sobre o que é COBIT, os principais aspectos, como aplicá-lo e para que serve, assim poderá começar a executar na sua empresa junto com os sues colaboradores. Confira.

O que é COBIT?

É a sigla para Control Objectives for Information and Related Technology, na tradução livre significa Controle de Objetivos para Informações e Tecnologias, sendo um guia de boas práticas referentes à gestão. 

Um conjunto de ações que auxilia a governança de TI, colaborando com estratégias e atividades práticas para o melhor controle e liderança do time.

Uma estrutura, framework sendo um conjunto de códigos genéricos que servem para resolver problemas específicos em relação a TI ou programação, as ações realizadas nessa estrutura possibilitam a união de projetos em desenvolvimento para o processo de finalização.

Características do COBIT

 

O ponto principal é garantir a qualidade durante o desenvolvimento do projeto, que tem como base 4 fundamentos e 5 princípios, que compõem as diretrizes para a prática de resoluções.

 

4 fundamentos ou domínios do COBIT

  • Planejar e organizar: é preciso analisar todas as necessidades e objetivos do processo, para poder definir qual será a estrutura e quais estratégias serão utilizadas nos sistemas de TI. 
  • Adquirir e implementar: tomar nota dos serviços que os colaboradores já fazem na empresa, e quais precisarão ser terceirizados, ara não a ver falhas no desenvolvimento do processo de TI; 
  • Entrega e suporte: gestão de dados e informações, definição dos prazos e confirmação das entregas, verificando se foi realizado corretamente e como planejado, além de dar suporte aos usuários da plataforma. 
  • Monitorar e avaliar: deve ser realizar um acompanhamento das entregas, ações durante o desenvolvimento e também o início de cada domínio, além de avaliar se precisa de resolução de problemas ou atualização do sistema de TI. 

5 princípios do COBIT

  • Atender as necessidades das partes interessadas: é a entrega de valor que a governança de TI precisa colocar em prática, para orientar os objetivos que precisam ser cumpridos.

    Partes interessadas: clientes, equipe de TI, administração, fornecedores, parceiros, gestores, governança, auditoria. 
  • Cobrir a organização de ponta a ponta: unir a governança de TI com a corporativa, para unir todas as informações e ter controle total de passo a passo a cada processo, para manter todo o desenvolvimento bem alinhado. 
  • Aplicação de framework único e integrado: o COBIT é um guia completo e superior referente a outros modelos de aplicação de governança de TI, podendo alinhar todas as informações importantes e orientações cabíveis para serem aplicadas.
  • Visão holística: olhar o todo, por ter muitas interligações e vários processos sendo desenvolvidos ao mesmo tempo, é preciso ter organização e observar de maneira geral o que está sendo feito. 
  • Separar a governança de gerenciamento: a governança de TI é responsável por lidar diretamente com as diretrizes dos processos, deixar tudo mais regrado para assim supervisionar o gerenciamento de TI, que implanta o sistema e executa todos os procedimentos práticos.

Os 4 domínios e 5 princípios, possuem essas características e regras, mas podem ser divididos em 34 subdomínios e subprincípios, aumentando as opções de organização e aplicação do COBIT.

 

Como o COBIT contribui com a liderança de TI? 

Além de manter tudo organizado e poder ser utilizado na gestão de projetos de TI, também possui muitos benefícios para o departamento que o aplica, além de unir diretrizes de processos, práticas, modelos, princípios, dar origem a estruturação e aplicativos, também beneficia em:

 

  • Melhora na produtividade e eficiência na área de TI, por ter tudo organizado e com devido acompanhamento para correção ágil; 
  • Tem mais proteção e segurança dos dados, cumprindo a LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados, reduzindo o risco de vazamento de informações; 
  • Por contribuir com a visão geral dos processos, facilita o entendimento de economia de recursos, redução de gastos e maior controle de caixa para novas contratações ou novos investimentos. 
  • A comunicação fica mais clara e coesa entre a governança, gerenciamento e a equipe de desenvolvimento.

 

A Oitchau é um software com armazenamento  em nuvem que possui controle de home office, gerenciamento de projetos, gestão de custos e jornada de trabalho individual, que podem ser aplicadas junto ao procedimento do COBIT, agende a sua demonstração gratuita e descubra na prática o que a nossa plataforma pode fazer pela sua empresa.

Gostou do nosso conteúdo? Continue acompanhando o Blog da Oitchau


Veja também:Proatividade: o que é e qual a importância dessa competência

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau