Avaliação 360 graus e os seus benefícios para as organizações

A avaliação 360 graus é a mais completa dentre outros métodos avaliativos. Ela é bastante utilizada pelas empresas, especialmente por conta da qualidade dos seus resultados. Neste modelo, o colaborador é analisado pelo seu gestor direto e também pelos colegas de equipe, que podem dar informações mais detalhadas sobre sua postura profissional, afinal lidam com mais frequência com o seus respectivos pares.

Na prática, o processo avaliativo tem a participação de diversos profissionais e cada colaborador é avaliado por seus superiores, subordinados e colegas de equipe, porém, todas as etapas são feitas de forma anônima.

Neste artigo, vamos abordar mais aspectos sobre o assunto. Acompanhe a seguir!

O que é uma avaliação 360 graus?

O objetivo desse método avaliativo é dar aos colaboradores a oportunidade de entenderem como seu trabalho é visto na empresa de maneira mais ampla. Aliás, é daí que vem o nome avaliação 360 graus: o desempenho é mensurado em quase todos os níveis de relacionamento dentro da organização. 

Esse processo se difere de uma avaliação tradicional, por exemplo, na qual apenas o gestor fornece ao subordinados suas opiniões sobre o desempenho dos mesmos. Em geral, esse tipo de feedback tende a se concentrar no progresso que os profissionais alcançaram de acordo com as metas do negócio como um todo. Já em relação a avaliação 360º, os indicadores são outros — concentra-se muito mais em como o colaborador afetou o trabalho de outros, e se, de fato, ele conseguiu cumprir suas metas individuais. 

Ou seja, essa avaliação foca diretamente nas habilidades e contribuições individuais dos colaboradores. A meta é oferecer uma visão equilibrada de como os outros veem o desempenho no trabalho. Para isso, são avaliadas características como liderança, trabalho em equipe, comunicação e interação interpessoal, gerenciamento de recursos, colaboração, responsabilidade, visão, e mais, dependendo campo de atuação do profissional.

A análise pode ser vantajosa, pois toda a equipe tem a chance de falar sobre os seus pontos fortes e fracos e melhorar a performance geral. Entretanto, é preciso um certo nível de maturidade dos profissionais para receberem as críticas.

Como a avaliação funciona?

Em geral, a avaliação 360 graus é elaborada a partir da aplicação de questionários. Em seguida, o resultado deve ser apresentado de forma confidencial para o avaliado. Um profissional da área de Recursos Humanos deve explicar os critérios utilizados e os comportamentos que precisam ser aprimorados. No entanto, existem outras maneiras de se realizar esse tipo de avaliação, os métodos selecionados dependem da cultura e do clima da organização.

Por exemplo, em algumas empresas, o gestor da equipe é a figura centralizadora. Ele quem solicita a avaliação e analisa as informações recebidas procurando padrões de comportamento a serem observados. Isso porque o objetivo desse tipo de avaliação é fornecer aos colaboradores os pontos principais e mais importantes sobre a performance,  sem sobrecarregá-los com muitos dados. 

Além disso, hoje em dia, as empresas contam com plataformas online para fazer todo esse processo de avaliação 360 graus —  os colaboradores conseguem dar uma pontuação para cada área avaliada. Nesse caso, os processos online são os mais recomendados porque facilitam o registro anônimo e o compartilhamento dos comentários gerados.

Em grandes corporações, é comum contratar empresas de consultoria externa para administrar essas avaliações,. Isso geralmente ocorre quando a avaliação 360º acontece a nível de gerência. Os consultores analisam e compartilham os dados com o profissional e com o restante da equipe, em alguns casos. Em um cenário ideal, após esse movimento, o gerente e o seu time se reúnem para planejar melhorias para toda a área.

Quais são os benefícios da avaliação 360 graus para as empresas?

1. Ao vir de mais fontes, o feedback é mais assertivo

Esse método fornece um feedback mais “certeiro”, afinal muitas vezes as equipes sabem mais sobre o desempenho dos seus integrantes do que seu gestor. Essas informações são essenciais para o desenvolvimento do colaborador: afinal, aspectos de relacionamento podem ser apontados. Esses aspectos, muitas vezes, passam despercebidos no dia a dia, mas estão ali o tempo todo no convívio em equipe.

A avaliação 360 graus também pode economizar o tempo dos líderes, pois eles gastarão menos energia dando feedbacks à medida que mais pessoas participam do processo. A percepção do colega de trabalho é importante e toda essa movimentação ajuda as pessoas a entenderem como os demais veem seu trabalho.

2. Desenvolvimento da equipe

Todos os membros do time passam a aprender a trabalharem juntos, de maneira mais eficaz. O feedback de vários avaliadores torna os profissionais mais responsáveis ​​uns com os outros, à medida que compartilham o conhecimento de que eles fornecerão informações sobre o desempenho de cada membro. Um processo bem planejado pode melhorar a comunicação e o desenvolvimento da equipe.

3. Desenvolvimento de desempenho pessoal e profissional

Esse processo avaliativo é também um dos melhores métodos para entender as necessidades de desenvolvimento pessoal e organizacional na sua empresa. Você pode descobrir o que impede os colaboradores de serem bem sucedidos ao trabalharem juntos e como as políticas, procedimentos e abordagens da organização afetam diretamente esse sucesso.

4. A avaliação 360 graus reduz o risco de tratamento enviesado

Quando o feedback vem de várias pessoas, de diferentes funções, a possibilidade de existir algum tipo de viés (tanto positivo, quanto negativo) é reduzida. Além disso, o risco do gestor avaliar o desempenho com base em suas interações mais recentes com determinado colaborador, também é minimizado. O mesmo é possível se aplicar no caso de desavenças internas nos times.

Considerações importantes

Em empresas com culturas mais fortes, que criaram um clima de confiança, os colaboradores se sentem mais à vontade para fazer a avaliação 360 graus. Aliás, ela acontece naturalmente. Neste sentido, o líder não funciona como um filtro ou intermediário para impedir que os colaboradores compartilhem seus comentários diretamente entre si.

Não importa  o método escolhido para desenvolver esse processo avaliativo na empresa, é preciso ter sempre o cuidado para que o feedback seja o mais descritivo possível, e que  cada profissional tenha algo tangível para melhorar. 

Em linhas mais simples, a forma como se apresenta, monitora e avalia a eficácia do processo da avaliação 360º é fundamental para seu sucesso ou fracasso.

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau