Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas
dinamica

Dinâmica de grupo: confira algumas ideias

A dinâmica de grupo existe para propor situações que estimulam cada pessoa a reagir conforme determina a sua própria personalidade. Essa atitude possibilita que se tenha uma melhor compreensão de como os indivíduos pensam, interagem entre si e perante ao trabalho em equipe. Desse método também podem ser extraídos insights sobre o que pode causar problemas de convivência.

Além disso, propor esse tipo de atividade contribui para melhorias de desempenho, comunicação e diversidade de ideias na empresa. Este é o nosso segundo artigo trazendo dicas de dinâmicas, vale a pena conferir mais indicações na primeira parte sobre dinâmicas em grupo. 

A seguir vamos indicar ideias de atividades que podem ser feitas para explorar qualidades de candidatos e colaboradores. Confira!

Para que serve uma dinâmica?

Criar uma atmosfera de grupo positiva

Dinâmicas são ótimas oportunidades para quebrar o gelo de um grupo de pessoas que não se conhecem bem.

Os facilitadores aplicam esse tipo de atividade para derrubar barreiras sociais e ajudar as pessoas a terem ideias criativas e disruptivas.

Energizar e motivar

Dinâmicas animadas têm o poder de engajar as pessoas e fazer com que elas recuperarem o foco em suas tarefas diárias.

Ajuda as pessoas a relaxar

Atividades mais experimentais podem servir para ajudar as equipes a se desestressarem. Algumas também podem ser focadas em criar uma experiência mais significativa e inspiradora.

Antes de começar a mostrar mais algumas dinâmicas, aqui estão algumas considerações a serem observadas:

  • Vale a pena diversificar as atividades sempre que possível. Para isso, cabe verificar ferramentas e algumas variáveis para a dinâmica ​​como tamanho do espaço, mesas, escadas, temperatura, música, volume do microfone, iluminação etc;
  • Se algo não estiver funcionando, passe rapidamente para uma próxima atividade ou para a próxima pessoa;
  • Não se esqueça de determinar o tempo para cada indivíduo falar e também da atividade como um todo.

Documentos Admissionais

Dicas incríveis de dinâmicas de grupo

Seguem algumas dicas de dinâmicas que valem a pena testar!

Código de conduta

Uma dinâmica simples que ajuda a criar um consenso sobre os valores compartilhados pela equipe. Os times se dividem entre si e listam o que é importante para eles em uma lousa. Essa atividade é perfeita para um início de treinamento.

Número de participantes: 10-30;

Duração: 30 min ou mais;

Objetivos: criar confiança mútua; empatia; estabelecer os valores de cada grupo.

Passo a passo da dinâmica:

  1. Em uma lousa, escreva as palavras “Significativo” e “Agradável”;
  2. Solicite a todos do grupo que falem o que tornará o treinamento significativo e agradável.  Peça que escrevam suas ideias em post-its.
  3. Registre a sugestão de cada participante na forma de um mapa mental.
  4. Para cada sugestão, verifique se todos os participantes têm o mesmo entendimento da ideia. Caso contrário, altere a sugestão até que haja consenso de todas as partes.
  5. Leia cada item sugerido e pergunte aos participantes como eles garantiriam que a ideia fosse realizada durante o treinamento. Cole os post-its na lousa.
  6. Todas as ideias acordadas entre si como “agradáveis” e “significativas” compõem o código de conduta do grupo, sendo assim, ele tem a responsabilidade de manter esse código durante o restante do treinamento.

Estratégia:

Para que qualquer tipo de atividade em grupo seja de fato bem sucedida, as pessoas precisam ter alguns valores e crenças em comum sobre o que significa ser bem sucedido, no final das contas. O estabelecimento desses valores no início da reunião pode alinhar as expectativas de todos, tanto do(s) facilitador(es), quem pode aplicar conteúdo um mais assertivo, quanto em relação a produtividade e sentimento de identificação dos times.

Histórias de fogueira

Uma atividade clássica que inspira contar histórias e melhora o vínculo das pessoas. As equipes se reúnem em círculo e compartilham suas experiências no local de trabalho. Ao longo do caminho, elas aprendem coisas sobre os colegas e têm a chance de compartilhar e reviver memórias antigas.

Número de participantes: 6-20;

Duração: 45 minutos;

Objetivo: treinamento informal, incentivar os participantes a compartilhar e estabelecer experiências comuns.

Passo a passo da dinâmica:

  1. Crie um conjunto de palavras-chave que possam iniciar uma sessão de contação de histórias. Pense em palavras como “primeiro dia”, “viagem de trabalho”, “parceria”, “projeto paralelo” etc. Escreva em post-its.
  2. Faça uma linha dividindo a lousa. Cole todos os post-its em um lado da linha.
  3. Peça a um colaborador para escolher uma palavra-chave nos post-its e usá-la para compartilhar uma experiência (por exemplo, sobre seu primeiro dia na empresa). Desloque o post-it escolhido para o outro lado da lousa.
  4. Quando o participante estiver relatando sua experiência, peça aos outros que anotem palavras que os lembrem de histórias semelhantes relacionadas ao trabalho. Adicione essas palavras aos post-its e cole-os na lousa.
  5. Repita esse processo até ter um “muro de palavras” com histórias conectadas.

Estratégia:

Contar histórias é o cerne da experiência da comunidade. Pode ser também uma forma de repassar informações importantes informalmente. Além disso, uma sessão de narrativa, focada em histórias relacionadas ao trabalho, pode  proporcionar a oportunidade de todos se conhecerem e descobrirem novas formas de trabalharem juntos.

Dinâmica de engarrafamento

O exercício do engarrafamento é uma excelente maneira de avaliar como os candidatos reagem a situações de erros, e como eles abordam o mesmo problema novamente após uma tentativa mal sucedida. 

Número de participantes: 8-12 (apenas números pares);

Duração: 55 minutos

Objetivo: observar as habilidades de comunicação; como trabalhe com seus colegas de equipe.

Passo a passo:

  1. Divida os participantes da dinâmica em dois grupos menores (Lado A e B).
  2.  Ambos os grupos devem alinhar verticalmente, um atrás do outro,com A voltado para B e vice-versa.
  3. Todos devem ter um espaço, que pode ser demarcado com fita adesiva no chão ou cone, ao lado deles, com um espaço livre no centro, separando os dois lados.
  4.  O objetivo do jogo é colocar o lado A no lado B e o lado B no lado A, todos voltados para a frente.
  5.  Ordem Inicial: A B C D – 1 2 3 4 // Ordem Final: 1 2 3 4 – A B C D;

Regras da atividade:

  •  Os integrantes não podem recuar de suas posições na dinâmica;
  • Uma pessoa só pode avançar para um espaço vazio;
  • Uma pessoa não pode “pular” seu próprio companheiro de equipe;
  • Só pode mover uma pessoa de cada vez;
  • Cada um no seu espaço, sem compartilhamento;
  • Se alguma dessas regras for violada, o grupo deverá começar novamente.

Agora que você já tem diversas ideias de dinâmicas em grupo, é só começar a colocar em prática!

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo