auxílio creche

Auxílio creche: por que oferecê-lo? Veja aqui!

O auxílio creche pode ser uma excelente escolha de vantagens trabalhistas.

Os benefícios que uma empresa oferece aos colaboradores operam em favor da atração que ela possui sobre talentos do mercado.

Essa modalidade de benefício não é uma novidade, mas voltou a ser foco de muitas empresas.

Continue lendo e conheça como oferecê-la pode ser uma excelente escolha para a sua empresa e como implementar.

O que é auxílio creche?

auxílio creche

Esse é um benefício que se volta à concessão ou custeamento de vaga em creche para filhos de colaboradores da empresa.

Ele pode se apresentar de formas diversas, mas em todas elas objetiva garantir o acesso da criança à creche de forma menos custosa aos pais.

Empresas grandes, por exemplo, podem optar por construírem e manterem toda a estrutura de uma creche.

Por outro lado, também é possível conceder o benefício custeando parcialmente ou de forma integral a mensalidade de creches.

Portanto, é um benefício que pode se apresentar de diversas maneiras. Cabe à empresa, então, analisar sua realidade e as possibilidades que ela oferta.

Como funciona o auxílio creche na empresa?

Esse benefício pode ser oferecido de diversas maneiras, como vimos acima. Além disso, a empresa pode estipular a faixa etária que será abrangida pelo benefício.

Outra opção é complementá-lo com auxílio para manutenção de escola, para crianças maiores.

A empresa pode optar por conceder o valor diretamente ao colaborador – seja para custeamento integral ou parcial da creche – ou diretamente para a creche particular.

Nesse último caso é possível até mesmo obter parcerias com descontos.

Quem tem direito ao auxílio creche?

Cabe à empresa estipular quem terá direito ao benefício de acordo com a idade da criança.

Assim, deve-se desenvolver um manual de políticas internas que estabeleça claramente quem pode obter o benefício.

Por que oferecer auxílio creche?

auxílio creche

Confira, nos itens que seguem, motivos para oferecer o auxílio creche aos seus colaboradores!

Tenha benefícios mais robustos

O primeiro ponto que justifica a concessão do auxílio creche aos seus colaboradores é que ele soma muito bem aos benefícios trabalhistas.

Com um mercado concorrido, as empresas precisam se destacar para atrair talentos.

E, para isso, os benefícios são essenciais.

E eles não devem se limitar aos de alimentação e transporte, pois são comuns e gerais.

Portanto, a concessão de creche pode tornar as suas vagas mais atrativas aos olhos dos profissionais.

Garanta a produtividade

Outro ponto importante da concessão do auxílio creche é que ele trabalha em favor da produtividade.

Por exemplo, considere que hoje muitas pessoas trabalham de forma híbrida ou em home office.

Assim, quando não há acesso à creche, pais de filhos pequenos precisam ficar de olho nas crianças ao mesmo tempo em que fazem as atividades.

E isso, claramente, prejudica a produtividade.

Mesmo para quem trabalha de forma presencial a produtividade pode ser afetada em razão de cansaço extremo ou de chamadas constantes para assistência aos filhos.

Com o benefício de creche, os pais ficam tranquilos durante o expediente e garantem que os filhos estão em segurança.

Engajamento e clima organizacional

O terceiro motivo para oferecer auxílio creche é que ele ajuda no engajamento dos colaboradores.

Afinal, benefícios, no geral, fazem com que os trabalhadores se sintam valorizados. E isso se reflete na prestação das atividades.

Além disso, ao ter acesso à creche os pais de filhos pequenos tendem a ficar menos estressados ou preocupados.

Isso, então, impacta o clima organizacional como um todo.

Tenha uma empresa mais diversa

Muitas pessoas precisam escolher entre carreira e família, especialmente perante a falta de vagas suficientes em creches públicas. Isso atinge especialmente as mulheres.

Portanto, ao investir em auxílio creche a sua empresa promove ações que aumentam a presença feminina no mercado de trabalho.

Além disso, pode criar um ambiente mais diverso, atraindo pessoas que até então não teriam condições de prestar serviços.

Como implementar o auxílio creche?                                                                            

Como vimos até aqui, não faltam motivos para implementar o benefício que custeia (integralmente ou de forma parcial) o acesso à creche para filhos de colaboradores.

Mas como colocar em prática? Confira, abaixo, os passos cruciais para isso!

Determine como será o auxílio creche

Primeiramente, é importante que a empresa defina como será o benefício. Isto é, se ela construirá uma creche própria ou se custeará, integralmente ou de forma parcial, as mensalidades.

No caso da construção de uma creche – possibilidade que se volta às empresas de grande porte. 

É importante que haja o desenvolvimento das estruturas, a contratação de profissionais e, também, a observação de normas legais municipais.

Por outro lado, quando a empresa custeará a mensalidade – de forma parcial ou não – deve definir se terá um convênio com creches específicas ou se deixará por conta dos colaboradores a escolha da escola.

O convênio pode ser interessante por trazer descontos e tornar o benefício menos custoso. Contudo, é necessário que nesse caso a creche seja próxima da empresa.

Pois em caso contrário a escolha dela poderá prejudicar colaboradores que morem em regiões mais afastadas do município.

Convide colaboradores que tenham filhos para participarem do desenvolvimento do benefício

Caso a empresa ainda não conte com esse benefício, ou se conta, mas deseja melhorá-lo, crie mecanismos para ouvir o que os colaboradores interessados tem a dizer.

Entenda quais são suas necessidades, dores e preocupações, para buscá-los atender da melhor forma possível.

Por isso, não deixe de convidar alguns colaboradores que seriam beneficiados pelo auxílio para participarem do desenvolvimento dele.

Eles certamente irão agregar informações relevantes e valiosas para a composição desse benefício. 

Crie políticas internas que determinem quem tem direito ao benefício e como ele começará

Por fim, o terceiro e último passo é formalizar o benefício.

Para isso, construa políticas internas que determinem quem terá direito, como será o pagamento, o valor e o tempo pelo qual ficará à disposição.

Com isso, é possível esclarecer a todos o benefício, bem como garantir que existam diretrizes claras que não excluam colaboradores que eventualmente poderiam se beneficiar.

Também, para que eventuais dúvidas sejam rapidamente sanadas.

Então, sua empresa vai aderir ao auxílio creche?

Ao ofertar aos colaboradores o auxílio creche, ela pode melhorar diversos aspectos na companhia, como aumento da produtividade e competitividade no mercado, por exemplo.

Além disso, existem outros benefícios ao mesmo tempo em que trabalha em favor da sociedade e dos seus colaboradores, assumindo realmente o seu papel social previsto na Constituição Federal.

Por isso, é tão importante que a empresa pense em benefícios como o auxílio creche, para melhorar a qualidade de vida do colaborador e cuidados com a sua família.

Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau