Ética profissional

Ética profissional: como promover na empresa?

A ética profissional é crucial para as empresas, especialmente para as que querem se fazer relevantes e importantes em longo prazo e que se preocupam com suas imagens perante o mercado.

Hoje, conheça mais sobre o conceito, o que ele inclui e como ele influencia no ambiente corporativo. Veja também os benefícios em promover a ética corporativa e quais são as questões relevantes dentro desse assunto para as empresas.

O que é ética profissional?

Ética profissional

A ética profissional é a aplicação de conceitos morais e culturais (de acordo com cada sociedade) no ambiente corporativo. Isso envolve o respeito às normas legais, à conduta e à concorrência com limites de acordo com fatores morais.

A ética no mundo corporativo e no ambiente de trabalho possui duas faces:

  • A ética corporativa de acordo com uma série de regras internas que se aplicam àquela empresa, necessariamente, o que pode se ilustrar por um código com regras expressas sobre a administração, comportamento e formas de trabalho.
  • Ética profissional em estrito senso, o que e refere à ética que cada colaborador tem, à sua postura e formas de ações perante as atividades que possui, sempre de acordo com o que ele considera certo ou errado.

O conceito de ética pode parecer bastante subjetivo, só que é possível determinar seus principais pontos objetivamente. A ética não existe sem o conceito de justiça e de legalidade, que envolve o cumprimento das leis e normas jurídicas.

Ela depende também de comportamentos humanos que se baseiem na honestidade, no respeito e no altruísmo. A lealdade, solidariedade e justa concorrência se aplicam aqui da mesma forma.

Como a ética profissional afeta o ambiente corporativo e as empresas?

A ética é essencial para as empresas, para conquistar o público e os consumidores e conseguir bons parceiros de negócios.

Quanto a isso, a especialista em ética empresarial Márcia Gonçalves de Souza faz uma interessante explanação:

Uma empresa com colaboradores e representantes satisfeitos, que têm orgulho de fazer parte de seus quadros, reconhecida pela qualidade de seus produtos, de seu atendimento na venda e no pós-venda, é uma empresa que criou algo que deveria ser o sonho de todas as empresas, o marketing espontâneo, a valiosa propaganda boca-a-boca.

A especialista também faz alguma ressalvas interessantes. A ética nem sempre será lucrativa em curto prazo. Segundo Márcia, uma empresa que não atua com base na ética corporativa pode lucrar mais agora, sem chances de manter o sucesso no futuro.

“Empresas que atuam descoladas da ética certamente farão negócios mais lucrativos. Empresas éticas são mais sustentáveis porque tendem a conquistar a confiança e a preferência de seus clientes, fazendo com que eles retornem e optem por seus produtos.

O que é uma empresa ética?

Segundo a especialista em ética profissional Márcia Gonçalves de Souza, uma empresa ética sempre deve observar o comportamento dos seus colaboradores, desde os subalternos aos gestores:

“Uma empresa ética precisa estar atenta à forma como seus colaboradores realizam negócios, se comportam dentro do ambiente de trabalho, se relacionam com clientes, fornecedores e com os demais colegas.

É possível concluir que uma empresa ética possui regras internas de conduta, preza pelo bem-estar dos colaboradores, clientes e fornecedores, atura contra a corrupção ativa e passiva e possui canais abertos de comunicação.

Em caso contrário como a empresa vai saber que uma conduta está saindo do esperado e prejudicando os demais, inclusive a imagem da empresa?

Veja o que diz Márcia Gonçalves sobre isso:

“Empresas mais comprometidas com a ética criaram canais de denúncia e normas internas destinadas a inibir esse tipo de conduta, entretanto esses mecanismos só serão realmente úteis se houver também critérios que ajudem a acompanhar e a avaliar ocorrências de forma consistente, alimentando cadastro com o histórico dos profissionais envolvidos nesses tipos de denúncia”.

Outra questão muito importante é que uma empresa ética preza pelo exemplo. Ela entende que para criar um ambiente livre de assédio e condutas errôneas os colaboradores devem ver que isso não se impõem apenas a eles.

Veja o que diz, sobre isso, o especialista em ética Renato Santos:

“Porque as pessoas observam comportamentos e é o exemplo que convence, não as palavras. A partir do momento que eu percebo que o gestor não pratica o que ele fala, isso vai aumenta a chance dos colaboradores de repetirem a mesma ação antiética. Todo mundo precisa agir de forma ética, mas para os gestores isso tem um peso maior ainda”.

Como promover a ética profissional dentro da empresa?

Ética profissional

Como vimos anteriormente, a ética dentro das empresas depende da acessibilidade de informação, da comunicação e do exemplo. Considere as seguintes questões para colocá-la em prática:

  • Tenha um canal de comunicação efetivo;
  • Permita denúncias anônimas;
  • Esteja aberto aos colaboradores e tenha contato recorrente com eles;
  • Certifique-se de que os gestores seguem condutas éticas;
  • Investigue e puna episódios de assédio;
  • Seja claro com as equipes quanto às escolhas feitas;
  • Desenvolva um manual que liste expressamente regras de condutas;
  • Invista em palestras e outros tipos de capacitação que envolvam a ética.

Com essas dicas a sua empresa será capaz de promover a ética profissional e de se valer de todas as vantagens que ela oferece. Dentre as principais estão a melhoria da imagem, o engajamento dos colaboradores e melhoria do clima interno.


Enviar comentário

PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 300/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau